História Try to be my only love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 9
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores💕

Capítulo 5 - I'm sick of everything [+16]


Fanfic / Fanfiction Try to be my only love - Capítulo 5 - I'm sick of everything [+16]


3 dias depois.

As horas pareciam anos quando a gente estava querendo alguma coisa. No meu caso eu não queria fazer nada mais tinha que fazer.
A professora me obrigou a fazer um trabalho com o Jungkook.

Como eu não falava mais com os meninos exceto Jin, eu fui obrigada. Mais enfim, Jungkook é bonitinho o que tem de tão ruim fazer o trabalho com ele?
Corri para a casa depois da aula para ir na casa do Jungkook. Lavei meus cabelos, e me ensaboava. Em seguida tirei todo o sabão do meu corpo e o shampoo do meu cabelo. Desliguei o chuveiro e peguei minha toalha que estava pendurada na maçaneta da porta. Me sequei e me enrolei na toalha, fui para meu quarto e fechei a porta. Coloquei uma leggin, e uma blusa estilo "aqueles jogadores d basquete" coloquei um tenis de cano alto e fui para a casa dele de bicicleta.

Cheguei na casa dele e ele estava sentado no gramado de sua casa.
[-Jungkook?] Gritei e acenei para ele.
[-***, já chegou?] Disse ele vindo abrir o portão.
[-Não, estou lá ainda] Digo rindo dele.
[-Hahaha muito engraçada voce, entra.] Diz ele me puxando.
Entramos em sua casa que como não é novidade era enorme, E muito bem decorada.
[-Vamos pro meu quarto] Diz ele sorrindo.
[-Não me diga que estamos sozinhos aqui?] Digo me encostando na parede.
[-Estamos, minha mãe esta no cabelereiro e meu pai estava viando à trabalho] Diz ele enquanto digitava no computador.
[-Nossa, espero não ficar sozinha com você por muito tempo] Digo sentando na cama.
Ele apenas ri.
Ele repara disfarçadamente para minhas pernas que estavam bem marcadas por fato da leggin.

Ele desliga o computador e se aproxima para perto.
[-Ishi Jungkook, o que foi? Que você esta se aproximando.] Digo me afastando.
[-Você não sabe como essas calças mechem com os garotos.] Diz ele passando a mão em mim.
Eu estava gostando, mais não me sentia bem porque gostava do Jin. Mais o Jungkook é um homem bem vamos dizer assim "HOMEM" não digo de sexualidade digo pela pegada.
Ele agarra minha cintura.
Coloco minhas pernas encima das pernas dele enquanto ele beijava meu pescoço.
[Jungkook] -Eu gemia alto.
Ele não parava e nem ligava se os outros escutassem, ele chega deixar marcas em meu pescoço.
Ele tira minha blusa e aperta meus seios carinhosamente.
Eu tiro o shorts dele, e jogava seu boné longe. Ele subiu sua boca até chegar em meu labios e começamos um beijo.
Ele começou apertar minha bunda e mordiscava minha orelha.
Ele me pegou e me colocou em seu colo tirando sua intimidade para fora.
[-Dança para mim.] Disse ele.
[-Ah Jungkook, tenho vergonha.] Digo pondo a mão no rosto.
[-isso não vai sair daqui.] Diz ele acariciando meu rosto.

