História Tu sei il mio gatto - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~KamiLuiza

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Híbrido, Hibridos, Jeon, Jikook, Jimin, Jung, Kim, Kookmin, Namjin, Park, Taeyoonseok
Visualizações 55
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ATUALIZAÇÃO SURPRESA!!
Espero que gostem do capítulo gente!😂❤💐👀
Boa leitura e até as notas finais.

Capítulo 9 - Ciao... Hyung?


        Jungkook-on                 

  A água da banheira estava gelada quando entrei novamente, eu não faço ideia do tempo em que fiquei na companhia do Hyung. Meio com dificuldade tentei procurar um creme e um shampoo para cabelos, eram femininos, mas eu gostava do cheiro. Concluí que estavam no outro cômodo. 

  Acho que valeu muito a pena, eu devia ter filmado... Os outros Hyungs iam zoar tanto eles, faz tempo que não conversamos tanto pessoalmente quanto virtualmente.

 Terminei de arrumar algumas coisas no banheiro e sai com uma toalha na cintura em direção ao meu quarto em ruínas. Eu me distraí indo até lá escutando e dançando alguns passos de Hero.

  A música me alegrava, como quase a maioria das músicas de k-pop.

  K-pop é vida, querido.

  Enfim, cheguei em frente a porta do quarto e a abri devagar, em troca soltou um rangido. A água ainda estava ali parada, cobria a maior parte do chão, era mais ou menos de quatro a cinco centímetros. Uma parte da água fria escorreu pelo chão do corredor. Algumas coisinhas flutuavam aqui e outro em um lado diferente pelo quarto.

 Me diz, eu mereço isso? Bem, talvez na minha vida passada eu matei alguém ou pessoas afogadas, é de dar arrepios, credo. Bem, adentrei o quarto calmamente e tranquei a porta.

 Tentei achar uma camiseta e uma bermuda, são as roupas mais comuns que eu uso dentro de casa. Meu guarda roupa é basicamente composto por roupas sociais, como ternos. Não só isso, claro. Uso outras coisas como regatas e tals.

 Admito que preciso de umas belas compras e dar um jeito em relação a essa bendita bagunça...

 Meias, roupas intimas, casacos, moletons, ternos... tudo junto e misturado, puta que pariu. Porque eu não entrei de costas para evitar ver isso? Será que burrice é transmissível? Tem pão no céu? É pedir demais para que meu OTP se assumisse? 

  Foda-se.

 Continuando aqui, peguei com os braços tudo o que pude e joguei tudo na cama. Tentei separar as roupas amassadas de moletons, casacos, também retirei do meio umas gargantilhas, - Como isso foi parar aí? Não sei. -  bom... Tentei arrumar e salvar algumas roupas, Namjoon hyung só pode ter tentado escolher ou achar alguma coisa... Mas porque essa bagunça? Agora não adianta reclamar, né?

 Depois de separar tudo, encontrei uma camiseta branca e uma bermuda cinza. Roupa neutra, ótimo. Inclusive separei também uma roupa de banho, talvez eu dê uma passada na piscina com um bom suco de maracujá, enquanto estou tomando um banho de sol... 

 Eu sei que estou esquecendo de alguma coisa, era algo a ver com o Jimin e os hyungs. Tipo como um exame .. 

 Bem, me dirigi ao banheiro e tive a "agradável surpresa": Escutei aquele barulho de água transbordando de dentro, se antes era quatro entre cinco virou seis entre sete centímetros. Tomei todo cuidado do mundo ao entrar, vi que deixaram a torneira ligada, eu tenho cara de banco agora? - Rico tenho toda a certeza de que é! - Conta de água vai me ferrar no final do mês. Me segurei em algumas coisas para não escorregar e quebrar a cara, abri o box e me abaixei para fechar.

 — "Eu não sou obrigado a arrumar mesmo." - Bufei, dei de ombros e foi me arrumar finalmente, meus pés já estavam enrugados de tanto tempo na água, observei mesmo com as chinelas atrapalhando.

 Eu estava no corredor e já ia descendo para as escadas. Escutei vários palavrões sendo proferidos na sala, Jin e Namjoon discutiam irritados. Cacete, treta Namjin... Amei! 

 Treta? Gosto de ver ao vivo.

