História Trust nobody - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 8
Palavras 1.096
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura.
Desculpem qualquer coisa, e se tiver erros ignorem please.

Capítulo 9 - Piloto part-9


Fanfic / Fanfiction Trust nobody - Capítulo 9 - Piloto part-9

 -Justin? Você quer me dizer algo? -Crie coragem para minha duvida real. Ele me encarou.

-Sim, mas fica pra depois... CONTINUA FAZENDO SEU TRABALHO POHA! -Ele se alterou quando viu Caitilin passar na janela.

 Mas que poha de reação foi aquela? Ele está louco, só pode... acho que ele estava fingindo ser duro comigo para Cait ficar "feliz" ou satisfeita com ele, mas qual é o problema de termos transado? Eu hein, pelo que eu saiba ele não tem namorada.

-Justin, ou você para com essa infantilidade ou eu saio por aquela porta e não te ajudo nesta poha! Você me entendeu!? -Sabe a garota do exorcista? Justin virou a cabeça de modo idêntico. Tô com medo dele, poha!

-Eu que dito as regras aqui, pobre Ash, já tínhamos terminado o trabalho mas pra você aprender vai fazer mais, ANDA! Vai tomar um banho eu vou te levar a um lugar para trabalhar... bom, prefere Boates lésbicas, ou somente para homens? -O QUE ELE ESTÁ FALANDO?! EU NÃO VOU ME PROSTITUIR! NÃO, NÃO E NÃO!

 -JUSTIN, Justin... desculpe mas eu não quero me prostituir e-eu faço o que você quiser mas isso não! Por favor! -ele pareceu pensar na minha proposta.

 -Tudo bem, mesmo assim vá para o banho e coloque a roupa que eu desejar. Anda Ashely anda! -masoq?! Pra que ele quer eu vestida de puta???

 Corri até "meu" quarto avistando várias caixas com os móveis do local, todas sendo levadas a nova casa da gangue e eu estou animada para ver a mesma! Novamente corri só que agora para meu banho passando reto na banheira indo em direção ao chuveiro elétrico, lavei meu cabelo, hidratei minha pele bem, já que estamos num período de calor por aqui... quando sai do banho haviam se passado 20 minutos mas não havia sinal se Justin caminhei ao meio do quarto vendo na cômoda que tinha uma peça de roupa, ou melhor um pedaço de pano custurado, tinha um mini top branco e então eu avistei um short jeans bem bonito porém justo também, coloquei os mesmos e pedi para Selena chamar-me o Jb, ela sorriu safada mas não disse nada de mais e foi chamar ele. EU ESPERO!

 -Mandou me chamar? -Ele tinha uma feição de tarado/ safado... ow Deus!

 -Já estou "vestida" porque isso deveria se chamar pedaço de pano, ao invés de roupas... mas como o senhor pediu, estou pronta. -Fiz aspas no ar, e percebi Jb estranhar minha formalidade e eu ter cedido tão facilmente.

 -Agora vamos até meu escritório, e vou te dar as coordenadas, entendeu? -Coordenadas? Só digo uma coisa, F-O-D-E-U!

 Estávamos andando em direção ao escritório, passando por todos os cômodos possíveis! Mas notei que na "casa" só continham eu e Bieber... algo bem simples mas de se suspeitar, vindo de um cara que tem bipolaridade vai que ele me mata aqui?! Ah Deus! Eu tô muito novinha!

 -Entre! -Justin mandou.

 -Se for me matar, mata logo! -ele deu uma leve risada mas voltou ao posto durão.

 -Eu estive pensando e conversei com Malik sobre uma missão, e bom, você é a garota escolhida para o trabalho... e vou explicar o motivo de ser você... ok? -Eu estava perdida, negando por fora e aceitando por dentro.

 -Então anda, diga logo! -ele ficou bravo por eu mandar nele.

 -Percebemos que você não aceita desaforo, bate mesmo, grita mesmo... ou seja você é "forte" digamos assim, e além de tudo é sexy... vai atrair muitos mafiosos para o nosso grupo e assim daremos o bote em todos. Mas relaxa uma outra garota da casa também irá fazer isso, e bom, Caitiiliy... ela se ofereceu para o trabalho... mas eh estive pensando em Selena já que ele tem uma coisa chamada "fofura" todo homem gosta de domar uma garota, ela sendo fofa só melhora... entendeu? Não pode negar mas estou dando informações, ok? -OK neh! Não posso negar poha!

 -Ok, bom... a-a Sel-selena é virg-gem. -e.me encarou, procurando esperança em eu estar zoando ele, mas não... era a verdade.

 -Mas ela parece ser baladeira e pegadora, etc e tal, está zoando?! Não está!? -ele realmente estava preocupado.
 
 -Ela é baladeira, pegadoraaa também! Mas nunca passou de um boquete... ou talvez nem isso, Selena é cristã, acredita que sexo só depois do casamento. -ele começou a rir.

 -okok! Cait vai trabalhar junto a você então, mas pode ter certeza que sua amiga mais cedo ou mais tarde, vai dar e vai ser pra alguém da gangue. -ele me olhou, lembrado da roupa. -Ahh! Já pode tirar essa roupa e colocar uma que quiser. -EHOQ?!

-E por que eu coloquei ela? Não quero eu queira continuar com ela, mas por quê?-ele sorriu.
 
 -Porque você é gostosa, e muito gata! Queria te ver vulgar... só isso mesmo. -EHOQ?! HAHAHAHA AÍ SENHOR!

 -HAHAHAH, Aí Justin que vergonha. -ele me olhou sério.

-Não estou elogiando, estou usando você e só isso não pense em nada acima disso, entendido? -Grosso? Magina!

 -Sei que odeia ser corrigido, mas, Uhum! Estamos nos usando. -ele me olhou perplexo.

 Ele só concordou com a cabeça e logo saiu da minha vista, fui até o andar de cima procurando pela minha roupa assim que achei a mesma a vesti, peguei as malas que estavam prontas e desci, junto a Jb fomos a nova casa ou casa reformada, sla, só sei que ela é maravilhosa, enorme, branca como neve, chique, cheia de seguranças e com vários carros fodas na garagem, quando eu ia sair do carro percebi Jb estranhar minha ação, e me segurar.

 -O que foi agora? -ele me encarou.

 -Você não vai ficar na minha casa, vai ficar na seu quarto lá atrás... junto a Roberta. -quem é Roberta?

 -Ro o que, Quem? -Poha Ashley...

 -Roberta, a empregada doméstica que temos... Eu prometi a ela que um de nós ficaria com ela lá nos fundos, para a "proteger". -Otario.

 -Tinha que ser eu? Manda um segurança lá poha! Que saco, nunca posso estar num lugar chique e bonito aí quando posso fico com a empregada?! POHA JUSTIN! Não vou não, sinto muito. -ele começou a rir alto.

 -Não sabe nem brincar! Tem que dar lição de moral toda hora? Eu hein! Você é louca Ash. -ele me chamou de Ash? Eita poha.

 -Ash? -ele pareceu pensar.

 -QUE?! chamei de Ashley, Ashley não pira, Ashley! -Hahaha estava rindo muito da cara
 dele, ele estava tendo uma intimidade comigo e isso o deixou fofo!

-Pode me chamar de Ash! É só para meus amigos, mas já que é meu "chef" pode neh, claro.-ele começou a rir.


Notas Finais


Galera!
Só vai ter mais um capítulo e então teremos a nova "temporada" que vai ser dentro da casa da gangue e lá vai acontecer de verdade as paradas bem loucas, eu estou escrevendo umas idéias bem legais... então não é pra desistir. Bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...