História Tudo mudou- imagine Jimin bts - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 606
Palavras 2.503
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii
Espero que gostem
So pra avisar que eu não sou boa em fazer hentai
Desculpe Qualquer erro
Boa leitura

Capítulo 35 - Depois de tanto tempo.


Fanfic / Fanfiction Tudo mudou- imagine Jimin bts - Capítulo 35 - Depois de tanto tempo.

_____ POV

- Jimin, falta muito pra gente chegar ? - A gente ja estava no avião a 3h e o Jimin estava dormindo, não só ele o Jungkook e o Jin Tambem . Falta quanto ainda? - Tae Tae vamos fazer alguma coisa ? - Chamo Tae Porque ele é o único que está acordado.
- Sim, mas oque ? - Ele larga e celular e olha pra mim
- Vamos jogar alguma coisa
- Deixa eu pensar .... Vamos brincar de esconde esconde? - Pergunta animado
- Crianças - Ouvimos a voz do Nam - Esqueceram que estão em um avião?
- Aish Nam, como você sabe ? Você tem poderes ? - Falo indignada com o fato dele saber de tudo que está acontecendo.
- Talvez - Ele ri.
- Por favor Nam deixa a gente brincar - Faço bico.
- Não adianta fazer biquinho ____. Não pode brincar de esconde esconde e um avião
- Nossa como você é chato - Falo me jogando na cadeira.
- Não fala assim, se não eu vou aí - Ele fala de um jeito fofo.
- CHATO - Depois que eu falo isso, o Nam aparece - E o avião ?
- existe piloto automático - Ele começa a fazer cócegas em mim. E eu começo a rir muito.
- Para Nam - Falo em meio a risadas.
- Namjoon para, eu quero dormir - Fala Jin
- Nao vou parar ate ela dizer que eu sou a pessoa mais diversas do mundo - Fala Nam aumentando as cócegas
- Fala logo amor - Diz Jimin
- Por favor ___- Pede Kook
- Você e a pessoa mais divertida do mundo - Falo e ele para.
- Obrigada - Ele volta pra cabine do piloto - Senhores passageiros vamos aterrissar em 30 minutos.
- Finalmente - Eu e o Tae falamos juntos.

