História True Love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Adele Station, America Singer, Aspen Leger, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais
Tags América, Amexon, Maxon, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 114
Palavras 1.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee *acenos* amorecos lindos do meu core, mil desculpas pela demora de verdade, é que minha vida está uma loucura total, mas eu prometo que vou tentar postar sem muitas demora.
Bom sem mais delonga, vamos ao cap que eu sinceramente espero que vocês gostem!!
Kisss😘😘😘😘😘
Boa leitura!!!!!

Capítulo 8 - O Jantar


              [Maxon P.O.V]

Estava em frente ao espelho terminado de vestir meu terno, para mais um dia de trabalho, havia acordado mais cedo tinha uma pilha de projetos para analisar, precisava chegar mais cedo. Peguei minha pasta e sai para a empresa, antes de entrar ví apenas Carmen que me cumprimentou com um sorriso, America não estava em sua mesa era cedo demais, entrei em minha sala e para a minha surpresa lá estava ela depositando na mesa um copo de café.
_ Bom dia - disse fazendo ela me olhar.
_ Bom dia - ela sorriu - Vim deixar o seu café - ela se afastou da mesa e se aproximou de mim.
_ Obrigado - disse sorrindo.
Havia passado algumas semanas desde que ela começara a trabalhar aqui, e eu sabia que ela ia pegar o jeito, e pegou, na verdade ela estava se saindo incrivelmente bem, eu sabia que não ia me decepcionar.
_ Obrigado - disse.
_ Não há de que - ela disse.
_ Você vai ao jantar de amanhã? - indaguei indo pegar o copo.
_ Sim, Marlee e Celeste me fizeram jurar que ia - disse America.
_ É bem a cara delas mesmo - disse.
America apenas riu, e sua risada melodiosa entrou em meus ouvidos e encheu meu coração de algo novo, bem eu conhecia o que era aquilo, mas era diferente, com America é estranho e ao mesmo tempo afinal não tinha o menor indicio de que nós teríamos uma relação além da amizade, éramos bons amigos e colegas de trabalho mas nada além disso... Poderíamos ser...
_ Poderia por favor repassar esses orçamentos para Carmen - pedi entregando algumas pastas para ela.
_ Claro - ela disse.
_ Obrigado.
_ Ah antes de sair preciso avisar que a sua tia ligou - disse ela parada perto da porta.
_ E o que ela queria? - indaguei.
_ Ela ligou para avisar que semana que vem é o aniversário de Joly - disse ela.
_ Wow é verdade - disse.
Acabei esquecendo de que minha prima mais nova completaria mais um ano de vida.
_ Obrigado por me lembrar - disse rindo.
_ 'Nada - ela disse saindo da sala me deixando com aquele sentimento.

                   🌼🌼🌼

             [America P.O.V]

Tinha chegado em casa, era cerca de sete da noite, encontrei a mesa cena de sempre, meu pai sentado no sofá assistindo o jornal da noite, Gerard brincava no meio da sala com vários carrinhos em miniatura, minha mãe deveria estar na cozinha ou no quarto costurando, May tinha ido dirimir na casa de uma amiga da escola.
_ Olá - disse anunciando minha presença.
_ Ames - disse Gerard sorrindo e correndo até mim para me abraçar.
_ Meu ruivinho - disse beijando a cabeça dele.
_ Vem brincar comigo - ele chamou.
_ Daqui a pouco eu vou - disse sorrindo.
_ Deixa sua irmã descansar um pouco - disse meu pai.
_ Tudo bem - disse ele voltando para onde estava.
_ Como foi hoje? - indagou meu pai.
_ Foi tudo bem - disse sorrindo.
Ele sorriu e não disse mais nada apenas voltou os olhos para a TV onde passava uma reportagem sobre um estelionatário que estava sendo procurado, não dei muita atenção segui para o meu quarto onde encontrei minha mãe sentada na minha cama com um vestido azul em mãos.
_ O que está fazendo? - indaguei fechando a porta atrás de mim.
_ Seu vestido para amanhã - disse ela - afinal vai que encontra algum pretendente, apesar de eu achar que já tem um - ela disse essa última parte em um sussurro.
_ Não comece Senhora Singer - disse indo rumo ao banheiro.
_ Eu não disse nada de mais - ela se defendeu.
Entrei no banheiro ignorando as outras desculpas dela, mas eu sabia bem do que ela estava falando.
Há algumas semanas atrás Maxon foi gentil - como sempre é - e me trouxe para casa, minha mãe achou isso lindo, fantástico, como se isso fosse um pedido de casamento, e tudo piorou quando ele, por insistência dela, acabou jantando aqui.

