História True Love - Namjin ( Jikook, Vhope, Yoontaeseok) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Namjin, True Love, Vhope
Exibições 386
Palavras 1.365
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM AS NOTAS FINAIS❤

Capítulo 17 - Como tudo aconteceu..


Fanfic / Fanfiction True Love - Namjin ( Jikook, Vhope, Yoontaeseok) - Capítulo 17 - Como tudo aconteceu..

JIMIN P.O.V

Acordei em uma cama tão macia, me movimentei um pouco e senti uma pessoa ao meu lado,olhei e vi o Kook.. Droga.. Essa noite.. Foi a pior da minha vida..

-Não quero me lembrar disso!.. - Tapei minha boca quando percebi que eu pensei alto, e que o Kook poderia acordar com o barulho da minha voz. Ele se mexeu um pouco e suspirou, mas não abriu os olhos..

-Ufa.. - Eu disse baixo, respirando aliviado, mas logo levo um susto com a voz do Jungkook.

-KOOK-Bom dia ChimChim. - Ele disse sonolento dando um sorriso tão fofo.

-B-bom dia.. Desculpa se te-e acordei-i.. - Eu disse um pouco envergonhado, não pelo fato de ter acordado o menor, mas sim pela noite passada.. Ele me deu banho.. Aigoo que vergonha dele..

-KOOK- Eu já estava acordando ChimChim.. Mas então, está melhor? - Ele disso se sentando na cama, e logo me encarou um pouco preocupado.

-Pra falar a verdade.. Não.. Sinto meu corpo todo doer, algumas áreas mais que outras..

-KOOK- Quer me contra oque aconteceu? - Quando ele perguntou, respirei fundo e não hesitei em contar à ele oque aconteceu, ele merecia saber..

*FLASHBACK ON*

Eu estava dançando no palco, cada movimento ao som da música… Geralmente as pessoas me "comem" com os olhos, já me acostumei.. Mas naquela noite um homem estava me olhando fixamente sem parar um só segundo, era impossível eu não notar como ele me olhava.. Quando terminei o meu turno, sai do palco indo ao meu camarim, chegando lá me troquei e estava quase pronto para sair, mas faltando pouco tempo para eu sair a Jisoo pediu licença para entrar e pediu para falar comigo.

-JISOO- Jimin? Preciso falar com você.- Ela disse batendo na porta.

-Pode entrar. - Eu disse e ela abriu a porta, entrou e apenas encostou a mesma.

-JISOO- Tem um cliente que está interessado em você.

-Você sabe que não faço esse tipo de serviços. - Eu disse rindo de lado.

-JISOO- Sim eu sei, mas ele pagou um valor alto, e disse que é só para conversar com você.. - Ela disse mordendo os lábios, parecia tensa.

-Aigoo Jisoo! Deveria ter me dito antes eu já es.. - Fui interrompido por alguém que entrou, sem bater na porta ou mesmo pedir licença.

-???- Jisoo? Isso vai demorar? - Ele disse olhando a mesma fixamente.

-JISOO- Ele está quase pronto, o senhor pode esperar lá fora, por favor. - Ela disse abrindo a porta dando passagem pro rapaz e eu continuava confuso.

-???- Pelo o que vejo, ele já está pronto. - Ele disse com os pés firmes, não saiu do camarim e me olhava de cima a baixo.. Aigoo.. Ele é rapaz que me "comia" com os olhos, com certeza é ele que quer "conversar" comigo.

- Quem é você?

-???- Podemos conversar às sós?

-Sim.. Você pode nós dar licença Jisoo?

-JISOO- Ah claro, desculpa. - Ela saiu rapidamente e fechou a porta.

-Então.. Quem é você?

-???- Alguém que te quer muito.. - Ele disse mordendo os lábios e se aproximando de mim, me deixando um pouco desconfortável.

-A Jisoo me disse que-e iremos apenas conversar-r. - Eu disse me afastando dele.

-???- Tudo bem.. Você já estava indo para casa?

-Sim, eu estava, o dia foi cansativo.. - Eu disse suspirando e ele riu de lado.

-???- Não quero atrapalhar você.. Vou te levar pra casa.. Vamos? - Ele disse girando a maçaneta da porta, mas sem abrir.

-Mas.. Você não qu.. - Ele me interrompeu falando calmo.

-???- Conversamos no caminho Jimin, eu não quero tomar o seu tempo.

Apenas dei um riso como resposta afirmativa, peguei minhas coisas e saímos do camarim. {…} Chegamos em um estacionamento que ficava ao lado da boate, andamos em direção até um carro preto, com os vidros muito escuros, me senti por um momento preocupado de sair assim com um total estranho, mas eu já estava ali, afinal, o que ele poderia fazer?.. Ele abriu a porta do carro para mim, dei um sorriso entrei e ele fechou a porta, deu a volta e logo entrou no mesmo.

