História Tua - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Em Família, Giovana Antonelli, Tainá Müller
Personagens Personagens Originais
Tags Clarina, Giovannaantonelli, Romance, Tainamuller
Exibições 242
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom fico feliz que tenham gostado da fic.... e nao eu nao vou abandonar ela. Vc vao me ver aqui ate enjoar. Outra coisa... amei os comentarios. Vou pasar la sempre pra responder vcs.
Como eu dice... ou nao? Nao lembro. Bom ese cap e o q vem. Vai ser pra apresentar bem as protagonistas e contar um pouquinho da historia delas.
Entao e isso.... boa leitura pessoinhas😙💛

Capítulo 2 - "Familia"


Fanfic / Fanfiction Tua - Capítulo 2 - "Familia"

Pov Clara

Acordo por volta de 7hs da manhã, levanto tomo meu banho me arrumo e vou acordar o meu mulequinho para tomar café e se arumar para escola. Entro no seu quarto e como sempre, está tudo bagunçado junto uns brinquedos que estão pelo chão e me dirigo até a cama. Nela tem um monte de cobertas escondendo um cabelinho loiro. Vou até elas, as tiro e lá está meu toquinho de gente. Dou um beijo e começo a dura missão de tentar acordá-lo.

Eu: Oi amorzinho mais fofinho da mãe…. Bora acordar?

Ivan: não

Eu: meu amor está na hora vamos que vc tem aula hoje

Ivan: mais mãe hoje é sexta, dá para faltar

Eu: se você quiser aproveitar todo o final de semana comigo na Praia, é melhor o senhor levantar.

Ivan: fim de semana na Praia? Ok ok já levantei… tem oque de café da manhã hoje?

Eu: pode adivinhar… é uma coisa que você adooooora

Ivan/eu: Panquecaaaaaaaaas

Boto meu muleque pra tomar banho e vou até o quarto de hóspedes acordar o traste do meu marido. Abro a porta e o cheiro a bebida invade as minhas narinas.

Eu: ooooh cadu... acorda, anda! E vai tomar um banho que o meu filho já acordou e não quero que ele veja isso.

Cadu: não grita mulher. Mina cabeça tá explodindo

Eu: se você não levantar agora e for se arrumar ela vai explodir mesmo, só que de verdade.

Cadu: posso saber o porque dese mal humor todo? Não se tocou ontem a noite não?

Eu: eu já disse para voce ir se arrumar. Vai antes que eu perca a cabeça e acabe gritando demais com meu filho aqui dentro

Cadu: SEU FILHO... SEU FILHO! Tudo é esse moleque sempre, para mim nada.

Eu: você já está grande para ficar com esse ciuminho bobo, ainda por cima de uma crianca, vê se cresce. E já disse q se for beber não volte para casa

Cadu: que merda, vai vasa do meu quarto que eu vou me arrumar

Ele fecha a porta na mina cara e sai. Eu juro que um dia eu coloco ese imbecil para fora desa casa. E acabo com o que resta deste “casamento”

Vou para cozinha preparar o café da manhã para mim e meu filho. E depois levar ele para escola e ir pro trabalho. O dia de hoje é longooo

Bom agora vou me presentar para vocês... Meu nome é Clara Fernandes, tenho 32 anos, sou casada à 12 anos com o Carlos Eduardo, ou simplesmente cadu, aquela praga está na minnha vida tem tempo, 12 anos de casados e mais 3 de namoro. O único bom que ele me deu foi meu filho ivan de 7 anos, um menino loirinho, alegre divertido e tudo o que você possa imaginar. A única dificuldade que ele me dá é para acordar, de resto é um menino exemplar, por sorte não puxou nada do pai. E a outra coisa boa que ese homem me deu foi a tranquilidade com a minha mãe, para ela a gente vive num mar de rosas e me tem como exemplo de superação. E que você deve estar se perguntando o por que. Bom lá vai….. superação da mina condição de homosexual, para ela o cadu foi meu remédio, ela não está nem ai se eu estou feliz ou triste no meu casamento, para ela o importante e ter a filha casada com um HOMEM formando a típica família feliz que todo mundo quer. Ela quase surtou quando eu falei para ela que gostava de meninas, demorou para eu assumir? Sim! Mas eu vi que era aquilo que eu queria depois de pasar a noite com uma bela mulher, essa que está até hoje na minha cabeça, com ela eu descobri que o sexo pode sim ser prazeroso pra mim. Lamentavelmente eu nunca mais encontrei aquela mulher, também eu não podia mais procurar por ela, eu devia transar com um homem, namorar com um homem, casar com um homem. Esse era meu destino. Depois daquela noite eu descubri que eu estava grávida do meu atual ex, o Carlos Eduardo. Ele deu uma pinta de bom moço para minha mãe e me pediu em casamento, a gente casou, sem amor um pelo outro, tudo era pela crianca. A mesma que eu perdi quando estava com 6 meses de gestação. Era uma menina, minha princesinha. Nesses seis meses de gravidez eu já tinha casado e já estava morando junto com meu marido. Tudo tão rápido, depois de perder o bebê, o cadu se mostrou uma boa pessoa, me conteve e a gente ficou muito bem por alguns anos. Eu nem sentia tanto nojo asssim do sexo, eu gostava, não tanto como foi com aquela mulher que até hoje só de lembrar algumas coisas daqula noite, minha calcina já fica molhada. Mas eu consigo aguentar uma hora de sexo sem reclamar. As coisas começaram a piorar quando eu fiquei grávida de novo, só que este bebê sim nasceu, é o meu pequeno ivan. Ele regeita o menino desde que ele naceu, eu nunca deixei isso me afetar, nem afetar o meu pequeno, eu sempre dei amor por dois. Se até hoje eu continuo com este casamento é porque eu quero que o ivan tenha um pai presente, eu sei como é não ter alguém para ir na escola no dia dos pais, eu sei como um pai faz falta na vida de uma criança, e eu quero que meu filho tenha isso. Até hoje eu não sei nem o nome do meu pai, e isso é de verdade muito triste.

Bom depois eu continuo contando um pouquinho mais para vocês, agora eu tenho que levar meu pitoco para escola e ir trabalhar.

Pov Marina

Acordo com o sol batendo na mina cara, levanto e começo a me arrumar, tomo um banho e me visto. Acabo de arrumar as coisas para viagem, tem que confirir se esta tudo organizado, porque né... não é sempre que se muda de Nova York para o Brasil. Vou preparar o café da manhã quando escuto um barulho vindo das escadas

V: Olha quem acordou

S: Mamaeeeeeeeeeeeee


Notas Finais


Bom e isso.... volto o antes posivel. Lembrando que se tiver algum erro... desculpa e que ja falei mais vai denovo. Sou uruguaia entao eu trato de escrever e ficar bom... tem a ray que corrige tudinho pra mim. E eu posto pelo celular entao e uma droga. Assim q relevem os erros.
Bom e isso bjo suas lindas.
Aaa e podem comentar se quiserem algo especifico na fic, tipo a personalidade de alguma delas, ou se quiserem que eu coloque alguem mais na fic. En fim alguma coisa q vcs gostem e querem ver na fic.
Agora sim... chau😂😙😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...