História Tudo Está a Mudar - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Personagens Originais
Tags Karol Sevilla, Lutteo, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna, Soy Luna
Exibições 113
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente mil perdões serio!
Durante esses dias (ou meses) que não postei os capitulos, havia acontecido muitas coisas em minha vida!
Muitos trabalhos e provas na escola que achei que não daria conta!
E do nada uma irmã do meu vô de lá do Rio Grande do Sul, aparece com um tumor no celebro, onde houve várias cirurgias mas no fim, não foi o bastante e ela faleceu, outro motivo que não pude postar pois fui junto com meus pais e meu vô para o enterro!
Muitas discussões com minha familia, que fazia eu ficar sem cabeça para postar, mas graças a Deus estamos bem!
Entre outras coisas que nem vou citar hahah!
Mas me desculpem mesmo!
Juro que não faço mais dessa!

Capítulo 26 - Eu Me Importo Com Você!


 

O caminho inteiro para o hotel havia sido em um completo silêncio, ninguém se ousava a falar nada, Luna estava no mundo da lua pensando como Matteo havia sido tão importado com ela durante aquela pequena ''discussão'', que ele a defendeu de um modo como nunca tinha feito antes, e Matteo pensando como poderia quem sabe... Reconquistar a sua Menina Delivery. 

Não acredito! -Luna tomou coragem e se manifestou. Matteo logo tomou uma expressão de confuso a confissão de Luna.- Quer dizer... Você nunca havia me defendido da maneira como fez hoje! Está bem? Precisa de um médico algo assim? -Brincou Luna.-

Estou bem... Aliás não posso defender a minha... -A minha namorada. Matteo pensou em falar, mas isso causaria com toda a certeza uma boa discussão, e ele não estava com cabeça pra isso.- Amiga!? 

Não é que... Você mudou, e muito Mauricinho. 

Você me mudou! E aliás eu me importo com você! Se eu tivesse que escolher entre patinar em umas das melhores pista do mundo, ou ficar com você somente um dia... Eu escolheria você! -Matteo jogou aquelas palavras como se fossem normais. E aquilo pegou Luna de surpresa.- Luna... Eu... Eu sinto a sua falta! -Matteo disse colocando uma mecha de cabelo de Luna atrás da orelha, e logo acariciando o rosto da Morena. Se Luna pudesse sair correndo naquele momento, ela sairia!.-

Matteo... Matteo não complica as coisas! Por favor! -A verdade, era que Luna queria o beijar, sentia muita saudades de Matteo do seu lado toda hora, e isso o mesmo sentia também.- Você sabe que daqui uns dias estaremos a quilometros de distancia novamente!

Eu sei... Mas não posso esconder oque sinto por você! Não da! Isso é tipo um jeito horrível e doloroso de eu estar praticamente morrendo aos poucos não estando ao seu lado todos os dias como antigamente! E isso dói. -Luna naquele momento já estava aos prantos chorando.- Eu te amo! E querendo ou não, você sente a mesma coisa! 

Está querendo chegar aonde Matteo? -Perguntou Luna se contendo para não o beijar.- 

Fica comigo, e para sempre! -Matteo disse se aproximando de Luna, a puxando pela a cintura, suas respirações estavam perto.- Eu... eu vou dar um jeito para que eu possa voltar a Buenos Aires! Mas isso só sera possivel se você estiver comigo!

E se não conseguir? Oque vamos fazer! Pensa nisso. 

Eu sei que consigo! -Matteo a puxou para mais perto ainda, colando os seus corpos.- E então? 

Ah quer saber, foda-se tudo! -Luna falou selando os labios dela junto com os de Matteo. O mesmo estava surpreso, mas não questionou de corresponder, aliás era tudo oque os dois mais queriam. Sorrisos involuntarios eram soltos durante o beijo, parecia a primeira vez dos dois quando se beijaram na pista com a arquibancada cheia, mas ali, só havia os dois e o sons dos passarinhos, uma cena completamente romântica como de um filme de romance. Quando o ar era nescessario, partiram o beijo, mesmo assim permanecendo com suas testas coladas, com o sorriso largo estampado no rosto deles.- E agora? 

Como você disse agora de pouco, foda-se tudo! -Matteo disse normalmente, mas logo caiu na gargalhada.- Mas... vou ter que ter uma séria conversa com meus pais... E a senhora ai, irá que me acompanhar! 

Oque? Ta me zoando? -Matteo balançou a cabeça negativamente.- Está bem... Aaaah que saudade! -Luna pulou nos braços de Matteo o abraçando, a saudade era enorme.- Nunca mais vou te soltar garoto! 

Nunca mesmo? -Matteo perguntou cheirando e revivendo aquele perfume que não sentia a decadas.- 

Não! 

Vai ter que tomar banho comigo então! -Matteo falou de modo mais sarcastico e malicioso. Oque fez Luna se soltar imediatamente dele, dando leves socos no mesmo, ela estava visivelmente vermelha de vergonha.-

Matteo! Estragou o momento! -Disse Luna agarrando a mão do seu novamente e felizmente seu namorado, o puxando para o caminho do hotel, mesmo com vergonha, já sabia que ele era desse modo, por isso ignorou.- 

(...)

VOCÊS OQUE? -Gritou as meninas.-

A gente voltou! Ahhh, a gente se beijou, e... AI MEU DEUS! Não acredito ainda! -Gritou Luna pulando em seguida na cama.- É tipo um sonho que já era de outro sonho que já era realizado mais se realizou de novo! ME ENTENDEM? 

Hãn... Na verdade sim e não! -Falou Ambar, e logo em seguida Nina começa a pular em cima da cama junto com Luna.- 

Ding Dong ~N/A Finjam que isso é um toque de uma campainha u-u~ 

Eu atendo! -Gritou Yam. Assim que ela abriu a porta, abriu um sorriso malicioso.- Luna, seu boy magia chegou! -Gritou fazendo Luna e Nina cairem da cama com o susto.-

Hãn, oi Matteo! -Falou Nina levantando juntamente com Luna todas desajeitadas.-

Seria idiota se eu perguntasse o por que de vocês estarem pulando na cama, sendo que eu já tenho uma certa certeza? -Questionou Matteo.-

O mundo não gira em torno de você Mauricinho! E está muito bonito para irmos apenas no seu apartamento ali de cima! -Falou Luna já puxando Matteo para fora, sem dizer mais nada fechou a porta agarrada a Matteo indo em direção ao elevador, onde os dois poderam escutar os gritos das meninas todas euforicas.- 


Notas Finais


Ta muito tudo indo rápido? Sim!
Mas é que tenho idéias novas e fresquinhas que quero postar logo!
Espero que gostem!
Bejokas e não se esqueçam de darem uma passada na minha nova fic ''La Distancia No Cambiara Nada''!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...