História True Love - Namjin ( Jikook, Vhope, Yoontaeseok) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Namjin, True Love, Vhope
Exibições 440
Palavras 1.364
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FOTO DO CAP APENAS PARA ENALTECER A BELEZA E O MEU SHIPPE❤ ( sim, shippo Vhope e Yoonseok, na vdd shippo Yoontaeseok❤ ) TO MORRENDO COM ESSAS LIVES DIARIAS AAAAA. Okay, desculpa, me animei boa leitura❤

Capítulo 23 - Eu gosto de você..


Fanfic / Fanfiction True Love - Namjin ( Jikook, Vhope, Yoontaeseok) - Capítulo 23 - Eu gosto de você..


JACKSON P.O.V

Eu estava preocupado com o Mark, não somos namorados ou algo sério, apenas damos alguns beijinhos as vezes.. Ele nunca deixa eu passar disso. Sim, eu menti pro Namjoon sobre, eu disse para ele que so transava com ele, pois se eu falasse que ele não deixava nem eu pegar na bunda dele, ele saberia que gosto dele.Porque eu estava preocupado? Porque eu sabia que ele tinha algum sentimento por mim, por mais que negasse ou tentasse esconder. E também sabia que ele levava uma vida difícil, fui algumas vezes a sua humilde casa, muito simples e pequena, porém bastante aconchegante.

"Ligo para ele ou vou até a casa dele?"

Fiquei alguns minutos pensando nisso, e achei melhor ir na casa dele, sei que ele não iria atender minhas ligações.

Sai de casa, trancando a mesma pegando apenas os meus pertences importantes.

{…} Cheguei em frente à casa dele e parei meu carro. Sim, eu fui de carro mesmo sendo perto, eu queria chegar rápido lá, e se eu corresse iria chegar muito suado. Desci do carro e o tranquei, fui até a casa dele e toquei a campainha.

-YEZI- Oi-i.. - a disse um pouco tensa com a porta entreaberta

-Quero falar com o Mark.

-YEZI- Ele-e não está Jackson-n é melhor você ir. - Ela disse friamente fechando a porta, mas coloquei meu braço entre a mesma, impedindo de ser fechada.

-Por favor Yezi.. Ocorreu um mal entendido, e preciso falar com ele. - Eu disse suspirando.

-YEZI- Não sei bem o que aconteceu, ele tentou fingir está bem,mas vi as lágrimas dele.. Ele está no quarto. - Ela disse abrindo a porta me dando passagem. Me curvei brevemente como uma forma de agradecimento, e fui logo ao quarto dele, que se encontrava na parte de cima da simples casa. Fui me aproximando do seu quarto, e ouvi choros baixinhos vindo de lá, e ouvia também que ele murmurava algo entre os choros.

-MARK- P-por que gosto tanto-o dele, mesmo s-sabendo que.. Que não vale a pena-a..

Quando ouvi essas palavras baixas, e abafadas pelo seu travesseiro, senti meu coração um pouco incomodado ou algo parecido..

-Mark.. Posso-o entrar? - Pedi batendo de leve na porta do seu quarto.

-MARK- Jackson? V-vai embora, por favor-r!

-Não até você me escutar. - Disse firme e não quis mais ser educado e esperar ele abrir, eu mesmo abri e entrei sem avisar.

-MARK- O que quer?! - Ele disse frio se sentando na cama.

-Apenas deixar claro aquela cena que você viu, aquele era apenas um amigo, que precisava da minha ajuda. - Eu disse suspirando e o encarando firme nos seus olhos vermelhos e um pouco inchados.

-MARK- Amigo, todos são.. - Ele disse rindo nasalmente.

-Ya! Por favor Mark, não seja uma criança.. Ele está triste porque está com problemas com um garoto que gosta, e veio procurar um ombro amigo. - Eu disse me aproximando e rindo fraco.

-MARK- Tudo bem Jack.. Eu-u.. Desculpa,Aigoo.. Como sou bobo. - Ele disse tapando o rosto e respirando fundo.

-Não fale isso.. - Eu disse me sentando junto à ele na cama, colando nossos braços um ao lado do outro.

-MARK- É que.. Eu-u gosto-o.. De você Jack.. - Ele disse com uma voz falha e tímida.

-Também gosto de você Mark... - Eu disse suspirando, quase selando nossos lábios, mas não me deixei levar pela a emoção do momento.

-Mas-s, apenas como amigo, você s-sabe. - Eu disse com a voz fraquejada me levantando, eu não poderia falar para ele que gostava dele, ele era como uma flor delicada e eu não saberia como tratar ele como merecido.

-MARK- Sim-m, eu sei que.. - Ele disse pausadamente, se levantando e vindo em minha direção, parecendo ter algo a mais para falar.

-MARK- Sei que você mente Jackson.. Você não me quer apenas como um amigo.. - Ele disse baixo, perto do meu ouvido, me causando certos arrepios.

