História Tudo o que ele sonha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 6
Palavras 840
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Prólogo


Era uma quarta-feira, Jonathan estava em sua casa.

Fazia 4 meses desde que se tornara maior de idade, nada mais o impediria.

Ele desceu as escadas para a sala de jantar, toda a sua família estava lá, sua mãe, seu pai, e seus três irmãos mais novos, Josh, Dake e Lucian, todos estavam bem arrumados.

Ele se sentou em seu lugar que era o mesmo a anos, tentou deixar o medo de lado, e falar tudo o que tinha que ser dito.

O Que poderia acontecer? Ele era um adulto.

Por um momento seria possível ouvir o som de alfinete caindo.

Ele estava arrasado. Tinha pensado em várias reações ruins, mas nenhuma tão forte.

Ele estava na rua com apenas sua mochila, não tinha para onde ir, estava chovendo, e ele estava morto.

O telefone começou a tocar.

Era Chris.

Por mais ruim que estivesse seu dia, Chris era como um anjo em sua vida, só de ver o nome na tela de seu celular, o rapaz já se sentia melhor. Chris era seu melhor amigo, a melhor e mais bela pessoa que já conhecera, e também, a pessoa por quem havia se apaixonado.

Jonathan sabia que não adiantaria mentir para Chris, então decidiu contar a ele.

Ele desligou o telefone e se sentou, pensando que se não fosse por Chris, ele provavelmente não estaria mais vivo.

Estava distraído e com o celular em mãos.

Ele viu um vulto passar, pensou que fosse Chris.

Mas não era.

Ele entregou o aparelho, a mochila e a jaqueta, a chuva caía forte.

Quando o ladrão viu o plano de fundo de seu celular começou a rir.

Tinha uma foto dele e Chris, ele estava beijando a sua bochecha.

Ele nocauteou o assaltante, recuperou as coisas de Jonathan e foi ajudar o amigo.

Ele segurou as mãos de Jonathan.

Jonathan tentou mas não conseguiu, a dor era insuportável.

Chris o carregou no colo até o seu carro e o colocou no banco do passageiro.

Ele dirigiu calmamente até a sua casa, ele sabia pelo que Jonathan estava passando, e faria de tudo possível para ajudá-lo.

Chegando lá, Chris o carregou até a sua casa.

Jonathan não tinha motivos para não fazer o que Chris pediu. Ele foi tomar banho, lágrimas caíam de seu rosto, ele estava tão triste e acabado, estava duvidando de sua escolha.

Quando saiu do banheiro se deparou com uma lasanha de microondas e uma garrafa de suco de uva. Chris estava segurando um remédio.

Ele tomou sem reclamar.

Como podia ser tão doce?

Jonathan só lhe trouxera problemas e ele pedia desculpas por alimentá-lo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...