História Tudo de novo (Camren G!P) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anahí, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Anahí, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camren, Romance
Visualizações 285
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi, tudo bom com vocês?
Espero que gostem!

Capítulo 14 - Capítulo 14 - Papa?!


P.O.V Lauren

Depois da suspensão que levamos, fomos direto pra sala pra pegar nossas coisas, teríamos que ir embora, já que ligaram pros nossos pais. Só digo uma coisa: Minha mãe vai me matar.
Eu vou ficar de castigo pela eternidade, por que eu me lembro da frase dela quando me colocou aqui " Faça qualquer coisa, mas se um dia me chamarem na escola, se prepare pra da uma visitinha no céu", e eu como uma pessoa hilária perguntei " Pelo menos no céu tem pão? tendeu? tendeu? Hahah ". O meus queridos nunca façam isso.

(…..)

Estava eu, a Camz e Vero sentadas no banco esperando nossos pais. Quando der repente chega um homem que quando eu o vi mais de perto, vi que er o Alejandro, e eles estava vindo na nossa direção junto de Sofia.

Sofia: Loooo - soltou a mão dele e veio correndo até mim.

Lauren: Oi princesa. - a abraço.

Camila: Pai, eu posso explicar. - se levanta junto da bolsa.

Alejandro: Acho bom mesmo, você nunca foi dessas coisas. - cruzou os braços.

Lauren: Não foi culpa dela, os meninos que resolveram fazer um brincadeira sem graça e eu não deixei que fizessem com ela. - ele olhou pra mim e arregalou os olhos. - Falando nisso, oi Alejandro.

Camila: Vocês se conhecem? - pergunta confusa.

Lauren: Sim, a gente se vi ontem em uma lanchonete.

Alejandro: F-Foi - parecia nervoso.

Lauren: Como vai a…. - quando eu ir terminar de falar sou interrompida.

Alejandro: Lauren, será que podemos falar outra hora, eu estou atrasado - disse olhando pro pulso que eu acho que era pra ter um relógio, mas não tem. - pode ser hoje? na mesma lanchonete?

Lauren: Ann claro, claro - disse pegando meu celular - que horas?

Alejandro: As 6:40, que é a hora que eu saio do trabalho - anotei no meu celular pra não esquecer. - Bom, vamos embora, tchau garotas.

Lauren e Vero: Tchau.

Camila: Tchau lolo - disse me dando um beijo na bochecha.

Sofia: Tchau lolo - Me deu um abraço e um beijo.

Lauren: Tchau princesas.

Vero: As vezes eu acho que eu sou invisível -disse fazendo drama.

Camila: tchau Vero - disse rindo.

Sofia: Tchau…- cheguei perto e cochichei -  toquinha - sorriu sapeca.

Vero: Vai se fu…

Lauren: Epa! tem crianças aqui. - tampeu sua boca e rir, ela me deu dedo do meio.

Xxx: LAUREN MICHELE JAUREGUI MORGADO! - Bom senhoras e senhores, hoje vocês iram presenciar, a minha morte, eu espero que eu seja lembrada por tudo que eu já fiz, como ajudar aquele velinho da rua, ou quando eu salvei um gato de cima de uma árvore, e olha que ele me arranhou depois. Eu te amo Camz, eu te amo papa, eu amos vocês Taylor e Chris, Sofia meu dengo te amo também, meus sogros, minha vida, eu…. - Lauren, por que eu fui chamada na escola e por que você ta ajoelhada?

Abri meus olhos e vi que estava ajoelhada com as mãos em forma de oração, me levantei rapida e limpei minha calça. Olhei pra Vero que estava se contorcendo de rir.

Lauren: Bom, foi seguinte - disse sorrindo amarelo - iam fazer uma brincadeira de mal gosto com a Camila, e eu como uma heroína, não deixei que isso acontecesse, e então o professor chegou e mandou Camila, Vero e eu pra diretoria.

Clara: Bom, pelo menos tudo isso foi pra defender alguém, e não por você ter machucado alguém ou algo do tipo, apesar de que eu espero mais da Vero isso acontecer.

