História Tudo acontece por uma razão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Lysandre, Melody, Nathaniel, Rosalya, Viktor Chavalier
Visualizações 7
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Apresentação


Novamente acordo com o maldito despertador, a cada toque me dava mais vontade de taca-lo na parede. Queria saber como que a minha nova colega de quarto fez para não acordar com essa merda, cheguei a conclusão que ou ela toma remédio ou ela tem um sono pesado.

Enfim,vou me apresentar decentemente, me chamo Beatriz Cooper, tenho 22 anos, minha características físicas? Tento deixar sempre a melhor possível, afinal meu "emprego" meio que precisa disso. Tenho cabelos até o meio das costas da cor castanho claro, meus olhos são castanhos claros, meu corpo é bem esbelta seios e bunda moderadamente grandes, porquê como eu disse meu emprego necessita de um corpo "perfeito", faço luta, o que deixa mais bonito (eu acho). 

Eu morava em Corning até uns anos atrás, porém minha mãe pegou duas leucemia fezendo com que ela fique enternada, moral da história: sai da minha cidade vindo para Pittsburgh pois aqui tinha uma das melhores faculdades de jornalismo, o que era meu sonho e eu resolvi vir atrás, mas tinha um motivo para tudo isso né, no entanto acabei caindo em um poço sem fundo, literalmente.  E aqui estou eu, dividindo uma pensão barata com uma garota que alugou metade do quarto ontem, nem sei o nome dela se quer, afinal quando cheguei nesse madrugada obviamente ela já estava dormindo.

Fui para o banheiro meio que me arrastando, tomei um banho quente e fiz minha higiene matinal. Fui o mais rápida possível, pois depois de um tempo minha colega de quarto começou a bater na porta do banheiro.

Assim que saí a encontrei sentada na cama com uma toalha em seu ombro.

-Ligue o chuveiro da direita, o da esquerda vai cair água gelada.- Falei a encarando, ela levantou a cabeça e eu consegui ver seu rosto detalhamente, e particulamente falando ela era muito bonita, tinha cabelos platinados e olhos da cor âmbar.

-Xxx: É, obrigada.- Falou passando por mim, antes de entrar ela parou na porta do banheiro e me encarou.- Qual seu nome?

-Beatriz e o teu?.- Perguntei enquanto procurava alguma coisa no meu guarda-roupa, nesse meio tempo acabei esquecendo o que iria pegar. 

-Xxx: Rosalya.- Falou e entrou no banheiro. Rosalya, gostei do nome. Estava distraída olhando o guarda roupa tentando  lembrar o que iria pegar, quando meu celular começou a tocar. "Bicha porpurina" estava escrita na tela e acabei soltando um riso.

*ligação on*

* -Fala Alexy.

-Alexy: Nossa gata, que voz é essa?

-Sono, como sempre.- acabei rindo do jeito que ele falou.

-Alexy: Aham, que horas você chegou ontem?.

-2:30, por quê?

-Alexy: Beatriz, você não acha que esses caras não esta abusando demais?.- percebi a preocupação na voz dele.

-Não posso fazer nada Alexy, eu preciso do dinheiro.- suspirei.- Amanhã mesmo preciso pagar a conta do hospital de minha mãe, consegui 450 reais ontem.- completei animada

-Alexy: aiai Dona Beatriz.- suspirou.- Não esquece de guardar um dinheiro viu, precisamos comprar umas roupar para a formatura que não está muito longe. 

-Eu sei Alexy, já comecei a guardar desde o mês passado. Acho que já tenho uns 150 reais.

-Alexy: Ótimo.- Ouvi alguém o chamar e ele bufar.- Diva, vou ter que desligar, Armin não sabe fazer nada sem minha pessoa. Bjos

-Beijos.

*Ligação off*

Assim que desliguei ouvi a porta do banheiro sendo destrancada e a Rosana. Não, Rosalya sair com os cabelos molhados. Não liguei muito e separei minha roupa na cama, tinha que ir fazer umas compras e pagar a pensão.

