História Tu e Eu (Que tal Taiora?) - Capítulo 29


Escrita por: ~ e ~MicasKikas

Postado
Categorias Digimon
Personagens Agumon, Armadillomon, Biyomon, Cody Hida, Davis Motomiya, Gabumon, Gatomon (Tailmon), Gomamon, Hawkmon, Joe Kido, Kari Kamiya, Ken Ichijouji, Koushiro "Izzy" Izumi, Mimi Tachikawa, Palmon, Patamon, Sora Takenouchi, Taichi "Tai" Kamiya, Takeru "T.K." Takaishi, Tentomon, Veemon (V-mon), Wormmon, Yamato "Matt" Ishida, Yolei Inoue
Tags Amor, Daikari, Digimon, Drama, Felicidade, Kenyako, Mimato, Romance, Sorato, Taiora, Takari
Exibições 30
Palavras 1.527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Pessoal aqui deixo-vos um capitulo muito emotivo que eu e a @MicasKikas fizemos como sempre com muito carinho para vocês.

Capítulo 29 - Finalmente a queixa


Fanfic / Fanfiction Tu e Eu (Que tal Taiora?) - Capítulo 29 - Finalmente a queixa

Na Esquadra da Policia:

Matt espera sentando do lado de fora que Mimi saísse da sala de interrogatório, pois já estava lá dentro á quase uma hora, ele aguardava impacientemente que a namorada saísse, pois ele também já tinha ido falar com o delegado Kinomoto, mas só Mimi é que poderia decidir se queria ou não apresentar queixa contra Michael mais uma vez, pois o norte-americano já tinha o cadastro manchando por tentativa de violação, ofensa á integridade publica e violência doméstica. Se Mimi deve mais esta queixa seria tentativa de rapto, apenas mais uma a se juntar no cadastro já extenso de Michael, o que lhe dava direito já alguns anos de prisão.

Matt andava de um lado para o outro na sala, nem o seu companheiro digimon Gabumon, nem Palmon o conseguiam acalmar. O rapaz estava bem nervoso, pois sabia o quanto custava á sua namorada voltar a contar enumeras vezes o que tinha acontecido nos Estados Unidos e depois o que se tinha passado hoje.

Gabumon: calma Matt, senta-te um pouco. A Mimi deve estar quase a sair. Dizia olhando para o parceiro que andava de um lado para o outro.

Palmon: o Gabumon tem razão Matt, a Mimi se te vir assim ainda vai ficar mais nervosa, Senta um pouquinho. Dizia a digimon em tom amigável e o rapaz sentava-se.

Posto isso passados alguns minutos o Srs. Tachikawa chegavam á esquadra, o casal chegava um pouco nervoso pois sabiam bem o quanto a filha tinha sofrido na América, á custa do que o Michael lhe tinha feito, não queriam que a história se volta-se a repetir no Japão.

Sra. Tachikawa: Matt onde está a minha filhinha? Dizia enervada abraçada ao marido.

Matt: Ela ainda está lá dentro Senhores Tachikawa. Faz já uma hora que ela entrou e ainda não saiu. Dizia sentando-se e pondo as mãos no rosto chorando, os senhores Tachikawa sentavam-se ao lado dele a confortar o rapaz, quando Mimi saia da sala e vinha em direcção a eles, já com Palmon em seus braços.

Sr. Tachikawa: Mimi, filha! Dizia correndo abraçar a filha. Todos abraçam Mimi, depois deixam ela ir confortar Matt, que ainda tava meio abalado.

Mimi: Amor podes relaxar, isto que aconteceu não foi e nunca será por falta da tua protecção, sempre cuidaste super bem de mim, mais uma vez ele usou um golpe baixo para tentar se vingar de mim. Mas agora acabou a queixa está feita, só falta o Tai também assinar a queixa contra ele por agressão, e quando o apanharem ele finalmente vai pagar por todo o mal que me fez. Dizia abraçando o namorado com força.

Matt: Foi falha minha sim, nunca devia ter deixado ires assistir ao show no meio da multidão, devias ter ficado no meu camarim a ver o show com a Palmon e o Gabumon, e… Mimi não lhe deixava dizer mais nada porque lhe dava um mega beijo doce e quente nos lábios.

Mimi: shhh… Eu disse para relaxares meu bem. Eu estou bem tenho o melhor namorado do mundo, os melhores amigos do mundo e a melhor família do mundo também. Dizia depois do beijo abraçando os pais, o namorado e os digimons.

Palmon: Como estará o Tai, ele não pensou duas vezes antes de se mandar de soco na cara do Michael. Mas quando o Michael lhe acertou com a garrafa eu pensei, que ele tivesse morto o Tai. Dizia ainda no colo da parceira.

Matt: vou dar uma ligadinha para a Kari para saber como está o Tai. Dizia pegando no telemóvel.

Tk: Manooo!!!! Dizia abraçando o irmão.

Matt: então maninho? Perguntava preocupado.

Patamon: O Tai esta a ser operado.

Mimi: Omg! Pobre Tai. Dizia triste e começando a chorar.

Tk: Ele esta a ser operado para lhe extraírem vidros da garrafa que entraram na cabeça dele. Dizia preocupado.

Matt: Minha nossa! Tenho de ir para o hospital, a Kari e a Sora devem estar a precisar de mim. Dizia preocupado.

Os pais de Mimi tinham oferecido boleia até ao hospital para Matt, Mimi, Tk e os Digimons. Quando chegaram ao hospital encontraram na sala de espera os Senhores Yagami muito nervosos, o Sr. Yagami tentando acalmar sua esposa, Davis abraçado a Kari que só chorava, Yolei e Ken com Sora.

