História True Loves - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hashirama Senju, Ino Yamanaka, Izuna Uchiha, Kagami Uchiha, Karin, Konan, Madara Uchiha, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shion, Shisui Uchiha, Tobirama Senju
Tags Colegial, Deidara, Izuna, Naruto, Obidei, Obito, Pain, Painaru, Painnaru, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Tobidei, Tobiizu, Tobirama, Tobizu, Yaoi
Exibições 94
Palavras 1.297
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem mesmo pela demora amores, prometo postar com frequência quando as férias chegarem.
Yagura: Não confiem nela.
Enfim, capítulo pequeno, mas espero que gostem.
Desculpem os erros e boa leitura.

Capítulo 19 - Distância


...

 

Pain passara os últimos dias um tanto atordoado. Após aquela revelação não esperada de Naruto, não falou muito com ele, embora vivessem na mesma casa.

 

O que quer que Naruto queria dele, estava conseguindo. Pain já não estava mais aguentando ser ignorado por ele e receber olhares de culpa de Deidara sem ao menos saber o motivo. Desde o inicio, pensou que Naruto estava brincando sobre realmente gostar dele, mas agora, estava começando a acreditar.

 

Mas agora, o que faria à respeito? Ele não gostava de Naruto do mesmo jeito que o loiro gostava dele, definitivamente não gostava. Ainda tentava entender como aquelas simples pegações se transformaram em um drama adolescente.

 

Mas o que mais o frustrava, era a estranha força que o forçava a ficar perto de Naruto o tempo todo - mesmo que escondido - como se sentisse falta do mesmo.

 

Ora, desde o inicio, Pain avia deixado claro que não queria e nem podia ficar com o loiro, e agora que tudo acabou, estava simplesmente o seguindo?

 

Não conseguia entender a si mesmo.

 

E agora, lá estava ele, vigiando Naruto da porta do quarto do mesmo, esforçando-se para não agarrá-lo e jogá-lo naquela cama.

 

Controle-se Pain, controle-se.

 

Ao ver Deidara no corredor, resolveu perguntá-lo algo.

 

- Deidara - chamou Pain, fazendo o loiro virar-se. - Me diz, pelo amor de Deus, me diz o que o Naruto tem, por que ele está me ignorando assim?

 

O loiro encarou Pain com uma carranca profunda antes de suspirar.

 

- Não é óbvio? Ele quer te esquecer hn - respondeu o loiro diretamente. - Você podia considerar os sentimentos dele, mas não, você continua sendo o tipo de pessoa ldiota que finge não gostar de ninguém.

 

Pain arregalou os olhos levemente. Deidara nunca falara assim com ninguém, ele sempre tentava ser o mais educado e gentil possível, qual o motivo daquele mau-humor todo?

 

- Eu não sou assim... - Pain tentou defender-se, mas Deidara levantou a mão em protesto.

 

- Tá tá, pode tentar se enganar, mas a mim não hn - revidou o loiro. - Pode continuar ignorando o Naruto, mas tenho certeza de que quando ele passar por cima, você finalmente vai o querer de volta, e vai ser tarde demais hn. 

 

Aquelas palavras realmente mexeream com o ruivo, mas nada que tirasse sua calma, afinal, ele não sentia nada por Naruto, absolutamente nada. 

 

Assim que o loiro virou-se para ir embora, Pain comentou:

 

- Que mau-humor é esse hein? - Perguntou rindo. - Naruto tem razão, você tá precisando de sexo. 

 

O loiro arregalou os olhos e corou fortemente, enquanto Pain ria de sua reação. 

 

- B-Baka hn! - Gritou ele, antes de voltar para o seu quarto. 

 

----------------------------------------------------

 

Konan estava pensando novamente em uma maneira de afastar aquele maldito Uchiha de seu querido Deidara. Se ela soubesse que sentiria tanta falta dele assim, não teria o traído com Sasori. 

 

Ao ver Obito caminhando pela escola, não perdeu a oportunidade de provocá-lo. 

 

- Eai Uchiha, cuidando bem do Deidei? - Perguntou com falsa curiosidade. - Aproveite enquanto à tempo Uchiha. 

 

Obito virou-se para a garota com o cenho franzido em irritação. 

 

- Você não cansa de se humilhar não? - Perguntou irritado. - Deidara não te quer mais. 

 

A garota riu sarcasticamente. 

 

- Você que pensa Uchiha - disse ela provocando-o. - Quanto mais eu falo com ele, mas inseguro ele vai ficando, logo ele voltará a ser meu. 

 

Obito massageou a testa, tentando manter a calma. 

 

- Olha aqui, pare de incomodar o Deidara okay? Ele não quer nem olhar na sua cara - indagou o moreno. - Fique longe dele, ele é meu, entendeu? Só meu. 

 

 Dito isso, o Uchiha virou-se e saiu. 

 

- Ciúme possessivo hein? - Konan perguntou para si mesma. - Já sei como usar isso à meu favor. 

