História Trying to change the distant past - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger, Sirius Black
Exibições 26
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 2 - Carta e Poção


POV HERMIONE.

Acordei desanimada hoje como todos os dias acho que só sobrevivo ainda pelos meus filhos e netos, a minha vida já não tem tanta graça, meu marido Ron morreu naquela guerra anos atrás se colocando na minha frente quando o Voldemort tentou me matar, quando eu já estava esperando o Hugo. Vocês devem pensar, ela tem netos? Quantos anos tem então? Tenho 57 anos, mas ainda lembro como se fosse hoje meus momentos com o Ron e o Harry e se tem três coisas das quais me arrependo são: Ter sido a certinha Granger porque de que adiantou? NADA! Eu poderia ter aproveitado os tempos de Hogwarts, podia ser menos certinha mas agora não posso reclamar passado é passado, segunda coisa: Ter começado a namorar com o Ron justo naquele ano, no ano em que o Harry acreditou ter matado Voldemort em 1997, eu poderia ter me declarado antes e passado muito mais tempo com o Ron e em terceiro, por não ter roubado um vira-tempo quando eu ainda estudava em Hogwarts, eu poderia voltar ao passado e salvar o Harry de ter uma infância horrorosa com os Dursley eu mataria Voldemort e ainda faria picadinho do Petigrew por ser um rato idiota e traíra. Mas agora não tem mais como voltar atrás, os anos passaram e aqui estou eu. Desci para preparar o café da manhã e vejo que Rose já está fazendo o café da manhã:

– Oi mãe - ela diz sorrindo - Mãe,você tem que se animar a vida segue.

– Rose você não entende - murmuro.

– Então explique - ela pede.

– Não peça isso,é muito forte pra mim não quero desabafar agora, eu acabaria chorando - digo.

– Mãe, as vezes é bom desabafar sabe, falar com alguém sei que deve ser difícil mas você não pode fazer nada papai morreu, vovó Molly morreu, mas pense que todos que morreram morreram como heróis - ela diz tentando me confortar.

– E de que adianta Rose, eles morreram...Desculpa, é que eu não me conformo eu podia ter evitado eu não devia permitir que o Ron se jogasse na minha frente, eu devia receber aquele Avada, eu não devia ser a certinha Granger, eu devia ser como o Harry e o Ron, eu devia não ter medo de me arriscar, eu devia usar um vira-tempo e matar VOLDEMORT - digo entre choros.

– Mãe não pense nisso, você tem netos lindos, a Molly e o Ronald são seus netos! E o Hugo logo casa com a Lily e vão te dar netos também, tenta esquecer o passado - ela pede,mas se eu não consegui esquecer todo esse tempo porque agora eu iria conseguir?

– Vou tentar - digo e logo aparece o Scorpius e os meus netos Molly e Ronald.

– Oi S.ra Weasley - me cumprimenta o Scorpius.

– Scorpius, já disse para me chamar de Hermione ou Mione - digo com um sorriso forçado.

– Desculpa S.ra We...Er, Hermione é força do hábito e vivo me esquecendo de chamá-la pelo nome - ele diz sorrindo.

– Oi vovó - chega a minha neta me dando um abraço.

– Oi minha pequena tá animada? Hoje você vai pra Hogwarts - digo sorrindo.

– Sim vovó, você vai me levar? - ela pergunta com uma cara pidona.

– Claro querida - respondo sorrindo - Rose, Scorpius eu andei pensando e acho que vou trabalhar em Hogwarts fiquei sabendo que tem uma vaga de professor de DCAT sobrando lá,sou ótima em DCAT e Poções,que acham? - pergunto.

– Ótima idéia S.ra Weasley - diz meu genro que insiste em me tratar com tanta formalidade.

– Boa idéia mamãe,assim você se distraí um pouco - ela diz sorrindo pra mim.

Acompanho meus netos até a estação King's Cross,eles entram em uma cabine,me despeço encorajando-os,dizendo que eles vão se dar muito bem em Hogwarts e não precisam ficar com medo e em seguida aparato em Hogwarts.

– Olá S.ra Weasley - alguém me cumprima.

– Ah oi Teddy não sabia que trabalhava aqui - digo surpresa.

– É,aceitei o emprego a alguns dias sou o novo professor de História da Magia - ele diz sorrindo.

– Fico feliz por você e como vai a sua filha com a Victoire a Tonks II - pergunto.

– Bem muito bem amanhã faz 17 anos - ele diz.

– Bom vou indo, tchau gostei de revê-lo - digo e caminho até a diretoria,como se passaram 39 anos desde que a McGonagall assumiu a diretoria e ela já morreu há 12 anos então a nova diretora é minha afilhada,Lilian Luna Potter.

– Entre - ela disse assim que bati na porta.

– Oi Lily - digo - Eu vim pra saber se tem como me dar o emprego de professora de DCAT? - pergunto esperando que a resposta seje sim.

– Primeiro sente-se tia Hermione, tem uma carta para você, vou esperar lá no salão principal - ela diz,séria mas depois sori pra mim como se soubesse o conteúdo da carta.

" S.rta Granger, através dessa carta lhe entrego a sua salvação,ou não...Sei que quer reverter tudo,quer que Sirius,Remus,Tonks,os pais de Harry todos sobrevivam bem lhe ofereço isso,primeiro tome essa poção que concerteza está em uma caixa vermelha mágica guardada na diretoria com essa poção você voltará a ter sua aparência de 11 anos, e junto a essa poção tem outra que a levará direto para a época de 1971 a época dos marotos,mas devo adverti-lá se for para o passado não poderá voltar sua vida será lá o futuro depende de você,somente de você,se você quiser é só beber as poções se não quiser case-se com o Weasley como sei que pretende fazer,a decisão está em suas mãos,sabe que lhe considero como filha qualquer decisão que tomar sei que é a certa.

Assinado:Minerva McGonagalll

Data em que a carta foi escrita:17/12/1997.

O que?Essa carta chegou até mim só 39 anos depois de ser escrita?Se eu a tivesse recebido antes Ron não teria morrido,nem a mãe dele minha sogra Molly,nem o Snape e tantos outros,mas não importa,vou voltar para o passado e isso me anima muito,finalmente vou ter a chance...E não vou falhar,vou dar uma infância melhor ao Harry,vou matar Voldemort e o Rony não morrerá,vou ajudá-los e salvá-los não importa que nunca mais os veje pelo menos serão felizes assim como o Remo,Sirius,Tonks e tantos outros.Peguei a poção que me faria ficar com minha aparência de 11 anos e depois tomei a outra poção,me senti ficar tonta e quando percebi eu estava caida em um lugar familiar mais diferente:

– Quem é a S.rta? - me perguntou alguém me fitando curioso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...