História Trouble - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias BEAST (B2ST), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), Jang Hyun-seung, Seungri, T.O.P
Tags Aluno, Amor, Bigbang, Boyslove, Choiseunghyun, Dívidas, Escola, Hyunseung, Leeseunghyun, Lemon, Professor, Prostituição, Romance, Seunghyun, Seungri, Top, Topri
Exibições 24
Palavras 1.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heyy voltei meio tarde, mas estava assistindo um filme com a família :3.
Bem, da próxima vez virei mais cedo!

Quero agradecer as meninas ( desculpa, não lembro mais o nome de vocês :$) que me responderam o que era amor pra elas e me ajudaram ali na fala do T.O.P :D. ( Na verdade pedi para uma amiga minha perguntar porque fico com medo do pessoal não gostar :P, como minha amiga é mais foda-se, então né, não se incomodou).

Espero que gostem e me avisem sobre os erros!

Capítulo 8 - Capítulo VIII


Fanfic / Fanfiction Trouble - Capítulo 8 - Capítulo VIII

``Sempre é difícil ver além da superfície, quando parece tão perfeito
Mas os nossos olhos vão disfarçar a sujeira de propósito, você está ouvindo?´´

West Coast - The Neighourhood

 

Uma semana e meia foi o suficiente para Seung está com seu pulso curado.

Como era sua mão dominante, não pude continuar com as aulas de caligrafia, então prosseguimos apenas com conversas aleatórias.

Ele não falava dos problemas em casa, no máximo, sobre HyunSeung.

Seung me contou que o Jang sempre foi muito possessivo e mimado, e que tinha um "amor" doentio pelo Lee.

HyunSeung já havia batido num menino simplesmente por conversar com Seung.

— Se amor for como o que Hyun sente por mim, prefiro nunca amar. - ele falou e balancei a cabeça.

— Isso não é amor. - falei e lhe estendi um biscoito.

— Você já amou? - perguntou olhando nos meus olhos e mordendo o biscoito devagar.

Eu tinha certeza que muitas vezes, Seung fazia aquilo de propósito pra me testar.

— Sem ser família? - ergui uma sobrancelha e ele riu. - Não que eu lembre, só paixões.

— Como pode saber?

— Bem... amor é algo único que você só sente por alguém que admira de alguma forma. - comecei e vi que me olhava atentamente. - Você sabe que está amando quando sempre quer ter aquela pessoa do seu lado, quer vê-la sorrindo e mesmo que ela não retribua o sentimento, você só quer o bem dela, que esteja feliz. - conclui e permanecemos em silêncio por alguns segundos.

Seung parecia pensar em algo, então olhou pra mim e fez a melhor pergunta que poderia ter feito:

— Então você me ama? Está com todos esses sintomas. - brincou, mas percebi que não era uma pergunta qualquer. Seung queria minha resposta.

Ele precisava dela.

Porque apesar de não saber o que é amar, ele sabia que queria aquilo pra si, provavelmente por ver muitos com esse sentimento.

Seus olhos estreitos e escuros me fizeram refletir sobre aquilo. Eu o amava? Estava claro que sim... De que maneira?

Eu gostava de observa-lo, eu o achava inteligente e sensível, era lindo e divertido... Sensual e malicioso. Eu ainda tinha sonhos com ele, cada vez mais exitantes e tinha consciência do meu desejo por seu corpo, lábios... Mas aquilo era amar?

— Hyung? - Seung ainda olhava para mim. - Eu estava brincando.

— Eu sei. - falei e me arrependi. - Estava preocupado com um trabalho da faculdade.

Seung acenou, voltou a comer os biscoitos apressado e logo se levantou pra ir embora.

— Preciso estudar, as provas estão próximas. - se curvou e foi embora.

Foi quando lembrei que faltava pouco tempo para as férias do meio do ano e percebi que ficaria longe dele por um mês e duas semanas.

"Você está com todos os sintomas." A voz dele surgiu na minha mente e fechei os olhos.

Será? Não, era só um desejo do meu corpo devido a quantidade de tempo sem sexo.... Aish, o que é pior, afinal? Pensei meio frustado.

@.@.@

Foi no último dia de provas que aquilo aconteceu.

Eu tinha conseguido pegar uma gripe que me fazia ir no banheiro com frequência para ter ataques de tosse. E na hora do intervalo, eu estava lavando minhas mãos quando HyunSeung entrou com Seung do seu lado.