Os Senhores Tachikawa foram confortar os senhores Yagami, enquanto Matt abraçava Kari que chorava fazendo o loiro também chorar, Mimi e Tk abraçavam Sora que também não conseguia conter as suas lágrimas, pois a preocupação era imensa.

Três horas depois acaba saindo o médico da sala de operações e todos se põem de pé receptivos ao que o médico iria dizer em relação a Tai. Até Agumon que estava no colo de Matt se mostra muito atento, pois esta super preocupado com o seu parceiro.

Médico: Quem são os pais do Taichi Yagami?

Sr. Yagami: somos nós. Dizia pondo-se de pé de mão dada com a esposa.

Médico: Conseguimos extrair os vidros todos da cabeça do vosso filho, sem criar qualquer tipo de lesão. Ele em breve vai ser transferido para o quarto, vai precisar de repouso e muito silêncio, porque durante as primeiras 24h vai ser normal doer-lhe um pouco a cabeça. Por isso agradecia que por hoje fossem poucas as visitas, apenas os familiares mais próximos.

Sora: Ai meu deus obrigado! Dizia chorando abraçando Mimi e Byiomon.

Kari: graças a deus que o meu maninho está bem. Abraçava Matt forte e em seguida procurava o conforto no abraço de Davis e de Gatomon.

Como já sabiam que a operação de Tai tinha corrido bem e que por hoje só os familiares é que o poderiam ver os senhores Tachikawa tinham-se oferecido para levar os restantes miúdos para casa, levando Tk, Matt, Ken e Yolei para casa. Pois Sora não queria arredar pé do hospital e Kari tinha pedido a Davis e a Veemon para ficarem com ela e Gatomon.

No princípio da manhã uma enfermeira apareceu na sala de espera assustando todos que ali cochilavam, os senhores Yagami ficaram logo com os nervos á flor da pele, Kari agarrava-se a Davis e Sora ficava logo de pé perto da enfermeira.

Sora: Diga Sra. Enfermeira, o que se passou com o Tai? Perguntava preocupada.

Enfermeira: Só para avisar aos familiares que o mocito Yagami acabou de ser transferido para o quarto. Está estável e já acordou do efeito da anestesia. Um de cada vez já pode ir visita-lo. Dizia sorridente.

Os primeiros a entrarem foram os pais fazendo-se acompanhar por Agumon que parecia de longe a ser o mais ansioso para ver Tai. Quando entraram no quarto Tai estava ainda um pouco pálido de cabeça ligada, pois tinham-lhe cortado os cabelos rebeldes para o poderem extrair os cacos de vidro. Estava deitado na cama e mal viu os pais e Agumon deu um sorriso enorme para eles fazendo os três chorarem e sua mãe o abraçou com muito cuidado.

Agumon: Tai ta doendo? Perguntava o pequeno dinossauro amarelo sentado na cama ao lado do parceiro.

Tai: Só um pouquinho. Logo vai passar campeão. Dizia fazendo festinha no parceiro.

Os pais deram-lhe um beijinho na testa e dizerem-lhe que agora devia era descansar e quando pegaram em Agumon para se irem embora, Tai disse que não, que ele iria ficar ali com ele, os pais concordaram e lá deixaram ficar Agumon. Na saída do quarto os próximos a entrar foram Kari e Davis. Kari que logo correu para a cama em direcção ao irmão a chorar, mas Davis e Gatomon logo acalmaram ela.

Tai: Calma maninha, ainda não foi desta que te livraste de mim. Dizia em tom baixinho e brincalhão como sempre.

Kari: Não sejas bobo maninho. Dizia com Gatomon ao colo e abraçada a Davis.

Davis: Ainda bem. Que estas bem capitão. Foste muito corajoso, cada vez te admiro mais.

Tai: hehehe obrigado Davis. Dizia corado.

Depois despediram-se de Tai, pois Davis sabia bem que Sora estava doidinha para entrar mais Byiomon, para ver com os seus próprios olhos que Tai estava bem. Quando Davis e Kari saíram do quarto Sora e Byiomon logo entraram. Sora foi até Tai dando-lhe um beijinho com o máximo dos cuidados.

Tai: Então Sora, não chores. Eu estou aqui, não estou? Dizia segurando a mão dela.

Sora: Tas Tai, mas tive muito medo de te perder. Dizia chorando, ele apertava-lhe a mão com força em sinal de carinho e conforto, pois ainda não se podia sentar.

Tai: Como estão a Mimi e o Matt?

Sora: estão bem, eles estiveram aqui durante a tua operação. Eles amanhã voltam para te ver. A Mimi já apresentou queixa e depois tem um papel para tu assinares também. Mas agora não vamos falar disso, porque tu precisas é de descansar. Dizia ajeitando-lhe os cobertores e dando-lhe um beijinho na testa para se ir embora. Foi quando Tai lhe agarrou na mão.

Tai: Sora. Não quero ficar aqui sozinho com o Agumon. Fica comigo mais a Byiomon. Dizia olhando para ela.

Sora: tudo bem. Dizia sorrindo.

Assim foi Sora aninhou-se ao lado dele e ali passou a noite, enquanto os dois digimons dormiam no cadeirão pertos pelo casaco da ruiva…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado, finalmente Mimi teve coragem de apresentar uma queixa como deve ser contra o michael, será que vai ser finalmente desta vez que esse loiro vai pagar por todo o caos que esta causando???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...