História True Love Bandit - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Ally Brooke, Fifth Harmony, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Shawn Mendes, Zayn Malik
Exibições 56
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nem adianta eu pedir desculpas pela demora porque não vai adiantar. Até eu estou com raiva de mim mesma por isso. Cheguei até um momento em pensar em desistir dessa fic. Mas eu li as mensagem que vcs me enviaram, li todas! E percebi que não posso deixar vcs e nem TLB na mão! Eu amo essa história e amo vcs <3
Eu devo ter perdido muitos leitores :( Mas os fiéis estão aqui ainda né? haha
Sem mais delongas, boa leituraaaa e este capítulo está um pouco menor porém RECHEADO!
(essa da capa do capítulo é a personagem que faz o papel da Lorrany.)
Até as notas finais xx

Capítulo 11 - Se merecem.


Fanfic / Fanfiction True Love Bandit - Capítulo 11 - Se merecem.

 

22 de fevereiro de 2015 (sexta)

 

Lauren Jauregui Pov

                Depois daquela conversa com a Ally, subi para o meu quarto e passei o resto do dia tentando arrumar a bagunça que vivia em minha cabeça, até cair no sono, nem tive tempo de ler a pasta ainda.

Ouço vozes no andar debaixo, provavelmente são os pais de Ally. Decido me juntar a eles no café da manhã. Troco de roupa e desço as escadas.

-Bom dia Sr. E Sra.Brooke. –Sorrio tentando parecer simpática.

-Bom dia Lauren. –Eles respondem em coro.

-Bom dia Ally. –Dou-lhe um beijo no topo de sua cabeça e me sento ao seu lado.

Ver a família da Ally me faz sentir saudade da minha, faz-me lembrar de como éramos felizes antes disso tudo acontecer. Eu poderia estar agora tomando café com os meus pais, e não tentando me vingar da morte deles.

Levanto-me e vou em direção à cozinha, sinto Ally vindo atrás de mim.

-Vai sair? –Ela diz enquanto me vê pegando meu capacete em cima do balcão.

-Vou esfriar um pouco a cabeça, não se preocupe. –Digo sorrindo e vou em sua direção abraçando-a. Sinto sua respiração sendo descarregada em meus ombros.

-Você não tem noção do quanto é forte Lauren.

-Eu aprendi a ser forte, quando percebi que teria que me levantar sozinha. –Digo e respiro fundo. –Bom, vou nessa.

-Toma cuidado!  -Ouço a voz de Ally antes de fechar a porta. Subo em minha moto e a brisa fria de Brighton bate contra os meus cabelos antes de colocar o capacete. Ando literalmente sem rumo algum.

       Sento-me no banquinho de uma praça no fim do bairro, por sorte está vazia, hoje o tempo está nublado e frio, eu amo quando o tempo está assim, é como se o céu também tivesse seus dias ruins.

-Olha quem está aqui. –Reviro os olhos ao ouvir a voz enjoada da Lorrany que se aproxima.

-O que você quer garota? –Me levanto ficando a sua frente.

-Eu que te pergunto. –Ela fecha a cara e cruza os braços. –O que você quer com Louis? –Não consigo me segurar e solto uma gargalhada alta.

-Está com ciúmes, fofa? –Digo com um tom debochado.

-Ele é meu! –Ela grita e eu reviro os olhos já sem paciência. Parece uma criança de 5 anos brigando por algum brinquedo, o que Louis viu nessa garota?

-Por acaso tem seu nome nele? Me poupe dessa palhaçada né, por favor. –Me viro de costas com o objetivo de sair dali. –Tenho mais o que fazer. –Dou de ombros.

-Eu vi você saindo da casa dele ontem, eu sei que você dormiu com ele. –Lorrany diz e eu automaticamente paro de andar. –Você não vai roubar o Louis de mim, sua puta órfã. –O ódio subiu insanamente pelo meu corpo ao ouvir a ultima palavra sair daqueles lábios imundos, e quando vi já estava em cima da garota a machucando gravemente. Senti alguém me puxar e segurando-me forte, meus olhos ardiam de raiva.

-Sua louca! –Lorrany gritava desesperada com sua cara toda machucada. Bem feito.

-O que deu em você? –Sinto a pessoa me soltar e quando vejo era Louis com uma expressão nada agradável. –Porque fez isso com ela? –Louis me soltou e foi em direção a Lorrany a ajudando a se levantar. Ela também está exagerando.

-Porque eu fiz isso com ela? Olha, foi ela que começou, ela que... –Paro de falar. Se a Lorrany me chamou de órfã, alguém contou pra ela e quem sabe disso é só Ally e Louis. Fico boquiaberta.  –Onde eu estava com a cabeça em confiar em você Louis? Quer saber? Vocês dois se merecem. –Digo tentando segurar as lágrimas e os soluços.

-Nunca mais chegue perto dela. –Louis simplesmente se vira levando Lorrany até o seu carro, ele me encara por menos de três segundos e em seguida entra. Babaca.

Eu fico ali parada, imóvel.

     Como pude pensar que ele não abriria a boca pra ninguém, eu fui tão tola de ter contado isso para ele. O que eu tinha na cabeça?

 

                                                             . . .