-???-Então Jimin,onde você mora? - Ele disse ligando o carro, perguntou sem me olhar.

-Moro na rua ****** , não é muito longe daqui..

-???- Ah sim, eu sei onde é essa rua..

Começamos a conversar sobre coisas "bobas" ,mas ele parecia um pouco tenso e sério, mas ele era legal.. {...}

-Aigoo, não é por aqui que vai pra minha casa. - Eu disse rindo,mas ele permaneceu sério.

-???- Sim, eu sei Jimin.. Sei muito sobre você.. - Ele parou o carro, estávamos em uma rua escura, senti um pouco de medo, e meu corpo começou a tremer.

-Por que você-ê parou o carro-o? - Eu perguntei com a voz falha, engolindo seco.

-???- Vamos brincar um pouco Jimin… - Ele disse travando as portas do carro, e vindo em minha direção, logo reagi ao automático e dei um tapa em seu rosto, ele riu sacártico passando a mão no rosto.

-???- Não seja um garoto mal.. Isso me excita mais Aigoo.. - Ele disse colocando a mão em algo ao lado do banco, cheguei a pensar que fosse uma arma, mas logo senti meu corpo indo para trás, ele abaixou o banco por inteiro se deitando em cima de mim, roçando seu membro já duro em mim..

-Pare-e por-r favor.. - Eu disse já sentindo as lágrimas vindo.. Eu estava com muito medo.

-???- Ainda nem comecei.. Vou te foder logo. - Ele disse sussurrando no meu ouvido, fazendo com que meu coração batesse mais forte e pesado, eu não consegui conter e logo comecei a chorar. Apoiei minhas mãos no tórax dele, e tentei empurrar ele para cima mas eu não tinha forças.. Ele começou a me "sarrar" forte, fazendo meu membro doer, ele passava os seus lábios pelo meu pescoço, e logo chegou até a minha boca me beijando forte, não retribui e mordi forte o lábio inferior dele, ele deu um "grito abafado" e puxou os seus lábios.

-???- DROGA JIMIN! - Ele gritou, passando a mão na boca, a mesma estava sangrando, e ele ficou muito irritado pelo o que eu fiz. Ele me encarou com um olhar que parecia conter muito ódio.

-Por- favor-r não faça mais nada-a.. - Eu disse logo após o soco que ele me deu no rosto.. Doeu muito e eu continuava chorando.

-Você está muito levado.. Vou ter que fazer oque eu não queria.. - Ele disse se levantando e abrindo o porta-luvas, pegando de lá um potinho de plástico, abriu a tampa e apertou as minhas bochechas, pingou algumas gotas dentro da minha boca, era muito ruim o gosto, eu tentei não engolir, mas eu acabei engolindo.. Não demorou muito e comecei a me sentir fraco e um pouco tonto.

-Oque você fez-z comigo..

-???- Ainda nada… - Ele começou a tirar a minha calça, tentei evitar, mas não tinha forças nenhuma. {…} Ele me beijava, mas eu não retribuía, ele beijava as minhas pernas, beijava toda a minha área, ele abaixou a minha cueca, abaixou as calças dele junto com a própria cueca, arrumou seu membro em minha entrada e me penetrou com muita força, gritei alto de dor, e ele riu de mim.

-???- Ta doendo? - Ele perguntou irônico.

-Para-a por favor-r, não faça isso-o.. - Eu disse soluçando por conta do choro.

Ele me ignorou e continuou a me dar varias estocadas com minha força. {…} Logo depois que ele se sentiu satisfeito, vestiu a minha roupa e a dele, abriu a porta do carro desceu, e olhou para não ver se ninguém vinha, abriu a porta do meu lado, e me tirou de dentro me colocando a rua fria.

-Desgraçado-o, eu te odeio-o.. Eu disse cuspindo nele.

Assim que eu disse ele me deu um chute forte no estômago, me contorci no chão por conta da dor, minha entrada estava doendo muito.. Ele não se contentou apenas com o chute e começou a me dar tapas e outros chutes..

-???- Acho que agora está bom.. Adeus gostoso.. - Ele disse entrando no carro e saindo rápido.. Comecei a chorar e me senti com mais medo ainda.. Logo meu celular vibrou e vi que era uma mensagem do Kook e liguei para ele.

*FLASHBACK OFF*


Notas Finais


Gente, ontem não postei porque estou muito ocupada com uns trabalhos da escola, então desculpa❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...