Me levantei e tirei minha leggin começando uma dança sensual, enquanto ele se masturbava enquanto me via dançar.
Parei a dança e fui até ele.
[-Quer que eu faça isso para você?]-Digo.
[-Avontade.] Diz ele tirando a mão da sua intimidade.
Eu começo o masturba-lo.
Ele começa a gemer.
Depois de uns minutos o masturbando ele senta na cama.
E eu também e começo a rebolar em seu colo. Ele tira minha calcinha, e coloca sua intimidade na minha.
Logo Jungkook libera seu sêmen em meu rosto. E eu libero o meu sêmen nas suas partes íntimas.
[***, nossa nunca pensei que você fosse tão boa assim.] Disse ele com um leve gemido.
[-Precisamos fazer mais trabalhos de escola assim.] Digo.
[-Vá tomar um banho eu empresto uma roupa para você] diz ele me beijando..
Vou e tomo outro banho. Me troco e me enrolo na toalha.
Eu grito para o Jungkook.
[-Jungkook, me dê a roupa.]
Ele joga a toalha errado de propósito para eu agachar e ele me ver agachada.
Ele ri de lado.
Coloco sua roupa e saio do banheiro.
[-Que gatinha cheirosa.] Diz ele
[-Jungkook, não comente com seus amigos que a gente fez isso] digo num tom de misericórdia
[-Okay ***, isso ficará entre nós].
Ele me leva até a porta de sua casa. Eu pego minha bicicleta e vou pedalando rapidamente para a casa.
Quando eu chego deixo a bicicleta na garagem e vou na cozinha falar com a minha mãe.
Sento na bancada e vejo ela tomar seu café.
[-Mãe?] Digo colocando a mãe no rosto.
[-***, fez o trabalho?

[-Fiz na casa do Jungkook.] Digo.
Ela ergue a sombrancelha como quem queria me zoar.
[-Mãe, mais voltando ao nosso assunto, eo celular que você me prometeu?] Digo sorrindo.
[-Espere seu pai chegar e ele te leva na loja.] Diz ela.
Subo correndo trocar aquela roupa do Jungkook, sorte foi que ela não reparou na roupa dele.
Quando pego meu celular antigo me deparo com varias mensagens
Yoongi : Precisamos conversar de uma maneira melhor agora 😏
Jungkook : Sua dança não sai do pensamento.
Jin : preciso te ver, nem que seja por 5 segundos.
V : Fala para Alice que eu não crusho ela nem ninguem.
Namjoon : vamos comer um lanche novamente?

Fecho meu whatsapp e não respondo nenhum dos garotos, deito meu rosto no travesseiro e começo a gritar.
Logo ouço batidas em minha porta e vou abrir.
[-Seu pai chegou ***, não demora.]
Desço correndo e vou até o carro do meu pai.
Vamos até a loja e a vendedora chega nos atedender
[-Boa tarde qual aparelho vocês buscam?] Diz ela.
[-o iPhone 6 plus, por favor.] Digo apontando.
Ela pega a caixinha do aparelho e embrulha na sacola.
[-Papai, vou ver uns vestidos pode levar meu celular que eu vou embora de taxi.] Digo.
[Okay, tchau ***.] E ele me dá um beijo na testa. Meu pai me mimava demais da conta.

Vou no setor de roupas femininas. Começo a caminha olhando para o meu mp3 e bato de ombro com alguém.
[-Não olha para onde... a-anda...] E vejo Jimin.
[-***?] Diz ele enquanto me olhava de cima a baixo.
[-Porra, não estava vendo eu aqui não.] Digo querendo começar uma briga.
[-Caralho, calma. Você que não me viu, olhando para esse traço aqui.] Diz ele tomando meu mp3.
[Jimim, devolve.] Digo pulando para tentar pegar.
[-Jiminzinho, vamos filhinho de mamãe] Diz a mãe dele se aproximando.
[-Mãe não me chama assim] Diz ele enquanto me devolvia o meu mp3.
[-Ah Oi ***, quanto tempo, avisa a sua mãe que logo eu ela você eo Jiminzinho vamos jantar lá.] Diz ela puxando o Jimin.
[-Aviso sim.] Digo segurando uma risada.
Ela acena para mim e o "Jiminzinho" também com um sorriso falso no rosto. Comprei umas saias para usar como uniforme novo e uma bota de cano altíssimo, passo no caixa e pago no cartão de crédito do meu pai. Saio da loja com aquelas sacolas todas e chamo um taxi, que me leva até minha casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...