História Trust Me - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Anjos Caídos, Bts, Ficção, Hentai, Jimin, Jungkook, Kim Seokjin, Trust Me
Exibições 14
Palavras 1.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tenham uma ótima leitura amores!

Capítulo 3 - Seria meu ''anjo da guarda''?


Fui pra casa meio desnorteada,peguei as chaves do meu carro que deixei no armário e me direcionei ao estacionamento.Eu não sei porque mas algo me diz que eu estava sendo seguida e se sentir assim é horrível.Apressei meus passos pois queria logo sair dali.Pisei forte.

A estrada que eu pegava para ir pra casa era meio escura,não percebi que estava tão tarde,que droga! O pior de tudo é que está tudo deserto e só eu aqui pela estrada,eu so quero chegar logo em casa. Finalmente cheguei num lugar sem muita escuridão e parei para comer algo porque logo me lembrei que trabalhei muito e não recuperei minhas energias desde então,estava prestes a desmaiar.

Fiz meu pedido e sentei na mesa mais próxima,aproveitei pra checar minhas mensagens no celular e tinha umas 20 mensagens da Sam. 

-CADÊ VOCÊ CRIATURA PORQUE SUMIU A TARDE TODA EU PRECISO FALAR SOBRE O GAROTO NOVO,O NOME DELE É JUNGKOOK! 

-Primeiramente,EU ESTAVA TRABALHANDO,e segundo,você andou espionando o garoto? Lee você é doente!!!

-Olha só se minha amiga ta de olho em um boy eu tenho que saber tudo sobre ele! não posso deixar você nas mãos de qualquer um. 

-Para de ser paranóica Sam,eu nem to interessada nele assim ele so me chamou atenção,foi só isso.

-Você ja viu a sua cara olhando ele? filha você da bandeira até demais!!!! 

-Ta,deixa eu comer,depois a gente se fala.

Bloqueei a tela do celular e pensei ter visto jungkook pelo reflexo do celular,não,para s/n você ta ficando paranóica,quais as chances de kook estar aqui a uma hora dessas? Ele deve ter coisas muito melhores pra fazer. 

De repende eu escuto uma voz dentro da minha cabeça

''você está em perigo s/n,não saia sozinha,tenha cuidado'' 

Espera,eu to ficando louca? de onde eu ouvi isso? OK,o dia de hoje realmente me afetou.Além de estar vendo coisas agora também estou escutando,eu necessito comer.

Meu jantar chegou e eu comia calmamente,necessitava desfrutar daquela comida porque nossa a quantas horas eu não como,agora sim estou me sentindo bem melhor.Pego meu celular novamente para responder Lee.

-Como você demora a comer ein 

-Eu estava morta de fome,trabalhei a tarde inteira e ja estava ficando paranóica,pensei ver jungkook aqui.

-NOSSA AMIGA ELE JA TA TE SEGUINDO FOGE DAI AGORA VAI QUE ELE QUER TE SEQUESTRAR.

-Você realmente nao tem jeito mesmo Lee. Mas hein,conta oque descobriu

-Olha sinto dizer mas seu colega não tem muito histórico pra contar,apenas achei uma ficha médica que por a caso roubei lá da enfermaria da escola,mas poxa nada de interessante

-VOCÊ FEZ OQUE LEE? VOCÊ QUER SER EXPULSA E DEPORTADA SÓ PODE NÉ?

-Ai relaxa amanhã ponho lá de volta.Aqui só diz seu nome ''Jeon Jungkook'' e sua idade ''20 anos'',trabalha numa empresa aqui em Seoul e blá blá blá

-Se você não devolver isso amanha imediatamente você ta ferrada Sam Lee!

Larguei o celular,eu ja tinha que ir embora pois cheguei no restaurante tarde e agora ta mais tarde ainda,há uma estrada escura ainda pra seguir,infelizmente. Fui caminhando apressada até a esquina que deixei meu carro estacionando,e quando cheguei lá não havia carro nenhum..não é possível,eu fui roubada? Ah não como que eu vou explicar isso pro meu pai,ele vai simplesmente arrancar a minha cabeça.

Ouço um barulho de moto se aproximando de mim e um sentimento de pânico toma conta do meu corpo,eu não poderia correr dali porque eu não teria chances definitivamente,então apenas andei devagar pra '''tentar''' parecer normal.Sou pega de surpresa quando a moto de um ser que não sei quem é da um cavalo de pau e para na minha frente

Oque faz andando por aqui sozinha s/n? - Jungkook tira o capacete de sua cabeça e da uma bagunçada no cabelo pondo o capacete em cima da moto,ele estava trajado com calça jeans preta rasgadas no joelho e uma jaqueta preta.

Bom eu estava voltando do trabalho e parei pra comer algo mas APARENTEMENTE NÃO SE PODE DEIXAR UM CARRO ESTACIONADO PORQUE ROUBAM VOCÊ -Falei num tom completamente irritado,jungkook ainda me olhava sério

Não é recomendado andar sozinha por aí essa hora da noite,é perigoso - Ele falou num tom sarcástico mas senti uma leve seriedade no final da frase.

O trabalho que eu arranjei não ajuda muito né,então digamos que sou obrigada.