— O que você está olhando? - Hyun perguntou me encarando. - Saia daqui.

— Seung venha comigo. - falei ignorando totalmente o outro garoto. O Lee baixou a cabeça e se distanciou de mim. Fiquei tentado a segurar seu pulso novamente, mas não o fiz porque poderia machuca-lo mais uma vez.

— Vamos, saia logo. - Hyun falou e o encarei.

— Você acha que me dá medo menino? - me aproximei dele e a cena de nós dois seria cômica se não fosse tensa. Me senti, na hora, como num filme de Hollywood.

— Como é? - ele estreitou os olhos.

— Não vou sair daqui e você não vai fazer nada com o Seung. - falei firme apesar de que ao ver o olhar do Lee, fiquei preocupado que as coisas desandassem.

— Se não vai sair, então vai assistir. - ele falou e puxou Seung fazendo-o desequilibrar e quase cair no chão.

Antes que HyunSeung conseguisse fazer qualquer coisa, simplesmente me meti entre eles e os separei.

— Não acredito. - HyunSeung fez um estalo com a língua. - Certo certo, fique com essa merda... depois me acerto com você. - ele finalizou olhando de forma ameaçadora pro Lee e saiu batendo a porta do banheiro com muita força.

Então senti um soco forte no meu peito e me assustei ao ver que Seung bateu e repetiu o ato duas vezes seguida.

— PORQUE FEZ ISSO? - ele gritou e vi que estava com os olhos marejados. - Você acabou de foder tudo seu IMBECIL! - ele tentou me bater novamente mas desviei.

— Não seja ingrato eu....

— Ingrato o caralho! Ele estava de bom humor, não ia me machucar! - Seung chutou a porta de uma das divisórias.

— Não acredito que está defendendo ele Seung! - eu segurei seus ombros. - Você não vê o quão errado são as coisas que ele faz contigo?

— Vai se foder, Choi! - ele se soltou de mim. - Não aparece mais na minha frente... Aish, eu te odeio por fazer isso comigo. - disse e saiu no mesmo instante que o sinal tocou.

Não sai dali depois daquilo, sentei no chão e fiquei pensando no que eu havia feito.

Quantas vezes me alertaram pra não me envolver?

Quantas vezes Seung tentou me afastar de si?

Quantas vezes ignorei tudo porque queria ajudar? Porque eu não conseguia acertar em nada?

E a medida que mais perguntas surgiam, senti meu corpo enfraquecer e calafrios passarem pelo meu corpo. Fiz algo útil avisando ao Dae onde estava e logo ele apareceu e me ajudou a ir pra casa.

@.@.@

Minha febre não baixava de jeito nenhum e quanto mais Dae insistia em me levar a um médico, mais eu insistia em ficar em casa.

— Você vai acabar morrendo. - ele falou quando checou minha temperatura. - Acho que esses remédios não estão servindo...

— Estou bem. - falei e quase não ouvi minha própria voz.

— Vou ligar pra alguém da escola pra avisar que você adoeceu. - avisou já ligando. - Yôbaseyo... Choi hyung está doente estou cuidando dele.... Como?... Mas sabe quem foi?... Certo, me ligue qualquer coisa.

— Você está com cara de quem lembrou de uma prova que não estudou - comentei tentando tirar o clima tenso.

— Seu carro foi destruído. - Dae falou de uma vez e processei a informação lentamente.

— Como assim?

— Destruído oras! Quebraram os vidros e os para-brisas, arranharam a pintura e rasgaram os pneus... Tinha alguma coisa importante lá?

Minha cabeça começou a doer, aquela informação me deixou angustiado e o fato de não lembrar se havia algo importante só piorou tudo.

— Não sei. - falei baixo e senti a mão de Dae na minha testa.

— Sua febre voltou, vou procurar um remédio mais forte... E ligar pra Choa.

Não, tudo menos isso. Pensei mas minha fraqueza me impediu de falar.


Notas Finais


Eita O.O

Gente como vocês estão em relação ao disband do 2ne1 e a saída do Taehyun do Winner? Eu não era fã de nenhum dos dois mas imagino como devem estar :(. Além de que também teve aquele problema com a Sulli indo pro hospital e o Jin passando mal naquele reality, (não sei é verdade nenhum dos dois) vocês estão sabendo de algo?

Bem...Espero que tenham gostado.

Beijos sabor torradas :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...