História Truly Madly and Deeply - 2° temporada - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alex Pettyfer, Arctic Monkeys, Cameron Dallas, Enrique Iglesias, Jared Leto, One Direction, Tom Hiddleston, Zayn Malik
Personagens Cameron Dallas, Enrique Iglesias, Jared Leto, Niall Horan, Personagens Originais, Tom Hiddleston, Zayn Malik
Visualizações 16
Palavras 522
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Alone


--- Charlie pov ---

 

    Frio e solidão de Londres me deixava com angústia,a janela do meu quarto destacava os pingos de chuva no vidro. Deitada na minha cama ouvindo o James Hunter com seu programa diário “Bom dia,Londres!” na rádio. Sinto que nada era como antes,a minha vida mudou completamente,meus pensamentos mudaram de um ano para o outro. Mas sinto que algo tem que voltar para a minha vida fazer mais sentido como antes,não sou mais a garota destemida da faculdade,que curtia todas as noites com os colegas e depois saia com quem eu quisesse.

     Preciso de alguém do meu lado,alguém que me entende,sabe os meus problemas da vida e que divida seu tempo comigo,talvez esse alguém possa estar debaixo do meu nariz,mas eu não percebo.

 

          -Kris! Sou eu,a Charlie! Preciso conversar com você,talvez possamos marcar em uma cafeteria... se você quiser,é claro! Se não quiser,por favor,vem aqui em casa! Eu realmente preciso desabafar com alguém. –deixo o recado na caixa postal dela.

 

            A chuva começa a ficar forte e o tempo ficando todo escuro. Como se a noite substituisse o dia. A única coisa que me mantêm aquecida é lareira do meu quarto. Lembro-me do anos da faculdade que estava chovendo e ficamos no salão de jogos do UCLA.

 

 

 

    “ –Vamos contar histórias de terror? –Marilyn minha colega de quarto,apaga as luzes do salão e acende um lanterna na sua cara.

        -Quais?! –Jared pergunta pra ela sorrindo.

        -Que aconteceu aqui há 10 anos atrás! –Josh responde responde no lugar dela. –é essa?! –ele arqueia suas sombrancelhas.

        -Claro que sim! –ela sorrir. –a Charlie não sabe... –ela me encara.

        -Fique à vontade! –rio. –é sobre quem?

        -O assassino do UCLA! –Mike sorri. –isso já é clichê!

        -Pensava que era do tipo Jack,o estripador! –gargalho.

       -Por aí! –Josh fala enquanto dava um gole de sua cerveja.

       -Bem! Eu vou dormir,que amanhã tenho prova de costura! –levanto do sofá azul sorrindo. –Boa Noite!

      -Espera! –Jared levanta do sofá com a garrafa de cerveja na mão. –eu te levo até seu quarto..

      -Não precisa! Eu sei o caminho... –sorrio,subindo primeiro degrau da grande escada.

      -Uouuu! –os meninos,Mike e Josh gritam.

      -Levou um fora,Leto?! –Mike zomba da cara dele.

      -Isso não empata de eu ir acompanhar você! Empata? –ele me olha com aqueles olhos azuis cor do oceano.

      -Não! –nego.

      -Ok! –ele joga a cerveja no lixo e soube a escada. –vamos?

     -Vamos... –suspiro.

 

       Os quartos femininos ficavam dois corredores de distância dos masculinos,a chuva  batia nas janelas do corredor. Sentia seu olhar sobre mim e sua mão querendo tocar na minha. Sorrio olhando para os quadros da parede,sabia exatamente o que ele queria e não sei se iria me segurar para não “fazer”.

           

             -Pronto! –ele mostra à porta do meu quarto.

             -Me senti uma Whitney Houston... –encaro  ele encostada na porta.

             -Isso foi um elogio? –ele me olha mordendo seus lábios.

            -Talvez.. –sorrio.

            -Então.. –ele toca na porta,se aproximando cada vez de mim.

           -O quê? –encaro seus olhos azuis.

          -Sou seu guarda-costas?

           -Gostei... –sorrio beijando sua buchecha. –boa noite.. –abro à porta.

          -Espera! –ele segura minha mão. –boa sorte..

          -Boa noite,Jared! –fecho à porta sorrindo.”

 

 

 

        

 

         



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...