História True Love- Clalec - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Adolescente, Álcool, Alec Lightwood, Amigos, Amizade, Amor, Bebidas, Bissexualidade, Clace, Clalec, Clary Fairchild, Colegial, Comedia, Drogas, Festa, Fluffy, Homossexualidade, Insinuação Sexual, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Magnus Bane, Malec, Musica, Novela, Ódio, Paixão, Poesias, Revelaçoes, Rizzy, Romance, Saga, Sexo, Shadowhunters, Sizzy, Songfic, Traição
Visualizações 63
Palavras 1.620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello people. Espero que gostem, boa leitura *-*
PS: Eu ia postar amanhã esse capítulo, mas como ficou pronto hoje já, ai decidir postar agora <3

Capítulo 4 - Festa- Parte 1


Fanfic / Fanfiction True Love- Clalec - Capítulo 4 - Festa- Parte 1

Isabelle tinha chamado alguns amigos para ajuda-los na organização da festa. Alec e Clary ficaram encarregados de cuidar da decoração. Izzy disse que eram perfeitos porque Clary tinha um bom gosto e Alec era alto, oque eles acharam besteira, mas concordaram em trabalhar juntos, oque já foi um milagre.

-Alec, preciso da sua ajuda- disse Clary dando pulinhos para alcançar a parede

-Meu Deus como você é baixinha- ele vai até a ruiva e cruza as mãos, para ela colocar os pés

A mesma coloca o pé direito e da impulso, indo para cima e se segurando nos ombros largos de Alec, conseguindo equilíbrio e soltando, para colocar os pisca-pisca de cores variadas que estava tentando colocar.

-Vai rápido ai, meu braço tá começando a amortecer- ele diz olhando para cima em direção a Clary

-Já to descendo- ela diz com um pedacinho de durex na boca 

Quando a ruiva vai se abaixar, ela perde o equilíbrio e treme os pés. Seu coração gela e ela nem tem tempo de dizer algo, seu corpo caí para o lado e ela da um pequeno e baixo grito. Alec no último segundo sem pensar direito, mais por instinto segura ela. Os dois se encaram por alguns segundos, se afundando nos olhos verdes e azuis um dos outros, até Clary decidir falar:

-Obrigado...- ela diz como se estivesse saído do transe dos olhos azuis de Alec, pisando no chão e saindo dos braços fortes do moreno.

-De nada...- o mesmo responde meio sem jeito- Vamos voltar a arrumar

-Isso- ela saí dali indo em direção a caixa com as coisas que Isabelle entregou a eles

 

Depois de alguns minutos de silêncio, Alec percebeu que teria que buscar mais copinhos coloridos, que Iz falou que estavam guardados em uma sala.

-Merda...- ele diz baixo para si mesmo, mas Clary escuta, o olhando

-Oque foi?- ela pergunta franzindo o cenho e com as mãos na cintura

-Acabou os copos... Vamos ter que buscar mais lá onde a Isabelle disse- Alec vai andando na direção de Clary 

-Bom, vamos então- a ruiva sorri fraco e eles vão até lá 

Quando os dois chegam com a ajuda de informação de Izzy, eles abrem uma sala que tava mais para um armário de tão pequena. Se Alec esticar os braços para o lado somente um centímetro separa a mão dele da parede. 

Quando Clary entra, o moreno percebe um detalhe na porta

-Olha aqui- Alec aponta para a parte de dentro onde não tinha nenhum trinco- Eu vou segurar a porta porque se fechar ferrou, ai depois eu te ajudo a carregar 

-Beleza- Clary procura por todas as caixas que estavam uma em cima da outra, até achar uma cheia com os copos- Me ajuda aqui- ela levanta a caixa e indica com a cabeça para ele ajudar

Alec solta da porta e segura embaixo da caixa junto de Clary. Era realmente bem pesada

-Meu Deus porque tantos?- quando eles vão andar, percebem a porta se fechando

Alec não solta a caixa porque era pesado para só Clary segurar, então quando foi deixar no chão já tinha fechado. 

