História TroublezZzZ - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Leonardo DiCaprio
Personagens Leonardo DiCaprio, Personagens Originais
Tags Dicaprio, Dicaprio's, Leo Dicaprio, Leonardo Dicaprio, Leonardo Dicaprio Romance Dicaprio's
Exibições 17
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Na foto de capa, o amor da minha laifezinha <3

Capítulo 12 - Surpresa dupla.


Fanfic / Fanfiction TroublezZzZ - Capítulo 12 - Surpresa dupla.

Atendo.

“Leo? É o Cole, se você se esqueceu de mim já pode desligar.” Ele ri.

“Como esqueceria?” Falo  tentando ser fofo, mas pra mim isso era muito forçado.

“Vamos no cinema? Ou podemos ver um filme na minha casa, se quiser.”

“Eu fiquei com dor de cabeça depois que voltei do acampamento, posso te ligar amanhã? Essas dores nunca duram mais que um dia e vou estar melhor amanhã.” Tento conseguir tempo.

“Tudo bem, desde que não esteja me dando um fora.” Ele fala convencido, parecia risonho.

“Jamais.” Minto na maior cara dura perante a situação que eu me encontrava, ele achou fofo.

Nos despedimos logo em seguida e desligamos, eu precisava de tempo pra assimilar tudo aquilo.

 

O sol já estava quase se pondo, naquela tarde eu apenas fiquei olhando pra Tv, as vezes pra tela do celular, porém tudo muito vago e apenas passadores de tempo. Lembro que eu tinha que ir procurar emprego, na minha atual condição financeira eu talvez nunca precise procurar emprego, mas a sensação de comprar algo que seja realmente meu, fruto do meu trabalho, seria um ponto a mais, além do mais eu sou um desocupado sedentário que passa as tardes pensando em como fazer o frenesi de existir sem sentir se tornar meu cotidiano.

 

Volto minha atenção novamente ao problema Cole, já pensando em como vou perguntar, lembro que talvez ser direto ajude, ou estrague tudo e eu me arrependa depois.

 

 

Ligo pra ele.

 

 

Depois de um tempo do celular tocando.

“Mudou de idéia?” Cole fala do outro lado da linha, ele estava sorrindo.

“Sua namorada se importa de você ir no cinema comigo?” Falo.

“...” Ele fica dessa maneira, de vez em quando ouço um “hã...”, mas logo se esvai.

“Cole, não estou irritado com você.” Falo.

“Porque?” Ele pergunta.

“Porque só decepção é o que eu sinto, mas não me surpreendo de você ter toda essa imagem de cara perfeito e não ter algo de sapo.” Falo e suspiro logo em seguida, eu não queria chorar.

“Eu posso explicar tudo isso, nós estamos com muitos problemas entre nós, eu ia terminar com ela hoje.” Ele fala, parecia verdade.

“...” Não falo nada.

“Eu me apaixonei por você, não tenho espaço pra amar ela mais, ela também não me ama...” Ele fala, tudo parecia ser verdade, porém eu não iria ceder, ele fez pior que mentir, ele omitiu.

“As vezes omitir é pior do que mentir.” Falo com um certo arrependimento e dor no coração, eu também acabei me apaixonando por essa imagem dele, eu me entreguei pros sentimentos que eu projetei nele.

“Escuta, Leo, eu nunca fui outro com você, o cara que você beijou antes de ir era eu, por favor, pensa bem.” Ele fala, acho que ele pressentia que eu estava prestes a desligar. Pra sempre.

“Já escutei tudo que eu tinha que ouvir, vai doer? Vai, mas nenhuma dor é eterna.” Tento ser o mais seco possível, eu não queria usar palavras sofisticadas, não queria formular uma frase mais dramática, só queria que ele sumisse.

“Eu não vou desistir de você.” Ele fala.

“Problema seu.” Respondo e desligo, bloqueio o número dele.

Naquele momento eu noto que acabo chorando involuntariamente, as lágrimas simplesmente caiam do vazio que eu sentia no peito, eu estava desacreditado das pessoas.

E pensar que eu quase pensei nos nomes do nossos cachorros, eu me entrego demais a quem nem sequer quer receber, o amor é lindo, mas o amor romântico talvez não seja para mim.

 

 

Já estava à noite, eu estava com uma blusa azul de mangas curtas, meias brancas que estavam sujas de eu caminhar apenas com elas, e uma cueca samba canção, estilo de quem não queria nada com nada. Ouço alguém bater na porta.

Visto um jeans azul escuro e atendo a porta, me surpreendo ao ver dois homens muito bem vestidos com um terno azul de tom discreto.

“Mr DiCaprio?” Ele fala, ele era um pouco mais baixo que eu, mas mesmo assim já me intimidava.

“Não sei se tenho idade pra ser senhor, mas é ele mesmo.” Olho eles da cabeça aos pés rapidamente. “Quem pergunta?”

“Somos detetives, sua mãe está?” Se ele era realmente um detetive como dizia o distintivo que eles mostraram, ele saberia que ela quase não está em casa, acho que ele estava abrindo uma brecha pra algum assunto.

“Não, ela está trabalhando.” Falo.

“Pois bem, sua mãe foi investigada pela polícia, concluímos basicamente que ela consegue dinheiro ilegalmente.” Ele fala como se eu não tivesse capacidade de entender um relatório mais elaborado, porém ignoro.

“Não vai me dizer que...” Ele me interrompe.

“No momento ela já está sendo levada pra prisão, meu parceiro achou que você fosse querer saber com antecedência.” Ele fala.

Depois disso ele me passa as coordenadas da prisão, se despede e sai.

Uns estariam sem chão ao saber dessa notícia, eu não me preocupei excessivamente porque já estava sobrecarregado. Conhecendo minha mãe ela não iria ficar nem um dia lá.

O que mais me surpreende é eu nunca ter desconfiado, tudo faz sentido, a dedicação excessiva ao trabalho, o dinheiro exorbitante que ela dizia que eu podia gastar por mês. Minha mãe é da pesada.

 


Notas Finais


O mundo é das mães solteiras.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...