    Chego na casa da Ally determinada em colocar meu plano em ação. Pego a pasta vermelha e começo a lê-la, página por página. Tem muitos nomes de pessoas aleatórias, e algumas fotografias. Encontro o nome dos meus pais, e há uma foto do meu pai com vários dados sobre ele. Na última linha está escrito “Dívida: R$ 350.000,00 Data de vencimento: 01 de Julho de 2008.’’ Alguns dias antes dos meus pais serem assassinados. Então foi esse a causa das mortes? Uma mísera dívida que acabou com vidas, incluindo a minha.

Lê essa pasta fez com que eu revivesse todo aquele passado terrível novamente. Fecho ela e a jogo de lado, fazendo com que um envelope preto caia no chão. Pego rapidamente e na frente do envelope está escrito “Contratos’’ Abro, e há algumas folhas com fotos e assinaturas de pessoas desconhecidas, menos uma. Eu reconheço o rosto de um dos filhos da puta que estava presente naquela noite, o mesmo que ligou para o Sr.Tomlinson dizendo que “a missão estava feita”, e que achava graça da situação. Mas ele se meteu com a pessoa errada. Aquela garotinha inocente e fraca que ele viu chorar de medo, agora é uma garota forte que não tem medo de nada, e que vai acabar com sua vida. Continuo lendo e encontro o que eu preciso, todos os dados dele. Pego meu celular e tiro fotos de tudo que eu achei naquela pasta, agora eu vou ter que achar um jeito de devolvê-la para a casa do Louis, mas não quero ver aquele idiota nem pintado de ouro.

Jogo-me na cama morrendo de dor de cabeça, agora só pretendo acordar amanhã, e colocar tudo em prática. Eles que me aguardem. Louis que me aguarde.

 

                                                              23 de fevereiro de 2015 (sábado)

 

 

-Amiga você não vai acreditar! –Antes mesmo de abrir os olhos consigo ver o clarão que vem da janela quando Ally abre as cortinas.

-Bom dia pra você também. –Dou um sorriso me sentando na cama. –Que horas são? –Digo junto ao bocejo.

-Oito horas. –Ela diz colocando as mãos na cintura e se pondo em minha frente.

-Ainda? Qual seu problema de me acordar em um pleno sábado as oito da madrugada? –Digo indignada, mas em seguida rio ao ver Ally boquiaberta.

-Madrugada? –Ela me bate com um travesseiro. –Que mau costume vocês da cidade grande tem em! –Rimos juntas.

-Mas diz aí? Qual a nova? –Dou dois tapinhas na cama para que ela se sente ao meu lado.

-A nova é que o prefeito decidiu vim amanhã de última hora, e Brighton avisou que haverá uma grande festa para recebê-lo! –Ally diz toda animada.

-Não to entendendo essa sua animação toda, as festas daqui são tudo sem graça. –Dou de ombros e Ally revira os olhos. –Tenho que te levar para as festas lá em Londres, aquilo ali que é farra de verdade. –Aperto seu nariz e ela imediatamente tira minha mão rindo em seguida.

-Mas vai se reunir Brighton inteira, incluindo gente de cidades vizinhas que vão vim também, vai ser mó festão! –Ela diz, fazendo-me interessar mais. –Sem contar que vai chover gatos de tudo quanto é tipo.

-Agora falou minha língua. –Rimos e vou em direção ao banheiro. Ally me segue.

-Vamos?

-Tá vamos... –Ally bate palmas comemorando antes mesmo de eu terminar a frase. –Mas eu vou arrumar um garoto bem gatinho pra você ficar okay?

-Não sei, você sabe que não me dou muito bem com essas coisas... –Ally se vira e se senta na minha cama. –Eu sou tímida demais, e sou muito sem jeito, não Lauren,eu to super de boa, não se preocupe. –Ela desconversa.

-Nada que uma boa catuaba não resolva. –Rimos. –Mas é sério, você tem 19 anos e só beijou na boca uma vez, você está perdendo a melhor coisa da vida menina! –Arranco uma gargalhada da Ally. E continuamos conversando em como essa festa podia dar o que falar, e esses fofoqueiros de Brighton terem assunto para o resto da semana.

Ally também me conta que todos estão comentando sobre a surra que dei em Lorrany, e que ela está inventando horrores de mim. Mas aquela vadia não perde por esperar.

-Eu te avisei que aquele Louis não presta. –Ally disse me dando um leve murro no ombro.

-Mas a hora dele vai chegar amiga não se preocupe. –Minha raiva já é visível apenas por tocar no nome dele.

-Ai Lauren, não gosto quando você fala assim, parece que você é uma má pessoa, mas eu sei que você não é assim. –Ally parece decepcionada.

-Eu não sou uma garota totalmente mal, no fundo eu tenho sentimentos, mas apenas pelas pessoas que significam algo na minha vida, agora pelo o resto? O resto eu quero que morra.

 

 


Notas Finais


Socorro! Estava com saudade de escrever!!
E olha, prometo que essa festa vai dar o que falar em...
Por favor amores, comentem! Eu amo ler os comentários e da mais ânimo de escrever TLB <3
Comentem o que acharam desse capítulo ou qualquer coisa, mas comentem please <3
Meu twitter: https://twitter.com/lifelouist
TRAILER DA FANFIC: https://www.youtube.com/watch?v=jCu-dzeNrgM
Amo vcs! Até o próximo capítulooo, bjss xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...