-Merda!- ele exclama batendo na porta

-Bosta!- Clary fala junto e o moreno tenta chutar a porta para abrir- Não vai funcionar- ela escorrega na parede

-Você tá com o celular?- ele pergunta parecendo desesperado

-Não, ficou lá fora- ela diz suspirando. A ruiva se levanta e vai até a porta, respirando fundo- ISABELLE!!!!- ela grita com toda a força e Alec coloca a mão no ouvido

-Jesus Fray...- ele se senta no chão fechando os olhos- Ela saiu. Disse que ia buscar mais salgadinho 

-Merda- ela se senta do lado dele, decidindo puxar o assunto uns segundos depois, já que iam ficar presos ali por um tempo- Não sabia que você sabia meu sobrenome- ela percebe que ele respirava fundo e estava de olhos fechados

A ruiva franzi o cenho e segura no ombro dele, tentando entender

-Hey... Oque houve?- até ela estranhou porque estava sendo tão gentil, mas parece que veio do nada 

-Eu tenho claustrofobia, e esse lugar é quase um armário- ele começa a ficar ofegante, tentando se acalmar 

-O meu Deus- ela fica de joelhos na frente dele, pensando como podia o acalmar- Calma, respira fundo- ele estava realmente nervoso, e Clary nunca viu ninguém assim- Tenta relaxar... Daqui a pouco a Isabelle chega e abre essa maldita porta- quando ela percebe que não estava adiantando nada, a ruiva começa a ficar desesperada, imaginando já que ele podia ter um ataque 

-Eu... Eu não consigo respirar- ele diz ofegante

-Ignore o espaço, e pense que estamos em...- a mesma tenta pensar- Em um campo, onde ventava bastante. Nesse campo haviam esquilos bem fofos. A brisa estava perfeita, e o vento batia nos nossos cabelos- por mais incrível que pareça, estava adiantando

A respiração de Alec começou a voltar ao normal, mas depois de alguns segundos ele começou a se desesperar novamente

-Hey, Alec... Olha pra mim- ela levanta o rosto dele, olhando em seus profundos olhos azuis- Respira fundo- ela segura no rosto dele e sente o suor escorrendo- Ta tudo bem, olha pra mim- a ruiva sorri- Imagine exatamente oque eu estava falando, só que dessa vez começando a chover, e tivemos que correr para o carro- ele continua olhando nos olhos verdes de Clary, e parece começar a se acalmar 

Depois de alguns segundos assim, a porta é aberta, revelando uma Isabelle preocupada

-Pelo Anjo!- ela exclama vendo os dois, logo Alec levanta em um pulo e sai ofegante, se sentando no chão do imenso quarto- Oque aconteceu?

-Viemos pegar mais copos, ai a porta fechou, e não tem trinco na parte de dentro- a ruiva saí e se senta no sofá, passando a mão pelo cabelo desarrumado e ainda meio sujo por conta do barro 

-Alec você tá bem?- Izzy abraça o irmão, que olha Clary sentada. Um leve sorriso se forma nos lábios dele e o mesmo mexe a boca falando um "obrigado". Quando ela entendeu, sorriu e assentiu para ele

Como pode o sentimento um pelo outro mudar tão rápido. As vezes se odiavam e as vezes se ajudavam... Confuso. 

 

-Vai logo Clary- gritou Izzy na porta do banheiro onde Clarissa tomava banho 

As duas foram para a casa de Isabelle e Alec, aproveitando que os pais deles não estavam, porque eles não gostam que os amigos de Izzy vá na casa. 

-Já vou!- grita Clary no chuveiro

Claro, Clarissa avisou a  mãe, que ficou feliz por ver a filha sair sexta a noite. 