Flashback on

Estava no carro de Maxon e ele me levava para casa, isso agora acontecia bastante sempre que eu passava do horário trabalhando ele sempre me deixava em casa, isso me assustava um pouco, não pelo fato dele me levar em casa, pelo contrário isso me deixava feliz, o que me assustava era a reação da minha mãe ela sempre agia como se Maxon e eu estivessem namorando ou completamente apaixonados um pelo outro o que não era verdade, mais ou menos... Mas isso não é um assunto que eu queira entrar em detalhes.
Assim que chegamos em frente ao meu prédio eu avisto minha mãe entrando, ela olhou para o carro e reconheceu.
Essa não!!
Ela parou no mesmo lugar e sorriu, Maxon abaixou os vidros e sorriu de volta para ela.
_ Oi - disse ela - eu sou a mãe da America, Magda Siger - ela se apresentou enquanto ainda estávamos dentro do carro.
_ Maxon Schreave - disse ele.
_ Muito prazer - ela disse.
_ O prazer é meu.
_ Obrigada Maxon, nos vemos amanhã - disse descendo do carro.
_ Mas você já vai? - minha mãe indagou.
_ Eu tenho que ir jantar... - ele começou a dizer.
_ Pode jantar conosco - disse ela.
Eu assistia a conversa deles dois sem ação, e cada vez ouvia menos, conseguia apenas ouvir meu sangue rugindo e meu coração martelando, o que era aquilo que estava acontecendo... Comigo?
Derrepente ví ele sorrir e descer do carro acompanhando minha mãe para dentro do prédio.
_ Vai ficar aí fora America? - indagou minha mãe.
"Vou sim, Obrigada" quis responder mas na verdade eu apenas entrei junto com eles dois.
Maxon era uma pessoa encantadora, e foi questão de minutos para que todos estivessem super amigos dele. Podia ver os olhinhos de May brilharem, e ela ainda sussurrou para mim "Ele é tão lindo" e eu não podia deixar de concordar com ela, Maxon era de fato lindo.
A conversa durou horas e eu sinceramente não sabia como reagir, na verdade as vezes eu fazia comentários mas o olhar da minha mãe sobre mim e Maxon me deixavam encabulada.
_ Foi ótimo, estava maravilhoso - disse ele para minha mãe que sorriu - Eu agradeço por me receberem.
_ Nós que agradecemos pela presença - disse meu pai com um olhar sugestivo de mim para ele.
Até tu brutus.
Depois do jantar acompanhei Maxon até a saída.
_ Obrigado mais uma vez - disse ele.
_ Nada - disse sorrindo.
_ Até amanhã America - disse ele me dando um beijo na bochecha e andando até o carro.
Não posso negar mas senti como se uma pequena corrente elétrica percorresse todo o meu corpo.
Sorri, foi inevitável ainda estava sorrindo quando voltei para o elevador e por incrível que pareça - ou nem tanto assim - minha mãe estava tentando entrar nele.
_ A senhora estava espiando?!? - disse indignada.
_ Eu estava me certificando America - disse ela.
_ De que? - indaguei.
_ Bom...
Ela tentou se justificar mas não tinha justificativa, fala sério isso era bisbilhotar.
_ Vocês vão ser um casal, vai por mim - disse ela.

Flashback off

Depois desse episódio minha mãe sempre fazia com que Maxon fosse citado em alguma conversa. Depois que eu contei a ela que seria madrinha da prima dela foi como se nós dois fossemos casar.
"Mãe é a Marlee e o Carter que vão casar" disse, mas como quase sempre acontecia ela não me deu ouvidos
_ O que acha desse? - ela indagou entrando com tudo no banheiro.
_ MAMÃE - disse chateada.
_ Ah America, eu sei como é o corpo de uma mulher, tudo o que você tem eu tenho, e além disso eu que te pari menina eu vejo isso tudo aí desde que nasceu... - ela começou a dizer sem parar.
_ Tudo bem, tudo bem - disse - deixa só eu me vesti, já estou terminado o banho.
_ Termina logo e vem experimentar esse vestido - disse ela saindo do banheiro.
Terminei meu banho e vesti meu pijama, saí do banheiro e encontrei minha mãe sentada na cama, terminado de arrumar o meu vestido, que só para constar é lindo.
_ Então o que acha? - ela indagou.
_ É lindo mãe - disse passando a mão no tecido macio.
_ Obrigada - disse ela - mas chega de falar experimente logo.
Eu experimentei o vestido que ficou perfeito, minha mãe era realmente boa naquilo.
_ Aposto que Maxon vai ficar doido quando te vir assim - disse ela.
_ Mamãe - a repreendi.
Mas no fundo, bem lá no fundo eu queria mesmo saber como Maxon reagiria quando me visse com quele vestido.


Notas Finais


Então? Por favor me digam o que acharam!
Eu não sei vocês mas eu estava sentindo falta da mãe da America. Juntando ela com a Marlee e Celeste esses dois vão ficar juntinhos logo, logo.
E é por isso que eu digo se preparem para romance por ele está perto, vocês podem sentir o cheiro!
Nos vemos nos comentários e/ou no próximo capítulo.
Kisss AMORECOXXXXXX!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...