-Mark.. Eu.. - Ele selou nossos lábios em um beijo calmo, envolvendo seu braço em meu pescoço, eu segurei na sua cintura, puxando ele para mais perto, à procura de mais contanto. O beijo que era calmo, foi se tornando mais quente e mais necessitado, comecei a apertar a sua cintura e passar a minha mão por suas costas com uma certa força, me impressionei ao ver que ele não segurou meu braço me impedindo, ele nunca havia deixado.. Então me aproveitei da sua "bondade" e passei as minhas mãos por sua bunda, apertando com leveza, para não assustar ele. Paramos o beijo por falta de ar, e ele me olhava tímido e corado.. Aigoo, como e era lindo.. Ele segurou a barra da minha blusa e sem me olhar nos olhos começou a levantar a minha blusa, me assustei completamente com sua ação repentina, mas não o impedi de tirar a mesma. Ele jogou a minha blusa em uma cadeira que tinha no seu quarto, e passou a suas mãos por todo meu abdômen totalmente definido, e eu podia sentir a sua respiração pesada e ofegante. O puxei para mais um beijo, e quando eu fui selar nossos lábios, a porta do seu quarto foi aberta sem permissão e sem nenhum aviso.

-MINSEOK- Mark? Jackson? O que vocês estão fazendo? …

TAEHYUNG P.O.V

Depois do dia em que vi o Hoseok na boate, não tive mais contato com ele, e devo assumir, que senti falta de sua companhia, então como no dia em que o vi na boate trocamos nossos números, quis mandar uma mensagem para ele. Hoje a noite era meu dia de folga, decidi chamar ele para vir até minha casa me ver.. "Me ver"..

*CONVERSA ON*

EU: Hoseok? [15:11]

*CONVERSA OFF*

Fui ver as minhas outras redes sociais, já que não tinha nada para fazer, e esperava o Hoseok me responder, que na verdade não demorou nem 5 minutos.

*CONVERSA ON*

-HOSEOK- Oi Tae! Sentiu minha falta apenas agora?! [15:13]

EU: Aigoo, não seu bobo, apenas não tive tempo antes.. Então, o que acha de vir à minha casa hoje a noite? Estarei de folga. [15:13]

-HOSEOK- Que horas? *moon face* [15:14]

EU: Às 20:00, certo? [15:14]

-HOSEOK- Certo, agora tenho que trabalhar, até a noite Tae. [15:15]

EU: Até Daddy.. [15:15]

*CONVERSA OFF*

Daddy? Sim, eu quis provocar ele.. Quis já deixar o "recado" do que eu queria fazer com ele essa noite..

BAMBAM P.O.V

A manhã não demorou muito para passar, até porque passei a manhã toda jogando e assistindo alguns desenhos. Como hoje seria meu último dia de "folga" até meu pai voltar, decidi chamar o Yug para passar o resto tarde comigo.

*CONVERSA ON*

EU: Yug? Vem aqui hoje, estou entediado. [15:40]

*CONVERSA OFF*

Coloquei o celular no bolso e fui até a cozinha para pedir que a empregada fizesse algo para eu comer, e um pouco à mais, caso o Yug viesse.

-Mi? Faça algo para eu comer por favor, estou faminto. - Eu disse rindo e um pouco alto para que ela me escutasse, me sentando no sofá da sala.

-MI- Aigoo criança! Você acabou de almoçar.. Assim vai virar uma bola! - Ela disse rindo e vindo em minha direção.

-Eu? Virar uma bola? Acho que é bem difícil, estou tão magro. - Disse fingindo está triste, para ela me trazer algo bem gostoso.

-MI- Você não tem jeito em Kunpimook! - Ela disse rindo e bagunçando meu cabelo, indo logo para cozinha fazer algo para mim. Senti meu celular vibrar em meu bolso e vi que era uma mensagem do Yug, logo abri a conversa para ver se ele viria.

*CONVERSA ON*

-YUG- Certo, eu irei, logo chego ai. [15:55]

*CONVERSA OFF*

Apenas li a sua mensagem e não respondi, já que eu não precisaria fazer um drama o implorando para vir..

JIMIN P.O.V

Após chegar em minha casa, me joguei em minha cama suspirando fundo, pensando no Jungkook.. Ahh Jungkook.. Você meche tanto comigo..

"Será que ele me chamou com segundas intenções..?"

Eu estou sentindo uma vontade enorme de ter ele ao meu lado.. Mas apenas isso, eu não tenho cabeça para outras coisas, como sexo.. Mas não posso negar que no momento que quase nos beijamos, me esqueci do que aconteceu na noite passada. Eu preciso tentar esquecer daquela noite.. Aquele rosto.. Aquele homem.. Nunca me esquecerei.. Se eu ver ele um dia novamente, nem sei o que farei..


Notas Finais


Até amanhã. Kisses bye💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...