História Tudo aconteceu tão rápido - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Sam Winchester
Tags Destiel
Visualizações 62
Palavras 817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse cap eu estou tentando fazer ele faz um bom tempo.
Espero que gostem

Boa leitura💕

Capítulo 8 - Novas preocupações.



POV DEAN ON

Acordo com o meu bebê se mexendo em meus braços. Ainda estava amanhecendo e Cas estava agitado, como se estivesse tendo um pesadelo e estivesse tentando acordar.

Solto Cas dos meus braços, então assim posso me sentar com um pouco de dificuldade, pois estavamos dentro de uma barraca. Assim que consigo me sentar, eu mexo um pouco o Cas, na tentativa de acordar ele. Depois de mais algumas tentativas os olhinhos do meu anjinho se abrem e ele me abraça com força e chora baixinho. Eu surpreso com tudo, retribui o abraço e afago seu cabelo de uma maneira leve.

Quando ele para de chorar, eu percebo a oportunidade para perguntar com o que ele estava sonhando.

-Meu anjo, você teve um pesadelo?-Falo em um tom de preocupação na voz

-Sim amor, foi horrível, estavamos no nosso casamento só que do nada as pessoas sumiram e tinha sangue por todo lugar e até em mim, eu corria e procurava as pessoas, mas não tinha ninguém, então voltei aonde estava ocorrendo nosso casamento, ai você apareceu gritando comigo, dizendo que me odiava e quando você ia me dar um tapa na cara, você me acordou-Falou Cas baixinho com voz de choro.

-Meu amor, eu nunca encostaria um dedo em você, muito menos falar que te odeio... Eu te amo e nada vai mudar isso.... Ainda está de noite, vamos nos deitar e voltar a dormir.-Falo com a voz meiga e beijo a testa do Cas.

Ele me olha e balança a cabeça em concordância, então nos deitamos, eu nos cubro e o abraço por trás.

-Dean, antes de dormirmos eu só queria te dizer que também te amo-Cas pega minha mão e entrelaça nossos dedos.

-Eu também te amo meu anjo.- Falo com voz de sono e então fecho os meus olhos e o sono toma conta do meu corpo, me fazendo dormir

____________________________________

Quando acordamos já estava perto do meio dia, o sol estava muito forte e nós dois não conseguiamos ficar mais na barraca. Quando saimos da barraca, Gabe e Sam vieram até nos só para dizer que a comida estava pronta. Depois de comermos, nós quatro fomos para um lago que tinha ali perto, só para nadar um pouco, pois estava muito quente e tínhamos que refrescar nossos corpos.

Chegando lá eu, Sam e Gabe entramos, mas o Cas ficou na borda olhando a gente.

-VEM, CAS. A ÁGUA ESTÁ ÓTIMA.-Falo sorrindo e vendo Castiel negar com a cabeça.

-Dean, o Cas não sabe nadar- Falou Gabriel se aproximando de mim.

Nadei devolta para onde o Cas estava e fui até ele e o beijei.

-Meu amor, eu te seguro, vamos entrar na água.

-Dean, eu não sei nadar, tenho medo de me afogar

-Vamos bebê, você se segura em mim- Falo sorrindo e te puxando para o lago.

Entramos no lago sem nenhum problema, nos divertimos a tarde toda rindo, apostando quem nada mais rápido e coisas do tipo. Quando estavamos saindo do lago e eu coloco o Cas no chão, nós vamos andando para o nosso acampamento, mas no meio do caminho o Cas começa a me cutucar, me viro para trás para ver o que estava acontecendo com ele e percebo que seus dois narizes estava pingando, mas não era pouco, pois seu peito estava coberto de sangue. No mesmo instante em que vejo o Castiel daquele jeito, não penso nem duas vezes e o pego no colo e saio correndo para o nosso acampamento, o coloco sentando dentro da barraca e então chamo o Gabriel e falo o que estava acontecendo.

-Dean isso é problema hereditário, meu pai tem, eu tenho e o Cas também tem, fica calmo que eu dou um jeito-Ele fala calmo e entra na barraca e fecha por dentro e então depois de alguns minutos de tensão psicológica o Castiel saí bem e sorrindo dá barrava junto com o Gabe.

-Cas, você está bem? Gabriel o que ele tem? Podem me contar o que aconteceu.

-Dean, você vai saber quando, Cas quiser te contar... Apenas relaxe, isso que ele tem não é nada sério.-Falou Gabriel sorrindo.

-Meu amor, eu estou bem.... Vamos desmontar as barracas? Precisamos voltar para nossas casa-Falou Castiel um pouco nervoso e querendo se livrar do assunto, pelo menos foi isso que eu interpretei.

-Tudo bem, mas quero que fique descansando sentadinho.-Falo e eu e Sam e Gabe começamos a desmontar todo nosso acampamento e guardar no carro. Em mais ou menos uma hora conseguimos acabar tudo e já estavamos todos dentro do carro voltando para nossas casa aconchegantes e sem mosquitos.

Depois de deixarmos o Gabe e Sam na casa deles fomos para a nossa casa, organizamos as coisas que estavam em desordem, tomamos um banho longo e relaxante e fomos dormir, mas até eu pegar no nosso perguntas rodeavam minha mente, perguntas sobre o problema do Cas, porque o nariz dele sangrou, porque ele não me conta o que é... Mas depois de ume bom tempo pensando, eu finalmente pego no sono.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...