História Trust Me - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Nicchy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais
Tags Bts/ Park Jimin
Exibições 32
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Escrita por @Soo_ & @Sook-
Cap por @Soo_
Boa leitura 😘

Capítulo 1 - Prólogo


P.O.V

Park Jimin, um psicopata solitário que se encontra preso numa das maiores prisões do mundo. O mesmo era tão procurado pelo país, que tiveram que colocá-lo numa das mais vigiadas.

No momento Park Jimin, não seria o problema. Parecia tranquilo onde se encontra, mas outros estão destruindo banco e roubando, queimando casas assim do nada, aterrorizando pessoas em hospitais. Os mais foragidos do país, um deles se encontrava preso, mas não por muito tempo.

—Não dá mais! Precisamos agir o quanto mais rápido melhor. -falava um oficial.

—E oque queres que façamos? -pergunta a policial So Hee.

—Não sei... -suspirou ele.

—Tive uma ideia!

Falou a oficial So Hee indo para a sala de seu chefe, o oficial a segue; a mesma invade a sala do chefe.

—Precisamos agir -falou o oficial passando na frente dela.

—Oque querem? -o chefe se vira para olhá-los.

—Precisamos agir! -fala novamente ele.

—E como? -pergunta o chefe.

O oficial suspira e coça a cabeça

—Ai como eu não sei! -fala ele desajeitado.

—Aish! Kwon, sai! -So Hee o afasta e se aproxima da mesa de seu chefe, apoiando na mesma e o olhando. —Se quiser que o país fique salvo, as pessoas parem de morrer e esses imbecis pararem de matar sem motivos e mesmo com motivos serem presos, você tem de me ouvir! -fala ela séria.

—Sentem e expliquem! -fala o chefe.

So Hee explica a ele:

—Lembra do prisioneiro mais perigoso, que se encontra numa das selas mais vigiadas e seguras? O psicopata chamado Park Jimin, que prendi à pouco? Ele! Esse cara é o único que pode nós ajudar e salvar esse pessoal, salvar o país.

—QUE?! Você está louca? ELE SOLTO PODE SER O FIM!

—CALA A BOCA! -grita ela.

So Hee respira fundo e bate na mesa se levantando

—Ele é o único que sabe onde podem estar ou sabe onde encontra-los e como, sem corremos perigo! Com ele nos ajudando, colocamos os imbecis nas selas e acaba tudo isso, só que ... Também teremos a chance de prender o maior chefão do crime que controla tudo isso!

Ele levanta e vai para a janela, logo atrás de onde sentava na cadeira. O chefe suspira...

—E então? -pergunta Kwon

—So Hee, você tem um ótimo plano, mas veja bem...quem cuidará para que ele não fuja?

—Eu mesma! -afirma ela se levantando.

—QUE?! - Kwon

—Eu mesma cuidarei para que ele não fuja, como eu dei o plano, eu irei cuidar de tudo! O senhor não precisa se preocupar, mas para que ele ajude, precisa oferecer algo a o mesmo. -fala Hee

—Ofereça oque quiser, agora se ele fugir, pede pra sair! -fala o chefe sério e a olhando nos olhos.

—...Pode deixar!

~Quebra de tempo~

So Hee vai até o local da sela do psicopata. Uma sela solitária e bem fechada, com uma cama e uma mesa, a janela é com duas grades e bem pequenina.

—Tenho permissão do chefe para falar com o prisioneiro e soltá-lo! -fala So Hee mostrando o papel.

—E se ele fugir senhorita?

—Fugir? Só se você tiver brincando com a minha cara, sai logo daqui!

O rapaz que cuidava da sela, entrega a chave para So Hee e vai embora. A mesma entra em seguida e fecha por dentro; Park Jimin senta na cama e a olha de várias formas.

—Oque uma senhorita faz aqui? E sozinha...? -fala Jimin a olhando.

—Tenho uma proposta para você Park Jimin! -fala ela balançando as chaves.

—Fale!

Ao terminar de explicar, ele a olha seriamente

—E oque eu ganho?

—Sua pena é permanente, podemos deixa-lá apenas com dois anos ou menos, dependendo do jeito que você nos ajudar.

—... Minha relação com eles não é muito boa, mas não é por eu ser um "psicopata", só finjo ser... É por algo do passado!

—...Entendo, mas vai? Topa?

—Quem vai ficar de olho em mim? Afinal, posso fugir!

Fala Jimin andando ao lado dela, a mesma puxa sua camisa fazendo-o olha-lá de perto.

—Eu, e se tentar fugir eu te mato só ao tentar!

—Calma -ele rir

—Aceita ou não?

—Topo!


Notas Finais


Gostaram? Comentem!
😘 bjs e até o capítulo 1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...