História Troubled - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Exibições 91
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá :3
Espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 1 - I - Olhos Negros


Fanfic / Fanfiction Troubled - Capítulo 1 - I - Olhos Negros

Capítulo 1
Olhos Negros

    Nunca seremos capazes de entender tal complexidade da vida. Há coisas que é melhor deixar rolar. Mas e se isso não for suficiente? E se deixar rolar não for o que precisamos para que alcancemos a felicidade? E se o que precisamos seja somente algo que nos faça crer que ainda há esperanças? E Annie escondia isso.
Esse desejo ardente que a consumia tornando-a alguém desesperada por mudanças, por situações que a fizessem enxergar que tudo ainda valia a pena, que tudo ainda estava pra melhorar…

                x.x.x

    Seus olhos ardiam fortemente a fazendo lacrimejar. Annie encarava o chão enquanto Angelina falava algo para a turma, mas todos pareciam não prestar muita atenção. Kath observava John, seu ex, o único a qual ela amou, mas que sua família não aceitava, então terminaram.
      Os cabelos pretos de Kath caiam magnificamente pela mesa, seus olhos castanhos se dirigiram para Annie que sorri para sua amiga, quando de repente ouve-se um grito chamando por ela e as duas meninas encaram a professora assim como toda a turma.
  — Annie! — Esta espanta-se ao ouvir seu nome e observa todos os olhares voltados pra si.
— Poderia nos dizer quem foi Olga Benário?
      Em meio as risadinhas, ouviu-se um som reconfortante e familiar, que faz com que todos saiam rapidamente da sala. Esta se levanta sorrindo com o canto dos lábios, feliz por ter escapado de tal tortura. Arruma seu material e sai daquele maldito inferno.
      Sai andando tranquilamente pela rua olhando para seus all star enquanto se perde em momentos passados que tanto a agradavam.
      Seus olhos vagam sem rumo pelas pessoas que passam pela rua, enquanto aquela menina de olhos vazios e misteriosos observava cada uma delas pensando o que cada uma esconde, quais são seus segredos.
     Um gato passa roçando por suas pernas, quase a derrubando. Ela se abaixa sorrindo para aquele pobre animal magro e esquelético que a olha fixamente.
Sem saber o que fazer e sem poder deixá-lo na rua, pega o pobre gatinho preto e o leva para casa sorrindo por encontrar um novo amigo.
  — Seu nome vai ser Theo. — Ela sorri, olhando para o gatinho que agora já havia sido nomeado e adentra pela porta de sua casa cantarolando.
— Toda vez que eu girava parecia que a minha perna sucumbia de agonia, e desse jeito eu fui topando essa parada e no final achei tranquilo…
— Ué, Annie. Que animação é essa?
    Ela sorri para sua mãe, mostrando o mais novo membro da família.
— Mãe, esse é o Theo, meu novo gato. — A mãe sorri para o felino.
— Me dê ele e vá se arrumar para ir para a casa do Jake. Ele está te esperando. Eu cuido dele. — Annie sorri, indo para seu quarto, lembrando-se que seu amigo a estava esperando.
   Jake era seu ficante e melhor amigo. Ele era apaixonado por ela mas, infelizmente, ela não queria nada com ele. Ele beirava os dezessete e era alguém completamente amável. Seus olhos azuis encantavam Annie que a fazia rever seus sentimentos sobre ele, mas não era nada, só puro carinho, nada que a fizesse morrer de amores. É, não é?
   Sai rapidamente de sua casa indo de skate para a casa de Jake. Observa a paisagem passando pelo caminho, encantada com aquele lugar tão bonito. Brients podia ser abandonado, um lugar sem muitas coisas mas todos os moradores de lá não podiam negar que aquele lugar…Ah, era um lugar. Seu clima frio e sua paisagem de um eterno outono fazia todos orgulhar-se de morar nessa cidade.
   Annie desce do skate parando em frente à casa de seu amigo. Olha para os lados mas não avista ninguém, estranho por sinal, pois aquela rua costumava ser muito movimentada, algo estava errado. Seus olhos brilham refletindo o céu que naquele dia estava impressionantemente azul.
  — Jake! — Grita esperando por resposta.
   Ouviu um barulho vindo da casa quando uma menina, que ela nunca havia visto, muito bonita por sinal, atende a porta com as roupas de Jake :
    — Sim? — Fala a garota de forma esnobe, encarado Annie.
   Sem pensar duas vezes, sobe novamente em seu skate e sai agoniada de lá, sem saber o que está sentindo, mas que tanto a atordoa.


Notas Finais


Obrigada por lerem ❤ Já já tem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...