História Trouble - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 30
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Trouble - Capítulo 6 - Capítulo 6

POV EMI

         Eu era mais baixa que o Jimin e só ficava mais ou menos da sua altura quando usava salto alto, ele se divertia com isso e implicava comigo quando eu tentava pegar alguma coisa no alto e não alcançava, enquanto isso ele fazia com facilidade – não ele fosse lá muito alto, só tinha a vantagem de ser maior que eu -.

         Os meninos já se soltavam mais comigo e poderia dizer que éramos todos amigos, acho que até poderia dizer que às vezes eles se esqueciam de que eu era uma mulher e falavam besteiras – sexuais – ao meu lado, o que me fazia corar apesar de eu ser não mais virgem e ser bem liberal nesse quesito.

         Estava me arrumando para o ensaio, como estava bem quente resolvi colocar apenas o top e a calça de lycra, sei que era um perigo usar esse tipo de roupa com um bando de homens te rodeando, só que eu não tinha muita escolha. Prendi meus cabelos num rabo de cavalo alto e estava prestes a colocar a lente castanha quando o Jimin entrou com tudo no meu quarto e eu o encarei ainda assustada.

-- Emi? – ele perguntou assustado – Você tem olhos azuis? – começou a se aproximar para ver melhor, já que meu quarto estava meio escuro ainda.

-- Eu tenho heterocromia Jimin. – respondi meio corada e sem graça – O olho direito é azul e o esquerdo é verde.

-- Wow! Isso é incrível! Por que esconde seus olhos? Eles são tão bonitos.

-- Essa foi a primeira vez que escuto um elogio sobre eles. – respondi realmente surpresa – Sabe que coreanos com olhos claros não são muito bem recebidos, imagine eu que tenho olhos bicolores.

-- Não esconda dos meninos, por favor. Você é linda Emi. – foi sua vez de ficar corado, Jimin ficava tão fofo assim – Não tem motivos para ter vergonha.

-- Eu não irei esconder.

-- Venha tomar o café. – começou a me puxar pela mão, rumo à cozinha – Mais alguém sabe disso?

-- Além da minha família? – perguntei brincalhona – Só o PD-nim e o manager.

         Ele continuou em silêncio até chegarmos na cozinha e todos se virarem surpresos para nós, era a primeira vez que eles me viam sem a lente castanha.

- A Emi estava escondendo uma coisa de nós. – Jimin disse meio malicioso e eu fiquei corada.

- Você está usando lentes coloridas? – Tae perguntou meio sem entender.

- Não, é justamente o contrário. Explica para eles, Min Emi.

- Seu manipulador sem vergonha. – resmunguei enquanto ele sorria com seu encantador eye smyle, nesse momento Park Jimin não era nada inocente – Eu tenho heterocromia, meus olhos são naturalmente bicolores assim... – continuei não me sentindo muito bem com os olhares curiosos e surpresos deles – Então desde pequena eu uso lentes castanhas para não sofrer com o bulliyng.

- Isso te deixa ainda mais charmosa, noona. – Kookie disse sorrindo meio corado e senti minhas bochechas arderem.

- Obrigada por me aceitarem tão bem.

- Sem problemas. – Namjoon disse sorrindo, mostrando suas adoráveis covinhas nas bochechas – Sei que é um saco usar lentes sempre, então pode sem ficar elas.

- Realmente é irritante ficar usando elas direto. – dei uma risadinha e resolvi comer alguma coisa antes que levássemos um enorme sermão quando chegarmos na empresa.

Depois de treinarmos o canto, iríamos treinar a coreografia de 21 Girls (N/A: Sorry, não lembro direitinho o nome da música, por mais que eu tenha amado), estava bem animada e me lembrou um pouquinho War of Hormone, eu passava por eles meio provocando e brincando, em certas partes e era tudo bem divertido.

- Baka! – resmunguei quando o V tinha jogado um pouco de água em mim e eu retribui na mesma moeda.

- Watashi? – respondeu se fazendo de inocente.

- É você mesmo! Um idiota. – resmunguei cruzando os braços e fazendo bico manhoso.

- Tae, não provoque a garota. – Jin comentou meio risonho e dando uma leve bronca, como uma mãe se divertindo, vendo os filhos brincando.

- Min Emi? – o manager nos surpreendeu na sala de treino e eu fiquei tensa na mesma hora.

- Sim?

- Já liberamos o comunicado oficial de que você está na banda, gostaria de ver os comentários das armys? O twitter está realmente bombando.

Eu tinha medo desse momento e estava tensa com isso tudo, peguei o celular que o manager ofereceu, muitas estavam surpresas e não sabiam como reagir, outras aceitaram super bem e desejaram boa sorte e é claro outras que não gostaram nem um pouco disso.

Pude ver algumas fãs brasileiras me apoiando e me senti bem com isso, não que eu não me importasse com as outras, mas vivi um bom tempo no Brasil e apesar de todos os problemas, era um país acolhedor e quando souberam que eu já havia morado lá por um tempo, me mandaram muito apoio.

- Até que elas aceitaram relativamente bem. – Hobi comentou passando a mão pelo queixo – Preparada para gravar o seu short film?

- Nem um pouco. – comentei com os olhos arregalados e arranquei boas risadas dele – Mas estou feliz e ansiosa também, quero que elas gostem de mim, esse também é o meu sonho.

- E logo será o ensaio para o álbum e depois a gravação do MV, está tudo tão perto que ficará bem agitado. – Suga disse meio pensativo e eu concordei com a cabeça.

- Sim Suga. – suspirei meio derrotada – Meninos, eu estou com uma forte dor de cabeça. – resmunguei massageando minha testa – Vocês podem continuar ensaiando enquanto descanso um pouco? Eu não queria pausar agora, só que eu não estou em boa condição para continuar agora, estou me sentindo meio tonta.

- Venha cá. – Kookie me surpreendendo, pegando-me em seu colo como se eu fosse uma noiva ou criança que precisava de cuidados, corei enquanto segurava firme em seu pescoço – Deite aqui no sofá e não se mexa. – me encarou sério antes de colocar uma toalha úmida na testa e me entregar o remédio que tomei sem nenhuma cerimônia – Eu estou falando sério, Noona.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...