* Na Coréia do sul *

       Nos pegamos nossas bagagens e pedimos um táxi.
- Eu e a ____ vamos sair - Fala Jimin - Tae você se importa de ficar na casa do Jin e do Nam?
- Não - responde Tae
- Você vai pra sua casa Jungkook? - pergunta Jimin pro mais novo .
- Vou sim, eu estou com saudades da minha mãe- Responde Kook. As vezes eu acho que ele ate esqueci da vida normal.
- Pra onde os pombinhos vão ? - Pergunta Jin
- Para o melhor lugar da cidade - Eu nao sabia que iríamos pra la.
- Sério ? - Falo surpresa. Eu sinto tanta saudade de la. O Jimin afirma com a cabeça - Obrigada Jimin oppa - Eu começo a abraçar e beijar ele.
        Nós saímos do aeroporto e procuramos um táxi.
- Moço - o Jin chama o taxista e passa o endereço da casa dele.
- Tchau Jin, nam e Tae - Falamos eu e Jimin
- Tchau, e nao me cheguem com um filho - Fala Jin
- Pode deixar - Fala Jimin. Eu desço do taxi e vou abraçar o Tae.
- Tchau TaeTae. Eu te amo ta ? - Falo enchendo ele de beijos. Por mais que o Jimin sinta ciúmes, eu nao vou parar de dar amor a o TaeTae, ele perdeu a irma e precisa de carinho.
- Tchau, eu também te amo - Ele da aquele sorriso perfeitamente perfeito.
- Tchau Nam, tchau Jin
- Tchau ___- Falam juntos.
- Agora so falta o Kook - Fala Jimin - Acorda Jungkook, eu sei que esta com sono, mas ja estamos chegando.
- Aish chimchim - Fala Kook
- Chimchim ? - pergunto surpresa. O Jimin fica vermelho - Que fofo - eu aperto a bochecha do mesmo.
- Eu chamo ele assim - Diz kook enquanto esfrega os olhos
- Voce também e muito fofo - Aperto a bochecha do Kook
- Eu sei mas para, esta doendo - Fala com dificuldade
- Desculpe - Fico corada
- Eu gosto de você. Voce e legal ___ - Fala Kook
- Pois é, que pena que ela e minha namorada - Fala Jimin com ciúmes
- Para com isso oppa, eu também gosto do biscoitinho - Eu abraço o mesmo.
- Pois é, ela gosta de mim - Jungkook se gaba.
- Ok então, eu jogo minha vida de pessoa normal na lixeira por você, e você prefere a bolacha ai. Ta bom - Ele faz bico e vira de costas.
- Nao fica assim Chimchim - Eu vou ate ele é o beijo na boca. Foi um beijo fofo. Não demoramos muito, e nem pouco.
- Ja chegou na sua casa senhor Joen - Fala o taxista .
- Tchau biscoitinho - Dou um beijo na bochecha dele.
- Tchau kook - Fala Jimin.
- Tchau gente. E usem camisinha - Outra alerta.
- Qual o próximo destino senhor ? - Pergunta o táxista. O Jimin passa o endereço do apartamento na cidade, porque ele nao quer que ninguém saiba onde e o "melhor lugar da cidade"
- Mas Jimin voce quer mesmo ....? - Sussurro no ouvido dele. Eu nao queria conpletar a frase porque tinha um velhinho presente.
- Eu sei que você esta com o pé machucado. Mas nos vamos no médico ve se pode tirar - Ele me puxa pro colo dele. Graças a deus eu tinha fechado a janelinha do taxista antes.
- Mas Jimin eu botei a um dia - Falo
- Eu sei. Mas eu estou necessitando disso ___. Eu vou te fazer sentir oque você nunca sentiu antes - Ele fazia carinho a minha cintura.
- Eu sei oppa. Eu sinto muita saudades de quando fazíamos isso. Foram 4 messes nas mãos daquele .... - Eu começo a chorar só de lembrar.
- Nao chore pequena -Ele seca minhas lagrimas - Você quer me contar oque ele fez com você? Vai ver você se senti melhor - Ele faz carinho na minha bochecha. Eu afirmo com a cabeça. Eu acho que se eu contar pra ele eu me sinto mais livre, ele vai saber oque eu passei direito, e vai me ajudar.
- Senhor Park - Fala o taxista - Chegamos.
- obrigado senhor - Fala Jimin me tirando do seu colo - Vamos pequena ? - Eu afirmo com a cabeça, enquanto tentava parecer que nao estava chorando. O Jimin pega a bagagem e nos subimos pro apartamento. Ele pagou o táxi também.
- Então vamos no hospital e depois no "melhor lugar da cidade " ? - Pergunta Jimin quando entramos no apartamento.
- Pode ser, mas eu quero comer alguma coisa. Eu estou meio tonta. - Falo com a mão na testa
- E pálida também. Você tem que se cuidar melhor pequena - Fala Jimin enquanto pegava meu rosto em suas maos e via se eu estava com febre - Está sem febre. Vamos na cozinha comer - Como esse apartamento não é diferente dos demais ele é enorme. Eu pego um pão e café.
- Está melhor ? - Pergunta Jimin.
- Estou, eu acho que só era fome. EU ESQUECI - Lembrei que tinha tomar remédio, era isso.
- Esqueceu do remédio ne ? - Eu apenas afirmo - Tá aqui, eu iria ver até onde você iria esquecer - Ele pega do bolso.
- Nossa Jimin Obrigada - Eu pego o remédio e tomo.
- Oque seria de você sem mim? Iria se jogar nos braços do bolacha? - Pergunta se apoiando no balcão.
- Eu não seria nada sem voce, e eu não iria me jogar nos braços do biscoitinho - Falo revirando os olhos.
- Eu sei. Agora vamos tirar esse geso - Ele pega a chave do carro.
- Em que carro nos vamos ? - Ele tem uma coleção.
- Só um esta aqui. E a Ferrari preta - Fala sem dar importância.
- Ata, vamos então. Deixamos as coisas aqui?
- Sim eu tenho roupas suas lá, desde aquela primeira noite. Se lembra? - E tem roupas dele lá Tambem, já que é a casa dele.
- Como poderia esquecer - Ele me da um selinho, e fomos pro carro.
- Amanhã nos vamos encontrar um amigo meu tá ? - Fala Jimin anquanto entramos no carro.
- Ok
            No caminho não falamos muito. Chegamos no hospital e logo fomos atendidos.
- Bom senhorita ____. Você não deveria ter enfaixado essa perna, vamos dizer que o médico que te atendeu antes não olhou bem o raioX, e você só torceu o pé. E isso se arruma em pouco tempo. Então o seu pé ja esta bem - O Jimin me olhou feliz. - Mas a sua gripe ainda esta forte, então nada de chuva, frio, e lugares fechados.
