História Troubled Love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Pattie Mallette
Tags Bieber, Justin
Visualizações 141
Palavras 1.132
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOOOOOOI PESSOAS LINDAS *-*
Continuei rapidinho viu?
Obrigada pelos comentários no capitulo anterior :D
BOA LEITURA! <3333

Capítulo 4 - Wheres your girlfriend?


Fanfic / Fanfiction Troubled Love - Capítulo 4 - Wheres your girlfriend?


 

Logo que cheguei em casa joguei a bolsa no sofá da sala e fui em direção a cozinha. 

- Droga! - Ouvi uma voz masculina e rouca 

- Justin! - gritei correndo até lá. 

- Emy! - Pulei nele e o abracei 

- Que saudade! Caramba você está definido... 

- É, e você continua pequena! - Ele me zoou e riu 

- Ah, eu cresci... 

- Só um pouquinho - fez um pouquinho com as mãos - O que houve no pé? 

- Machuquei no colégio, mas eu estou legal já! 

- Aposto que não durou cinco minutos no jogo - ele disse rindo 

- Errou, eu nem entrei nele - Nós rimos 

Eu aos poucos fui parando de rir, comecei a observá-lo seus olhos sempre foi minha perdição eram duas bolas de caramelo, sua boca totalmente desenhada, pequena e macia, ele é o tipo de cara perfeito para uma garota perfeita ou seja não é pra mim. 

Flashback 

Era a maior arvore daquela escola, os alunos costumavam ficar atrás dela escondidos, eles eram pequenos. 

- Emy a gente vai ficar junto pra sempre! 

Justin disse olhando nos olhos da garotinha ingênua, logo estavam pela primeira vez encostando seus lábios uns nos outros em um primeiro beijo. 

Aquilo foi diferente para ambos e rápido. 

Ao separarem os lábios sorriram, Justin pegou uma pedra e ali naquela arvore marcou dentro de um coração suas iniciais. 

Flashback 

- Emy, o que foi? 

- Nada... Eu vou lá tomar um banho. 

- Você vai querer almoçar? Vou colocar no os pratos no microondas. 

- Está bem, eu vou ser rápida! - dei um beijo na bochecha dele 

Subi fui até meu quarto, desenrolei a faixa do meu pé, peguei uma peça confortável de roupa na minha mala e peças intimas. 

Tomei um banho não muito longo pois estava faminta, me troquei, penteei meus cabelos os predendo em um rabo de cavalo auto. 

Desci e Justin estava terminando de por a mesa. 

-Então como foi aqui depois que fui embora? - perguntei pra ele 

-Eu senti sua falta! - ele disse fazendo biquinho e fez meu coração acelerar 

-Eu sei, todos sentiram! - rimos 

Eu não queria que o que eu sentia por ele antes voltasse, não queria ser a amiga boba que ouviu ele dizendo que estava apaixonado pela garota mais sem sal do colégio. 

- Quando se tornou tão convencida assim Emy? 

-Oras eu não estou sendo convencida, estou sendo sincera! 

-Eu continuo no mesmo colégio, mas agora eu sou o capital do time de basquete, e estou

fazendo um estagio com seu pai na empresa. 

- Ual, pra quem criticava o time de basquete agora ser o capitão... 

-Eu estava com os garotos na quadra fazendo uma daquelas disputas sabe?! - assenti - O treinador viu e nos obrigou a fazer o teste passamos, depois James saiu do time por problemas familiares e acabei virando capitão! 

-Legal! 

- E você Emma? 

-Bom eu estava fazendo um estagio de moda lá com minha avó e estudando, apesar de não gostar muito do estagio até que era legal. 

- E porquê você voltou? "Ah, porque minha vó me pegou com a boca na botija ou melhor dizendo no pênis do meu grande e querido primo!" É claro que eu não iria dizer isso. 

-Porque senti saudades e estava dando um pouco de trabalho pra vovó...- rimos 

-Muitos namorados? - ele perguntou arqueando uma sobrancelha 

-Não, digamos que um pouco rebelde. 

Terminamos de lavar a louça e fomos pra sala ele sentou no sofá todo largado e eu me deitei no mesmo apoiando a cabeça em sua perna. 

-Quer ver um filme? - ele perguntou umedecendo um pouco os lábios 
Me levantei e encarei seus olhos, me aproximei. 

-Na verdade eu quero... 

-Mas o que você está fazendo com essa garota assim?! 

Uma garota baixinha de cabelos claros e olhos grandes perguntou nos encarou, aparentemente brava pela nossa proximidade. 

-Bruna? - ele se levantou e foi até a garota - Não ouvi a campainha. 

-Não acredito que estava preste a me trair com essa vadia , foi pra isso que me chamou aqui? Pra presenciar isso? - ela gritou estapeando o peito dele 

-Ou, calma aí garota! Vadia não! 

-Bruna para de show! Ela não é nenhuma vadia é a filha do Gregori. 

-Está falando a verdade?- perguntou manhosa e beijando o pescoço dele 

"VADIA" 

-Claro que estou! Nunca teria nada com a pirralha da Emy - ele sorriu pra mim 

Aquilo machucou pra caramba, ele era um idiota, dei um sorrisinho amarelo pra eles. 

-Além dele ser quase meu irmão, Justin é muito criança pra mim! -Justin elevou uma de suas sobrancelhas - Estou indo pro quarto, aproveitem crianças. 

Dei as costa e subi. 

Quem ele pensa que eu sou? Uma criança? É claro, ele deixou isso bem claro lá em baixo Emma sua grande idiota. 

Me joguei na cama e coloquei uma seleção de musicas pra tocar, fechei os olhos e acabei dormindo. 

POV. Justin 
 

(...) 

-Pra onde você vai? 

-Bebê sabe que não posso ficar, daqui a pouco o meu pai chega em casa e eu tenho que está lá. - ela disse enquanto pegava suas roupas jogadas no chão e as vestindo 

-Fala serio Bruna! - revirei os olhos- As vezes eu acho que você não é maior de idade e sim uma menininha de quatorze anos preocupada com a bronca que vai levar do "papai". - falei irritado 

-Talvez quando você for falar o senhor General! - falou saindo do quarto e eu a acompanhei 

-Além disse ser muito século três, o que a gente tem nem é serio...-falei enquanto descíamos as escadas e ela parou na mesma 

-O que está querendo dizer com isso? - falou meio alterada 

-Quê adoro o nosso sexo só que temos um relacionamento aberto e se eu for falar com seu pai não será mais assim! - disse como se fosse obvio 

-Bieber você é um idiota! - disse e saiu batendo a porta 

Me sentei no sofá liguei a televisão e fiquei zapeando os canais. 

-Ótimo nada de interessante passando! 

-Falando sozinho Bieber? - a voz de Emy me fez virar em direção a escada 

-Emy, pensei que tinha saído. 

-Eu estava no meu quarto, cadê a sua namorada? - Ela se sentou no outro sofá 

-Ela não é a minha namorada. -Hum... Eu estou com fome! - já era noite

-A Maria não está aí, vamos pedir uma pizza? 

- Você liga! 

-Ótimo continua me explorando! - fiz uma cara de sofrido 

-Larga de drama e vai logo porque eu estou com fome e eu posso virar uma canibal e começar a atacar os humanos da casa. - ela disse de um jeito sexy sem perceber ri e fui ligar para uma pizzaria. 

 


Notas Finais


CONVERSEM COMIGO NO ASK!
Beijos e até o próximo.
Ask: http://ask.fm/indhyliima
Me sigam no meu twitter: @IndhyLiima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...