História True Disaster - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 7
Palavras 1.727
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Hangover



 Acordei no dia seguinte sem ressaca alguma, recebi mensagem da minha assessora, Sarah, dizendo que iria vir até minha casa com alguns produtos, maquiadores e fotógrafos, eu precisava tirar fotos com o produto que algumas marcas tinham me mandado para postar no Instagram com uma divulgação. As fotos tinham que parecer tiradas naturalmente, como se eu realmente usasse aquilo ha muito tempo, mas não podiam ser muito simples também, tinha que ser algo chamativo e bonito para as pessoas se interessarem.
Logo depois vi as conversas do grupo que havia sido criado noite passada:
Lana: Queria compartilhar minha tristeza com vocês, perdi um pé do Louboutin que estava usando ontem na balada e chorei pro motorista do Uber dizendo que minha faculdade era muito difícil
Yan: E eu fiquei tentando consolar ela o tempo todo
Yan: O choro no Uber não foi nada comparado a quando ela percebeu que perdeu o sapato
Dylan: Então quer dizer que vocês ficaram juntos o resto da noite? HMMM
Lana: NÃO ACONTECEU NADA
Lana: Falando nisso.. Você sumiu
Dylan: Tava chato lá, não quis ficar. Não tocava Beyoncé
Lana: Alguém tem noticias do Theo?
Dylan: Ele foi embora na mesma hora que eu, teve um imprevisto...
Less: ALGUÉM MAIS TÁ DE RESSACA? PFVR ME DIZ QUE NÃO É SÓ EU
Less: Eu to no banheiro de uma casa que eu não conheço, alguém me busca?
*Less compartilhou uma localização*
James: Gata não pira, você tá em casa!!!
James: Ignorem ela
Less: Ah é, lembrei que vomitei no seu colo ontem
Lana: Então nem rolou nada?
James: Depois do vomito todo mundo broxa
Comecei a rir dos assuntos do grupo, e nem percebi que havia mais mensagens a serem lidas, eu sempre deixava algumas pessoas no vácuo pois recebia muitas mensagens de caras tentando conseguir algo comigo, e era cada absurdo que eu recebia!
Até que vi uma mensagem do Justin.
Justin: Bom dia Meg! Já ta morrendo com a ressaca?
Dei risada e vi que ele estava online, respondi na hora e começamos uma conversa.
Meg: Bom dia Justin!! Eu estou bem, ufa!
Justin: Nossa eu tive que acordar cedo hoje, to morrendo até agora
Justin: Devo estar pior que você e nem bebi
Meg: Vou até ai jogar café na sua cara
Justin: Por favor
Meg: Não falou nada no grupo por que?
Justin: Tava esperando você acordar, já sabe o mimimi que vai ser quando aparecermos lá né?
Meg: Sei muito bem
Fui olhar outras mensagens e também tinha mensagens de Less bêbada dizendo que tinha vomitado no James, ela havia ido embora de Uber com ele pois estavam muito bêbados, e quando foram tentar transar ela estragou tudo. Apenas dei risada pois muitas das mensagens estavam impossíveis de ler, e tinha muitos áudios dela rindo e chorando também.
Fui olhar o grupo e vi Justin digitando, fiquei esperando até ele finalmente enviar sua mensagem
Justin: Eu levei a Meg embora, a bicha tava mal eim
Meg: Nem tava, se cale Justin Bieber!!
Less: Então foram embora juntos mesmo?
Meg: Shhh, não rolou nada, e nem foi porque eu vomitei nele igual certas ai...
Meg: Até porque nem vomitei
Less: JOGA NA CARA MESMO AMIGA
Meg: Vou trabalhar agora amigos, qualquer coisa mandem mensagem privada
Lana: Quem trabalha de verdade é eu e a Less, você só tira fotinha
Meg: Ganho a vida com as fotinha sendo muito feliz okay? Enquanto vocês ficam resolvendo processo dos outros, que chato
Silenciei o grupo pois tinha coisas à fazer, então fui tomar meu café da manhã, panquecas e um suco de laranja, depois tomei um banho e fiquei esperando Sarah chegar com a equipe, não demorou muito e eles chegaram.
Fizeram minha maquiagem, escolheram minha roupa e conversamos sobre como seria as fotos e o planejamento de postagem para que não ficasse muitas coisas seguidas. Tirei algumas fotos com os produtos, com varias roupas diferentes, e umas sem os produtos para ter o que postar entre os dias que não postaria propaganda. Foi cerca de 4hrs desse trabalho, até que finalmente terminamos. Percebi que era meio-dia, hora do almoço! Até que recebi uma mensagem de Justin me convidando para almoçar com ele
Justin: Tá ocupada agora a tarde? Vou ter um tempo livre e isso significa que é hora de comer pra caralho
Justin: Quer ir comigo? Te deixo escolher onde vamos
Meg: Claro! To morrendo de fome, fiquei 4hrs trabalhando aqui
Justin: Passo para te pegar na sua casa daqui meia hora, esteja pronta.
Meg: Ok.
Mandei a localização para Justin caso ele tivesse esquecido e informei o numero da minha casa, já que ele teria que falar quando chegasse na portaria. Como eu já estava com a maquiagem que fizeram em mim, não precisei fazer nada, só troquei de roupa para algo mais casual.