Era 18:30, e a festa começava as 20:00. Clary ficou falando para Izzy que tinham tempo, mas ela disse que precisa de todo esse tempo e mais alguns minutinhos para se arrumar. 

-Pronto saí- a ruiva saiu do banheiro penteando o cabelo e enrolada na toalha

-Prova esse daqui- Isabelle da a ela um vestido justo e bem bonito

-Okay- ela diz analisando o vestido e indo para o banheiro.

Ela demora uns 2 minutos para colocar, pois era apertado. Quando a mesma termina, ela saí do banheiro e vai até Izzy, que sorri

-Nossa, você tem muita sorte de não ter peitos... Eu nunca posso usar isso sem sutiã- Clary

-Sério?- ela se olha no espelho- Não tá muito apertado?

-Claro que não, tá perfeito- a morena sorri e fica uns segundos  de silêncio, até Clary cortar quando Isabelle começou a arrumar sua cabeleira ruiva

-Posso te perguntar uma coisa?- Izzy assenti concentrada no penteado de Clary- Porque o Alec tem tanta claustrofobia?- Clarissa percebe Isabelle suspirar 

-Os nossos pais sempre quiseram a perfeição, então quando fazíamos algo pela metade ou não fazíamos, tinham castigos- a voz dela se tornou séria e tensa- Teve uma vez em que o Alec estragou uma reunião do nosso pai tentando ajudar, ai ele o trancou em um armário por várias horas. Desde então, ele ficou desse jeito

-Eu...- a ruiva tenta dizer algo- Eu sinto muito...

-Tudo bem- Isabelle coloca um sorriso nos lábios, mudando de assunto logo em seguida- O seu penteado está ficando perfeito- Clary sorri 

As duas ficaram se arrumando e se ajudando, por muito tempo. Quando terminaram, Izzy estava usando um vestido vermelho que ia até um pouco a cima do joelho e um salto preto. Sua maquiagem estava deslumbrante, e seu penteado mais ainda, que estava solto e com uma pequena trança dos dois lados, que se juntavam atrás da sua cabeça totalmente arrumada. 

Clary também estava maravilhosa, usando o vestido de Iz que era preto e com uma alça fina, junto de um salto preto que continha alguns spikes. A maquiagem estava um pouco mais leve do que a de Isabelle, mas era linda. O seu cabelo estava uma parte solta, mas atrás estava uma trança perfeita, mas ainda contendo cabelo solto. 

Definição para as duas: Maravilhosas 

-Até que enfim- disse Alec junto de Jace e Magnus quando as duas descem

O olhar de Alec e Jace, param por 4 segundos em Clary, que estava linda. Alec, logo depois, desvia fingindo para si mesmo que isso não aconteceu, diferente de Jace que sorriu. Izzy e Magnus que perceberam o clima soaram a garganta. 

-Vamos?- ela perguntou e todos assentiram, indo para o carro de Alec lá fora 

O clima no carro ficou estranho, mas sobreviveram...

 

Quando chegaram na casa de Raphael, estava lotado. Dava para identificar a festa de muito longe, de tanta movimentação e música alta. Clary se assustou, e pensou que talvez ficar em casa vendo Stranger Things e Pretty Little Liars era a melhor opção, mas logo afastou esse pensamento da cabeça. Isso é uma festa, então vamos nos divertir e fingir ser uma adolescente normal por um dia


Notas Finais


Desculpa o capítulo pequeno, é que eu to atrasada, mas o próximo vai ser BEM longo. Espero que tenham gostado, deixem suas opiniões nos comentários <33

Look da Izzy: https://goo.gl/images/i9GJkJ
Maquiagem da Izzy: https://goo.gl/images/Xmg1Bj
Penteado da Izzy: https://goo.gl/images/WQaH2J

Look da Clary: https://goo.gl/images/AXiTN3
Maquiagem da Clary: https://goo.gl/images/21HTmF
Penteado da Clary: https://goo.gl/images/o8ftjZ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...