História Tua - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Em Família, Giovana Antonelli, Tainá Müller
Personagens Personagens Originais
Tags Clarina, Giovannaantonelli, Romance, Tainamuller
Exibições 203
Palavras 1.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom aqui estou eu denovo.
Vi que conversaram bastante a tarde ein.
Bom sobre o cap..... boa leitura😂😙

Capítulo 5 - Vejo que lembrou de mim


Fanfic / Fanfiction Tua - Capítulo 5 - Vejo que lembrou de mim

Pov Marina

Sao 8hs da manhã aqui no rio de janeiro. O avião acabou de pousar, minha pequena ainda dorme então vou ter que descer com ela no colo. A fla e a Vanessa já estão de pé só esperando para desembarcar.

A gente sai, a sol já está acordada olhando tudo de forma bem curiosa. Fazemos todos os procedimentos pós aterrissagem e ficamos esperando as malas. Pego meu telefone e ligo para saber se o carro já está a nosa espera. Mas parece que ele ficou preso no engarrafamento e vai demorar um pouco. O que nos resta é esperar agora. É Marina, bem vinda ao rio. Fomos a um caffe porque a minha pequena já estava com fome e ficamos ali aguardando a chegada do motorista.

Eu: e ai filhota? Tá gostando?

Sol: aaa mãe a gente nem saiu daqui ainda

Eu: eu sei pequena

Sol: mãe aqui é sempre calor assim?

Eu: na maioria do tempo é bem mais quente que isso

Sol: e não é frio nunca?

Eu: é no inverno faz frio sim

Sol: e tem neve?

Eu: não aqui não tem neve

Sol: aaa ok. Oooo tia Selma acorda que cê tá babando na minha tia preferida

Vanessa: Sua tia preferida é? Quero ver depois nem vem querer jogar videogame comigo não

Sol: tá bom eu gosto de você tambem selma

V: para com esse selma

Sol: dá para chamar de lula molusco?

Flavinha: o sol linda da tia, deixa a Vanessa quietinha sabe como é né? Se ela ficar de mal humor a gente é que paga.

Sol: tá bom tia mas é só porque voce pediu ok?

F: Ok obrigado.

V: o marina dá para vc ligar pro cara e ver se ele tá perto com o carro?

V: Marinaaa

F: ei marina se tá bem? Ta branca mulher

S: mãe o mãe

M: oque? Que foi?

V: se tava ai viajando…. Viu fantasma foi?

M: aaa não é que eu preciso ir no banheiro. Voces controlam a sol para mim?

V: Claro que sim, e eu acho que aqui tem banheiro pera que eu vou perguntar ali

M: NÃO deixa que vou no de fora mesmo

V: tá bom vai lá

É ela? Cara eu conheço aquela mulher. Tomada por um impulso eu saio do café e começo a procurar, oque eu tô fazendo? Ela estava com um cara, podia bem ser o marido dela. E se ela não fosse quem eu achava que era? Se bem que ela me olhou parecia ser ela, um pouco mais velha, mais parecia. E se fosse? Eu ia falar oque? Nessa minha guerra interna de procurar ou não aquela bela morena, percebo que estou parada no meio das pessoas. Saio do meu transe e me dirigo ao banheiro. Entrando lá molho meu rosto e fico me encarando no espelho. Fico alguns segundos ali até escutar uma das portas das cabines se abrir, eu continuo ali me encarando. Até que a pessoa aparece no reflexo do espelho. E ela é minha deusa agora eu tenho certeza disso. Eu me viro para ela e a gente se encara, nossa ela está diferente, muito diferente. As roupas despojadas essa franja tão de menina inocente. Nem parece a mulher daquela noite a qual eu ainda lembro cada segundo. Ela continua me encarando e parece que viaja em pensamentos. E ela também lembrou de mim. Não sei quanto tempo se passou aqui mas nenhuma de nós baixou o olhar. Olhos nos olhos uma da outra, nós duas olhando e analizando cada movimento. Por menor que fosse. Ela continua a me olhar mais de repente fecha os olhos e fica ali. Viajando em pensamentos eu acho que ela está recordando aquela nosa noite. Eu ali só vendo ela, cada meio sorriso... E que sorriso. Ela agora entreabre um pouco a boca e nossa. A minha ja esta aguando para ter aquela boca na minha novamente. Eu nunca me esqueci dela e isso é estranho já que eu esqueço muitas coisas. Eu acho que é a curiosidade por não saber absolutamente nada dessa pessoa misteriosa a minha frente. Ela solta um suspiro sofrido e abre os olhos, estes olhos me encaram novamente só que agora tinha algo a mais neles, tesão eu acho. Ela dese o olhar e para bem na minha boca. Agora sou eu que sorrio, e num pedido silencioso abro um pouco a minha boca e a olho. Ela meche a cabeça em sinal de não, mas em seguida sinto uma mão no meu cabelo e outra na minha cintura. Ela nos junta forte com uma pegada que me admira. E ai ela me beija, um beijo voraz e sedento que pede por mais, eu abro minha boca e ela logo enfia sua lingua quente e saborosa. A gente se beija como se o mundo estivese acabando sua mão direita agora aperta a minha bunda e eu seguro forte ela contra mim. Ela me segura pelas pernas e me coloca sentada na pia do banheiro. Ainda de olhos fechados ela começa a beijar o meu pescoço e com uma mão ela aperta meu seio esquerdo, eu não resisto e acabo gemendo. Ao ouvir o meu gemido fraco ela crava os dentes no meu pescoço e depois chupa. Sim isso vai ficar marca. Mas não tô nem ai. Puxo ela pelos cabelos e a beijo trazendo ela para mais perto com minhas pernas. Sua barriga esta na altura do meu sexo e eu não consegui evitar dar uma reboladaa nela. Minha calcinha já estava molhada e parecia ficar pior a cada momento. Ela me baixa da pia e me cola na parede. Sua mão se dirige a abertura da minha calça,