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

Por um estranho motivo, várias pessoas começaram a pedir a ajuda de Deidara, seja para atividades escolares ou apenas para mostrar algum lugar da escola.

 

O loiro se perguntava o motivos de eles pedirem ajuda logo para ele, que ultrapassava os limites da timidez. 

 

Obito parecia não estar gostando dessa situação, pois encarava mortalmente qualquer pessoa que falava com o loiro, além de abraçar o mesmo a cada minuto.

 

- Deidara-Kun, você pode me ajudar com as gravuras? - Perguntou uma garota da sala, a turma estava fazendo um trabalho. 

 

O loiro assentiu e ambos foram colar as imagens nos cartazes. 

 

Obito fitou-os furiosamente, antes de levar uma pancada na cabeça. 

 

- Desculpa! Foi sem querer! - Desculpou-se Shion, abaixando o galho de árvore que estava segurando.

 

- Tudo bem - acalmou ele.

 

Shisui apareceu atrás da loira e balnaçou a cabeça negativamente.

 

- Você disse que conseguia levar sozinha - o moreno repreendeu a loira por nãopedir sua ajuda.

 

Ela riu nervosamente.

 

- É... Eu achei que dava conta - murnurou envergonhada.

 

O Uchiha sorriu e pegou o galho de árvoreda mão dela.

 

- Pode deixar que eu levo pra você, e não precisa hesitar em me pedir ajuda para qualquer coisa - pediu ele, antes de ir em direção ao canto da sala.

 

Shion sorriu envergonhada e Obito murmurou algo como "esse cara se acha demais" .

 

Assim que Shisui voltou, Deidara voltou também, após despedir-se de um garoto que estava o ajudando.

 

Obito resmungou algo e abraçou o loiro pelas costas, levantando-o do chão.

 

Meu - murmurou em voz baixa, mas o loiro o escutou.

 

Deidara realmente nãose importava com o ciúme do Uchiha, apesar de ser meio assustador às vezes. O problema, era que esse ciúme todo dava a impressão de que ele não confiava totalmente no loiro, o que deixava-o meio triste.

 

Pelo jeito, não era apenas o loiro que estava de mau-humor.

 

Assim que os alunos terminaram de organizar o trabalho, todos voltaram para a outra sala, com excessão de Obito, que estava terminando de arrumar suas coisas, e Deidara, que tinha um plano em mente.

 

Estava na hora de tirar aquele maldito mau-humor e ciúme do moreno.

 

Deidara nunca foi impulsivo, mas agora precisava ser.

 

Aproveitou que o Uchiha estava distraído e aproximou-se dele lentamnete, sem chamar a atenção do mesmo. Repentinamente, Deidara empurrou Obito contra a parede fortemente e arrancou um beijo do mesmo, juntando seus lábios ferozmente.

 

Obito não estava entendendo nada, tampouco conseguia corresponder a altura, sabia apenas que estava gostando daquilo, gostando muito.

 

O loiro empurrou o Uchiha contra uma das mesas e deitou encima da mesma, ficando por cima dele e aprofundando o beijo. Obito levou as mãos para o cabelo do loiro, puxando-os levemente.

 

Assim que ambos cessaram o beijo, Deidara levantou-se de cima do Uchiha, que fez o mesmo. 

 

Com o rosto vermelho, Deidara dirigiu-se para a porta da sala.

 

- Temos que voltar p-para a sala hn - disse timidamente, começando a caminhar pelo corredor, deixando o Uchiha na sala sem entender nada.

 

Droga - pensou Obito, sentindo um leve desconforto em seu corpo.

 

Deidara suspirou, tentando expulsar a vergonha de seu rosto. Talvez, Naruto e Pain estivessem certos sobre suas necessidades.

 

===================================

 

Para Tobirama, as coisas estavam cada vez mais difíceis. 

 

Izuna mal ficava na sala durante as aulas, após terminar com ele, o Uchiha voltou a matar aula frequentemente, deixando o Senju preocupado.

 

Mas infelizmente, aquilo era preciso, ao menos por enquanto.

 

Estava tudo dando errado, em casa, na escola, tudo indo de mal a pior.

 

Tobirama aproveitou que a sala estava sem professor e saiu para dar uma volta. Quando deu-se por si, estava observando Izuna de longe, escondido entre as árvores. Aquilo já havia virado um hábito, observar Izuna sem que o mesmo o notasse, apenas para estar perto dele novamente.

 

- Até quando isso irá continuar? - Tobirama perguntou para si mesmo. - Eu não aguento mais...


Notas Finais


Que dó do Tobira 😔😭
Sentiu na pele agora Pain?
Ashuahsu será que o problema do Deidara é falta de secsu mesmo? 😏😅
O que acham de um lemon Obidei e uns momentos Sasusaku pra esquecer esse clima tenso?
Espero que tenham gostado, comentem ❤ beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...