Sobe,eu te dou uma carona -senti meu corpo arrepiar,caminhei devagar até a moto de jungkook e peguei um capacete,que por um acaso ele estava andando com dois,mas por que se ele estava sozinho? Isso é estranho. Subi em sua moto e envolvi meus braços em sua cintura para me apoiar,dava pra sentir cada gominho que havia ali em baixo,seu cheiro invadiram minhas narinas e me fizeram dar um suspiro,digamos que aquela estava se tornando minha essência favorita.O caminho não foi longo pois eu ja tinha andado um longo tempo de carro,desci da moto pulando porque eu necessitava de um banho.

Obrigada jungkook,foi um grande favor - digo olhando para ele

Você está me devendo uma,não vai nem me deixar entrar? - Mas nem em pensamentos! Eu não poderia deixar jungkook entrar em minha casa,eu estava sozinha e por mais que eu me atraísse por ele,ele ainda me dava medo,eu não sabia de quase nada dele e eu não ia deixar um estranho simplesmente entrar em minha casa.

Olha ta tarde acho melhor você ir pra casa-Ele foi logo adentrando na casa e eu apenas o fitava incrédula 

Por esses mesmos motivos não vou embora,uma dama não pode ficar sozinha e além do mas,minha casa está meio longe agora. - Ainda incrédula,fecho a porta e coloco o molho de chaves na mesinha da sala com uma expressão de derrota,ele estava muito determinado a ficar ali e eu não sei porque.

Ok mas se você vai ficar aqui,vai dormir no sofá,porque minha cama eu não divido! - Falo e saio andando para o banheiro.

Tirei apressadamente minhas roupas porque eu necessitava desse banho,eu estava literalmente podre.Sai normalmente do banheiro só com a toalha enrolada no corpo.Ai,droga s/n você ta esquecendo que tem um homem dentro da sua casa E É UM HOMEM QUEM VOCÊ NEM CONHECE!!! agora não tem mais pra onde ir,tenho que passar pela sala para ir pro meu quarto.Vou caminhando devagar mas não vejo ninguém pela sala,dou passos vitoriosos quando ouço uma voz roupa um pouco distante 

Você não tem nada pra comer na sua casa,por a caso você sabe que existe um lugar chamado supermercado onde as pessoas fazem compras? - Ele fala num tom de completa ironia

E você é muito folgado! - Dou de ombros e vou até a cozinha,jungkook começa a me seguir até lá.-Olha eu só tenho materiais,se você quiser cozinhar,se vira!

Mas eu não sei cozinhar - Ele faz uma cara de derrotado - Você não ia negar um favor pra mim não é? - Ele olha diretamente para os meus olhos me fazendo corar,eu não sabia lidar com aqueles olhos negros me fitando,pareciam me atravessar. 

Deixa eu pelo menos me vestir.-Falo incrédula comigo mesmo por me dar conta de que ainda estou praticamente sem roupa na frente de kook.Vou correndo pro quarto e me visto com um blusão e um short por baixo,eu sei que ele estava lá mas eu gosto de me sentir a vontade em minha casa.Me encaminho diretamente pra cozinha.

Isso é só porque você me deu carona - Ele da um sorriso vitorioso e eu vou diretamente pegar os materiais que tenho na cozinha- Que droga,só tem materiais pra fazer sushi,ou é isso ou você fica com fome. 

Por mim ta perfeito - Ele fala fitando a faca que está em cima do balcão. Ok.Isso me deu medo.

Pego tudo que precisa e começo a fazer varios,acho que eu iria comer também porque até que não comi muito no restaurante.Jungkook se aproximou de mim olhando com precisão os meus movimentos com a faca,sua expressão era bastante concentrada.

Você realmente está querendo aprender como se faz não é - digo ainda fazendo 

Não,apenas estou vendo se você ta fazendo tudo certinho. - Ele fala quase num sussurro no meu ouvido. Tentei disfarçar a leve tremida que dei naquele instante e continuei a fazer os sushis. Kook num passe segurou minha mão,pegou a faca de minha mão e a fitou por uns milésimos,colocou ela em cima da mesa ao lado. -Na verdade você está fazendo certo até demais. - Ele morde seu lábio inferior e põe suas mãos sobre a minha cintura fazendo meu corpo paralisar,olhei fixamente nos seus olhos sem nenhuma reação.Num movimento rápido ele entrelaça minhas pernas em sua cintura e me põe sentada em cima do balcão,logo depois sinto o toque macios de suas mãos em minha bochecha me puxando para um beijo calmo,afundo minhas mãos em seus cabelos intensificando o beijo ainda mais. Paramos pela maldita falta de ar. Vou beijando seu pescoço descendo levemente para seu ombro.

Você costuma surpreender as pessoas assim sempre? - Falo brincando com os seus cabelos

Nem imagina o quanto - Ele me puxa para outro beijo mas dessa vez mais intenso,de repente ouço meu celular tocar descontroladamente.Alguém definitivamente precisava falar comigo.Sai dos braços de kook e fui atender.Era meu pai.


Notas Finais


Particularmente achei esse cap bem intenso ahuah comentem oque acharam,add aos favoritos e é isso,até o proximo cap. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...