Vero: Eii - protestou - concordo - deu de ombros.

Clara: Vamos? - Pegamos nossas coisas e fomos.

(…..)

Lauren: Ei, eu tava pensando da gente chamar as meninas pra sair - Vero e eu estavamos jogando PS4.

Vero: Pode ser, aproveita e chama a Lucy - disse com um sorriso malicioso.

Lauren: Toma cuidado, ela não parece ser daquelas que ficam com qualquer um, que nem as que você pega - peguei meu celular e mandei menagem pras meninas.

Vero: Eu sei - revirou os olhos.

Lauren: Bom, quase todas aceitaram, só falta a Camz.

Vero: Tomare que o sogrão deixe. - dei o dedo do meio.

Mensagem On:

~ Camz? ~ Lauren

~ Oi lo ~ Camz 

~  Eu pensei em chamar as meninas pra sairem hoje, todas aceitaram só falta você....então pode sair hoje?? ~ Lauren


          ~ Hum, posso sim ~ Camz


          ~ Ann okay...ta tudo bem? ~ Lauren

          ~ Ta sim, até lá~ Camz

          ~ Okay, beijos ~ Lauren

Mensagens Off.

Vero: Iae? - Joguei meu celular do outro lado do sofá.

Lauren: Tem algo estranho com a Camila.

Vero: Por que?

Lauren: Sei lá - dei de ombros - Você vai perder.

Vero: Vou não, aqui é…. - Foi interrompida com o som do jogo.

Lauren: Perdeu - Me levantei enquanto ela tentava entender o que houve - Ah, não demora muito pra se arrumar. - pisquei pra ela e subi.

Vero: Lauren!! - gritou meu nome - seu celular ta tocando. - Corrir até ele e atendi.

Xxx: Vem pra cá pra lanchonete, agora! - desligou.

P.O.V Camila

Eu estranhei o fato do meu pai conhecer a Lauren e querer falar com ela, é muito estranho. E por que ele estava em uma lanchonete ontem, sendo que ele disse que passou a noite toda no trabalho?
Cheguei em casa e subi para o meu quarto, a possibilidade do meu pai está traindo a minha mãe não sai da minha cabeça, eu não quero acreditar, mas nesses últimos dias, ele vem deixando a entender isso, sempre chegando tarde, dando desculpas pra sair de noite, eu realmente não quero acreditar nessa possibilidade.


(…..)

Iria sair com as meninas hoje, e eu não estava animada, mas hoje eu vou perguntar pra Lauren o que meu pai estava fazendo em uma lanchonete. Me arrumei ( 1 ) e desci pra esperar a Dinah já que é ela quem vem me buscar. Escutei o barulho da buzina e fui. Entrei dentro do carro e ela deu partida.

Dinah: Oi mila.

Camila: Oi Dj - comecei a olhar pras ruas enquanto não chegávamos.

Dinah: O que foi?

Camila: Meu pai.

Dinah: O que houve com o tio Ale? - Perguntou parecendo preocupada.

Camila: Nada de mais, só que eu ando desconfiada dele.

Dinah: Como assim?

Camila: Ele anda saindo de noite, chegando sempre de madrugada.

Dinah: O tio Ale nunca foi disso antes.

Camila: Eu sei, mas ele anda fazendo isso ultimamente, e isso anda deixando a Mama com dor de cabeça, vejo ela toda hora tomando remédios, ela anda cansada por esperar ele sempre na poltrona, acorda com dores, e eu vejo isso todo dia e eu não posso fazer nada. - Suspiro enquando abaixo a cabeça.

Dinah: Calma mila, seu pai deve ter uma motivo, e a gente vai descobrir, Okay? - Apertou minha mão - A propósito, chegamos. - Descemos do carro e fomos direto a lanchonete, onde estariam esperando a gente. Estava andando normal, até que vejo um homem, junto de uma menininha e uma mulher, quando eu olho mais de perto eu não consigo acreditar, lágrimas eu já não segurava mais, cheguei mais perto até que o homem me viu e arregalou os olhos.

Camila: Papa?!







Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...