*: Claraaa está tudo bem com você ai?

Clara era ese o nome dela. Mas pera, ela me soltou rápido de mais. Eu olho para ela e parece asustada. E ele debe ser seu marido

C: Já vou já tô indo. Pera um minuto

M: Acho que você lembrou de mim né?

C: E e eu acho que você também lembrou de mim, e agora está sabendo o meu nome

M: Desculpa por ter esquecido é que a gente estava bebadas

C: E eu lembro

M: eu tambem lembro. De cada detalhe

C: é humm... tô indo, tá na minha hora

M: seu marido?

C: não... quer dizer… que?

M: o cara da porta é seu marido?

C: a nao, ele é meu irmão

M: entendi bom saber

C: bom marina né? Eu de verdade tenho que ir agora e desculpa por isso

M: marina sim, fico feliz que lembre meu nome. E não tem que pedir desculpa pelo beijo eu amei

C: na verdade eu tava pedindo desculpa pelo seu pescoço

M: a tem problema não. Bom eu tenho que ir também então toma meu cartão, eu vou morar aqui agora, então se quiser conversar algum dia pode me ligar

C: tá bom obrigado. Até qualquer dia.

M: até

Ela vem desajeitada pega o cartão e me dá um beijo na bochecha. Eu a seguro pelo braço e a puxo para mim novamente e lhe dou um pequeno beijo na boca. Ela corresponde sorri e sai logo em seguida. Eu fico mais alguns minutos ali me arrumando porque ela fez um belo estrago no meu cabelo. E tem um belo de um chupão no meu pescoço que não vai dar nem para disfarçar já que eu não trouxe a bolsa. Quando estou um pouquinho recuperada volto pro café.

V: Nossa até que enfim marina já ia te buscar. O motorista já esta aí tem 15 minutos.

M: A tá vamos

V: se tava fazendo oque no banheiro até agora?

S: Mami mami

M: que foi filha?

S: olha ai se machucou

M: onde meu amor?

S: ai no seu pescoço tem um roxo

V: opaa deixa eu ver…… HAHAHAHAHAHA tá explicado o atraso.

F: Marinaaa que boas vindas ein HAHAHA

S: PAREM DE RIR DA MINHA MAMÃE QUE ELA TÁ DODÓI

V: amor vamos ficar dodói depois?

F: vamos sim linda

M: ok já deu vamos embora

V: vou querer saber de tudo depois ouviu?

M: eu vo contar entra e sossega

E a gente foi até santa tereza nessa piadinhas internas e com a sol comentando tudo o que via a cada momento.


Notas Finais


Bom e isso... foi oque deu pra fazer hoje. Queria saber se vcs querem saber como foi ese encontro so que pov clara. Podem comentar que ai eu ja escrevo o proximo cap.
Ou se querem que eu continue a historia a partir dese cap.
Agradeçendo eu aqui a minha linda irma garcia que me ajuda sempre.
Eiii garcia amo-tu❤
Nos vemos no prox cap beijooo suas lindas😙😙😙😙😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...