Lembrei da noite passada, mais especificamente do momento que Justin assumiu que queria me pegar enquanto fumava um cigarro, isso me fez ter vontade de fumar, tinha um mercado perto do condomínio e eu precisava caminhar um pouco, peguei minha bolsa e sai a pé mesmo em direção ao mercado para comprar cigarros.
Depois de alguns minutos de caminhada cheguei lá finalmente, comprei os cigarros que queria e voltei para casa, eu não gostava de fumar enquanto andava, por isso não abri eles no caminho.
Chegando em casa eu deixei minha bolsa perto da porta, peguei uma xícara de café que a empregada deve ter feito enquanto eu dormia e fui até a varanda do meu quarto. Me sentei no sofá que ficava lá e observando a vista acendi meu cigarro, fiquei lá fumando e tomando meu café enquanto olhava as coisas do Instagram, as fotos que eu tinha tirado hoje ainda iam demorar uns dias para me mandarem, porem eu tinha outras já programadas para postar, e assim fiz. Logo percebi o interfone de casa tocando, provavelmente Justin havia chegado. Fui correndo para atender com a xícara de café na mão e a bituca do cigarro que havia acabado de fumar, atendi o interfone e dito e feito! Era Justin.
Autorizei a entrada dele e desliguei o interfone, enquanto ele não chegava até aqui, fui até a cozinha, deixei a xícara na pia e a bituca no cinzeiro que ficava na sala. Peguei minha bolsa que havia deixado perto da porta e estava tudo certo, em poucos minutos ouvi o barulho do carro de Justin e já abri a porta para sair.
Ele estava dirigindo uma Ranger Rover preta, o som do carro tocava algum rap que eu não conhecia em volume alto, entrei no carro e ele me deu um beijo no rosto, coloquei o cinto e não disse uma palavra, esperei-o puxar assunto.
- Então... Onde quer ir? - disse Justin.
- Ah, tem um restaurante lá no centro que tem a comida muito boa, eu adoro frango e o frango grelhado de lá é ótimo!
- Acho que eu sei onde é! Fica em uma esquina, perto de uma loja da Forever 21?
- Sim! Esse mesmo! - eu disse e Justin se calou.
Estávamos tão sem assunto dessa vez, acho que o álcool contribuiu ontem para a gente conversar tanto e por tanto tempo. O sol me incomodava um pouco, talvez eu estivesse com um pouco de ressaca da noite de ontem.
- Então.. Você fuma maconha? - Justin perguntou. Me assustei com a pergunta por ter vindo do nada esse assunto, mas respondi normalmente
- Eu gosto, mas não fumo com tanta frequência, só em algumas festas.
Ele então pegou um cigarro de maconha do bolso, junto com um esqueiro e me entregou. Eu fiquei sem entender e não sabia o que fazer.
- Se não quiser tudo bem, você pode guardar e fumar em casa, achei que gostaria já que ontem ficou me pedindo para fumar.. Mas aquele era cigarro normal.
- Ah eu já fumei hoje, lembrei disso também. Aceito guardar isso aqui pra outra hora.
Peguei somente o baseado da mão dele e guardei na minha bolsa, chegamos no restaurante em pouco tempo, ele colocou o carro no estacionamento do local. Entramos no restaurante, pegamos uma mesa perto da janela e logo fizemos nossos pedidos, pedi frango e ele macarrão.
- Então, vai ter uma festa na minha casa amanhã, gostaria que fosse. Pode levar o pessoal também - disse Justin - Eu queria falar primeiro pra você porque faço mais questão de que você vá
- Tudo bem, eu vou!- eu respondi. Senti que Justin queria investir em mim, que queria mais que só uma amizade, eu não queria um relacionamento, mas precisava de uma diversão ultimamente... Eu mal me lembrava da ultima vez que tinha ficado com alguém pra valer, ou pelo menos com alguém que eu tivesse tido uma hora de conversa no minimo. - Ah, Justin o que vai fazer depois daqui?
- Acho que irei voltar pra casa, resolver coisas da festa... Por que?
- Queria te convidar pra ir em casa, tenho o resto do dia livre e queria aproveitar aquilo que você me deu sabe?
- Ahh, já entendi! Bom, a festa pode esperar mais um pouco, vou sim.
Nós sorrimos um para o outro, eu conhecia ele a bastante tempo apesar do distanciamento que tivemos desde então, mas quando nos reencontramos ontem foi como se a gente nunca tivesse parado de se falar. O que acontecesse eu iria adorar, desde só ficar fumando maconha falando bobagem até sexo, eu estava aberta a tudo que tivesse a ver com ele.
Ele era gato, legal, bom de papo, divertido, maravilhoso, bem sucedido, que mal tinha eu me envolver com alguém assim? Mesmo que fosse só por uma unica vez.
Nossos pratos chegaram, começamos a comer e no meio disso as vezes comentávamos algumas coisas sobre o local, a noite de ontem, Justin havia criado uma teoria de que Dylan e Theo tinham ficado e não contaram para ninguém pois Theo se diz hétero. Depois começou a me contar de coisas loucas que já aconteceram em suas festas, também falamos sobre coisas mais serias como trabalho, família e etc.. Mas o papo ficava meio tenso então sempre voltávamos para algo mais distraído. Já tínhamos terminado a refeição e continuávamos conversando lá... Até que uma hora ele pediu a conta, insistiu para pagar o meu prato também e depois disso fomos embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...