 Escutando bem com a minha audição pude reparar que o assunto de entregador de pizza retornou. Vou fazer uma lavagem cerebral em alguém, não se deve fazer isso se você tem armyguinh#s... - Finjam que vão seguir meus conselhos, hashtag credibilidade - Bem, desci com uma falsa expressão inocente. Jimin estava passando pela sala indo para o jardim, possivelmente para evitar de ouvir aquela conversa. 

 — Jin me desculpa pelo amor de Deus! - Disse Namjoon de frete para o mais velho, ele estava de joelhos e o moreno sentado no sofá. Como deve imaginar, não estava entendo porra nenhuma e em seguida voltou seu olhar para mim, me pedia uma resposta para o desespero do outro.

 Nunca peça ajuda a Jeon Jungkook ligado no 120. Por que vai dar merda, mais merda e muito mais merda.

  Gesticulei alguns movimentos indicando que era efeito das bebidas da noite passada e uma "pequena" trollagem, nada demais. O mais velho fez um sinal e deu um sorriso sacana.

 — Explique-se antes que eu desista. - Disse.

 — Eu não estava sóbrio, não estava ciente dos meus atos...

 — Pula esse cacete e passa 'pra esse vagabundo. - Disse fingindo irritação, isso fez o outro se encolher. Treinadores são feras mesmo. Namjoon contou sobre a nossa conversa, isso deu mais criatividade ao moreno. 

— Você não tem ideia de como me chateou, pode ainda não ter me marcado... Mas não acho que me estressar vai faz bem 'pro bebê. - Disse enquanto fazia carinho na barriga sem volume, isso foi um choque para mim... Caralho, até me engasguei com saliva e me causou tosses que chamou a atenção do Namjoon, este estava mais surpreso que eu. 

 — Como assim?! - Namjoon se levantou de supetão enquanto se abanava, eu pensava que era 'pra trollar e não matar o coitado. Mas, bem... Deve ser a vida entrando em ação. — Ai meu Deus... Quando você descobriu? Como eu não senti o cheiro? 

 — Calma hyung...

 Antes do moreno abrir a boca, o mais alto desmaiou e meteu a fuça no chão. Acho que matamos alguém ou ele só desmaiou mesmo. Jin riu muito da situação enquanto eu tentava levantar e colocar o hyung no sofá. 

 — De onde você tirou essa ideia? - O olhei meio risonho. — Meu Deus, hyung! Não sei se rio ou fico preocupado por ele.

 — Melhor rir do que chorar. Então, eu meio que não sei... Foi aleatório, mas se bem que deve ser bom ter filhos.

 — É trabalhoso também. Quero ser um bom appa, não quero ser injusto. - Digo com sinceridade. — Eu queria ter dois filhos ou filhas, e se desse um casal talvez.

 — Acho que você conseguiria lidar com esse papel, mas arranje alguém que preste e sabe que não adiantaria educar se o outro desfaz tudo. - Disse enquanto fazia carinho nos cabelos de Namjoon. — Não sei o que aconteceria se você estivesse preso a aquela vadia. Teorias rondam minha mente, assim como teorias de MV's.

 — Nem me lembre disso. Ela não para de me mandar mensagens, é todo dia e em um horário especifico.

 — Provavelmente ela estava bêbada, sozinha e arrependida por ter deixado você e o seu dinheiro escaparem. - Disse com um misto de sinceridade, nojo e uma leve pitada de veneno.

  — Sincero e delicado como sempre. - Digo com ironia.

 — É só a verdade pura, querido. - Disse sorridente. — Ah é! Eu examinei o Jiminnie. 

  —" Ah lembrei. Sabia que tinha esquecido algo, só falta Namjoon."

 — Nossa, já tem até apelido. Por que comigo não foi assim? - Fiz um bico em meus lábios.

 — 'Tomar no cu, você já tem apelido. Enfim, descobri que Jimin tem vinte e quatro anos, mais um hyung pra tu. 

 — Como isso é possível? Ele tem cara de estar frequentando a escola ainda. - Digo incrédulo. 

 — Aparências enganam.- Disse o óbvio.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim.
Sabe eu tô meio desanimada, tenho aula ainda amanhã que é sábado.
Ganhei até um cachorrinho se pelúcia, deu até plot pra um cap( não sei se coloco em prática nessa fanfic.
Até a próxima atualização!!❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...