- Tudo bem doutor - Falo.
- obrigado doutor -Jimin estende a mão. Nos despedimos e fomos embora.
- Então quer dizer que minha pequena não está mais com o pé engessado ? - Fala Jimin com um sorriso malicioso.
- Não - Mordo o lábio inferior.
- Então só espere chegarmos em casa. Voce ainda quer me falar sobre ele ? - Pergunta Jimin com um olhar preocupado.
- Sim, eu sinto que preciso desabafar com você. - Eu abaixo a cabeça.
- Tudo bem pequena. Eu vou te escutar. Vamos ?
- Vamos, por favor - Entao ele começa a dirigir. No caminho falamos sobre coisas aleatórias.
- Chegamos - Fala Jimin, me tirando dos meus devaneios.
- Quantas saudades daqui - Assim que olho para aquele lugar que me trás muitas lembranças boas, e um sorriso bobo me escapa.
- Eu tão bom ver o seu sorriso no lugar das lágrimas - Jimin pega na minha mão e me leva até o apartamento - Aqui é tão bom - Ele fala assim que abre a porta.
- E olha chegamos no por do sol - Eu aponto para o sol que estava indo embora.
- Que sorte - Ele fala é tranca porta. Eu me sento no sofá e o Jimin do meu lado.
- Pode começar e falar se quiser - Ele me puxa pro seu colo.
- Bom... - Respiro fundo - No primeiro dia, não foi tao ruim, voce se lembra quando a gente se viu ainda aqui na Coréia, e eu te pedi desculpas por ter.... - Deixo a primeira lagrima cair - Chamado ele de daddy.
- Sim, eu me lembro. E eu te perdôo
- Daí pra frente só piorou. Meu corpo ainda tem inúmeras cicatrizes, e ainda tenho marcas dele no meu corpo. Eu me lembro de um dia que ele me viu falando com Tae, ele estava bêbado e começou a me bater. Ele me levou pro porão e me bateu ... - Eu comecei a chorar muito - Muito , eu implorava para que ele parece... - A cada palavra o Jimin ficava mais em cheque - Então ele continuava ainda pior, eu via o meu sangue en toda sala. Quando ele finalmente acabou , ele me forçou a .... - Eu escondo o meu rosto a curva do pescoço do Jimin .
- Não precisa continuar pequena - Ele faz carinho na minha cabeça - Eu sei oque aconteceu - Então eu sinto uma lágrima do Jimin cair no meu ombro.
- Por favor fica comigo pra sempre oppa - Eu arranho a costa dele. Eu estava entrando em desespero de tanto pensar no SeungHyun.
- Vamos esquecer ___. Aqui é o paraíso nos temos que esquecer o passado - Ele estava com os olhos inchados.
- Me desculpe por lembrar disso
- Você mudou tanto, voce nao pedia desculpas por nada. Ele fez com você uma coisa que é inaceitável.
- Eu sei
- Mas agora vamos parar de pensar nisso - Ele começa a beijar o meu pescoço - Eu sei que você estava com saudades pequena. E agora a única pessoa que você vai chamar de daddy sou eu- Então ele sobe os beijos até minha boca. Ele pede passagem e eu sedo na hora. O beijo era cheio de luxuria e desejo, foi o beijo mais excitante da minha vida.
- Huuummm - Eu gemo no meio do beijo
- Mas já ? Eu nem comecei pequena - Ele beija o meu pescoço e tira o moletom do Jin lentamente. Quando ele tira completamente. Ele se levanta comigo em seu colo ainda, ele me coloca na parede, e com o impacto eu gemi.
- Porque você Nao vai logo? - Eu estáva "ansiosa" faz tanto tempo.
- Você pode ter mudado um pouco. Mas continua apressada. Ainda tem muita coisa pela frente minha pequena - Ele me leva pra cama. Fica por cima de mim e eu tiro sua camisa, passando os meus dedos pelo seu abs.
         Ele tira a minha calça devagar, da forma mais torturante possível, conseguia sentir a sua respiração perto da minha pele. A esse ponto eu já estava com a respiração irregular.
- Eu quero ouvir você gemer o meu nome muitas vezes está noite - Fala rente a o meu ouvido. Ele tira o meu sutiã e começa a morder e chupar o meu peito.
- Jimin Huuummm - Gemo
- Isso pequena geme meu nome - Ele fala com um tom de voz tao excitante.
  Ele larga os meus seios e vai direto a minha calcinha.
- Nossa você já estão tão molhada assim ? - Pergunta com um sorriso malicioso. Ele tira a minha calcinha e começa a estimular o meu clitóris fazendo movimentos circulares. Entao ele penetra dois dedos em mim. Me fazendo gritar. Ele voltou a dar atenção pros meus seios a o mesmo tempo. Depois de um tempo eu chego no meu ápice. Minhas perna fraquejam e eu grito.
- Eu acho que está na sua vez oppa - Eu  Falo depois de me recuperar.
- Não, hoje vamos focar apenas em voce - então ele volta a me beijar. Ele continua a me estimular enquanto isso eu soltava vários gemidos durante o beijo.
- Eu já volto - Ele foi até o banheiro é voltou com uma camisinha. Ele retira a própria calça e coloca a camisinha. Ele sobe em cima de mim novamente.
         Ele beija meu pescoço e os meus ombros e penetra sem avisar. Eu solto um grito.  Depois que ele percebeu que eu ma acostumei ele começa as estocadas.
- Mais rápido oppa - Peço em meio a gemidos. Eu conseguia ouvir os gemidos abafados do Jimin nos meus ouvidos
- Me implore, me chama de daddy- No final da frase ele Geme.
- Por favor daddy  - Eu gemia mais e mais, até que ele aumentou a velocidade. E logo depois eu cheguei a o meu ápice novamente, e depois de um tempo ele também, caindo a o meu lado. Ele retira a camisinha e me abraça pela cintura.
- Que saudades disso - Falo
- Eu também estava - E assim nos dormimos


Notas Finais


Obrigada por lerem
tchau tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...