História True Tales - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~CarnivalWitch

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Cabana, Livro, Mistério, Romance, Saga, Segredos, Terror
Exibições 7
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


1º capítulo da maratona

Capítulo 11 - Passagem Secreta


-E então? Como entramos no livro? -Falou Megan, nós já estávamos na cabana abandonada sentados no chão e tentávamos descobrir um jeito de fazer um portal para o livro e fazê-lo funcionar.

-Larissa, me contou uma de suas ideias. –Peguei o livro de histórias e o coloquei no chão. –Basicamente esses encaixes na capa podem ser a fechadura para criar o portal, mas para isso precisamos da chave, ou as chaves.

-E como vamos fazer essas “chaves” afinal?

-Não precisamos fazê-las, nós já as temos, elas são os anéis de Alice, Larissa, Carlos, Jase e o meu.

-Que? Como assim? Porque eles seriam a chave, ou melhor as chaves? –Falou Jase.

-Estão vendo os encaixes, eles me parecem ser encaixes para anéis, daqueles antigos, se colocarmos cada anel em seu devido lugar talvez isso funcione, eu começo. –Explicou Larissa.

Retirei o anel de meu dedo, lembrei-me da luz ofuscante e da presença feminina, coloquei-o no primeiro encaixe, ele brilhou como da primeira vez, mas menos brilhante, sinto novamente a presença feminina e um calor envolvendo meu corpo como se fosse um abraço.

-Ok, isso foi realmente estranho, mas e agora? –Falou Megan.

-Agora precisamos colocar o segundo anel e os outros, a segunda ponta é Terra, simboliza os mistérios, o lado invisível da vida, a força da fertilização e do crescimento, então acho eu deve ser o anel de Jase, pode me dar o anel Jase?

Ele retirou o anel de esmeralda e o entregou para mim, coloquei o anel na ponta do canto inferior esquerdo e uma luz verde e ofuscante surgiu, senti algo estranho em meu corpo, logo que a luz cessou, Jase começou a olhar para o chão com uma cara de paisagem.

-Que sentimento estranho, é como se...

-Como se pudesse sentir cada grão de terra e areia do mundo, como se pudesse sentir a respiração das plantas e os animais caminhando sobre seu corpo? Você também sentiu isso não é? –Falou Jase.

-Todos nós sentimos isso, qual é a outra ponta? –Falou Emilly, enrolando o cabelo em seu dedo.

-A terceira ponta é Ar, simboliza a inteligência, o poder do saber, a força da comunicação e da criatividade, me entregue o seu anel por favor Larissa.

Ela me entrega seu anel de quartzo rosa para mim, mesmo não gostando de rosa assim como eu, quando ela ganhou o anel ela disse que o usaria para sempre, coloquei o anel na ponta superior direita, um brilho rosa surgiu iluminando a sala e logo que desapareceu, Larissa ficou em puro êxtase.

-Uau! Isso é incrível! Eu senti o vento passando pelo meu corpo, senti meu corpo ficar leve e ouvi os pássaros cantando, é como voar bem alto no céu! –Falou ela com uma expressão de felicidade em seu rosto.

-A quarta ponta é o Fogo, representa as mudanças, as transformações, à força da ativação e da agilidade, me dê seu anel Alice.

Peguei o anel de ametista de Alice e o coloquei na ponta do canto inferior direito, o anel brilhou em uma luz roxa e parou logo depois, Alice respirava muito rapidamente.

-Eu me senti como se fosse uma chama pequena, me senti sozinha e solitária, logo depois senti um calor extremo envolver o meu corpo, mas eu sabia que aquele calor era bom e não me senti mais sozinha, eu era o fogo existente em todo o planeta, eu era um só dividido em várias partes.

-A quinta e última ponta é a Água, está ligada ás emoções, ao entardecer, ao inconsciente, corresponde ás forças da mobilidade e adaptabilidade, Carlos, pode me entregar seu anel?

Ele hesitou um pouco, mas logo me entregou o anel de safira, coloquei o anel na última ponta que restava, uma luz azul como as águas do mar surgiu e logo desapareceu.

-Carlos...Como se sente, ou melhor, o que você sentiu?

-Eu era o mar...Eu era o rio...Senti pequenas criaturas deslizaram dentro de meu corpo, senti meu corpo elevar-se criando ondas gigantescas, eu me senti abraçando a superfície terrestre.

-Ótimo, agora que todos falamos os nossos sentimentos, o que fazemos agora? –Falou Megan já impaciente.

-Eu acho que...

Antes de eu conseguir terminar minha frase, um buraco negro surgiu entre os anéis, senti meu corpo sendo sugado para esse buraco, agarrei Tiger em meu colo,realmente não sabia o que enfrentaríamos pela frente. 


Notas Finais


Tá bem curtinho,mas vem mais por aí,não se preocupem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...