Percebi que ela estava arrumando algumas coisas em sua mala e acabou deixando cair uma fotografia, ela tinha caido com que eu pudesse ver, e na fotografia tinha 3 pessoas aparentemente felizes uma incluía  ela, um rapaz moreno com olhos escuro, e um outro de cabelos platinados e olhos de cores diferente. Ele tinha heterocromia, o que deixava muito bonito, na verdade os seus olhos e o estilo vitoriano ajudava para realçar sua beleza um pouco exótica, eu diria.

-Acho que isso é seu, Rosalya.- falei enquanto esticava meu braço em sua direção para ela pegar.

-Rosalya: Obrigada.- disse me olhando um pouco confusa e pegando a foto em seguida.- Você mora aqui, ou alugou aqui já faz quanto tempo, Beatriz?.

-Desde que cheguei na cidade, eu acho. Não tive muitas opções de escolha, naquela época o senhor Carlos me ajudou bastante.- Acho que falei mais do que deveria, afinal ela só tinha feiro UMA pergunta.

-Rosalya: Entendi.- Respondeu deixando o assunto morrer, acho que ela quer cuidar só de sua vida. Dei de ombros.

Peguei minha roupa e fui para o banheiro, o problema de dividir o quarto com alguém é que não pode fazer o que quiser na hora que quiser. Cortei meu pensamento e comecei a me trocar, assim que terminei me maqueei passando um rimel, um lápis e passei um gloss para que ajudasse a tirar o ressecado de meus lábios. Voltei para o quarto peguei o dinheiro que estava na cômoda, as contas e arrumei tudo em uma bolsa. Estava quase saindo quando ouvi a voz de Rosalya.

-Rosalya: Se eu sair, deixo a chave com quem?.- perguntou enquanto arrumava sua cama, isso era bom amava gente arrumada.

-Pode deixar com o porteiro, quando eu chegar vou fazer uma cópia da chave. Tenha um bom dia.- falei e logo após fechei a porta indo a rumo de meus afazeres.

Vou nem comentar que a fila estava enorme, passava da porta da loterica. Me aproximei e fiquei observando os carros passarem até que uma moto muito...Linda e completamente chique passar, aquilo chamou a atenção de todos, ela parou no farol fazendo todos pararem para olhar.

-Senhora: Aquele moço não é o empresário...- ela parou e pensou um pouco.- Eu esqueci o nome dele, mas ele está morando por aqui. A senhorita sabe o nome dele?.

-Desculpe senhora, eu não sei de quem a senhora está se referindo.- Respondi tentando ver quem era o "proprietário" daquela moto, ele realmente deveria ser alguém bem importante para causar esse impacto na rua toda. Até o farol ter aberto e moto ter pertido 90 por hora fazendo com que todos continuasse seus afazeres.

-senhora: Hum, a senhorita é muito bonita sabia? Te desejo sorte, já estou de pé a um bom tempo e eu me cansei, tchau mocinha.- Falou me fazendo rir, não deu tempo nem de agradecer pelo elogio. Eu gosto que as pessoas me elogiem, quem não gosta? Quando dei conta a senhorinha já estava do outro lado da rua.

Bom, depois de 1 hora ou mais consegui ser "atendida", eu só consegui pagar a conta do hospital, a mulher quis ir comer, ou seja, não consegui pagar a pensão.  A mulher não quis pagar nem mais um papel, caramba, sorte que eu tenho mais um tempo para pagar a pensão.

Olhei para ver o calendário e ainda faltava dois dias, agradeci mentalmente, assim eu posso guardar um dinheiro para a vestimenta da formatura e até dia 8 eu posso consegui mais dinheiro para o senhor Carlos. Parando para pensar vai ser até melhor, aproveitei que tinha um dinheiro a mais e resolvi ir ao shopping e comer alguma coisa já que não tinha tomado café. 

Estava comendo meu lanche quando resolvi enviar uma mensagem para Viktor. Bom, Viktor era um amigo que me ajuda a lutar box, no começo ela não cobrava afinal eu não tinha dinheiro, mas agora...

*Mensagem*

Viktor me perdoe, essa semana não dá para ir a academia. Podemos marcar para sábado? Sei que você não gosta, mas só dessa vez por favoooorzinho.

Kiss. Beatriz. 

Fechei meu celular e terminei minha comida tranquilamente.


Notas Finais


Espero que gostem, senão excluo e finjo que nada aconteceu 😂😂💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...