História Tudo pode acontecer! JIKOOK - NAMJIN - TAESEOK - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Visualizações 42
Palavras 653
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Re-Postagem

Capítulo 17 - R: Baunilha e Menta


POV JUNGKOOK

Ja era 16:32, nesse momento estou procurando um roupas pra ir ver o Jimin, to de frente pro guarda-roupas e decido pegar um shorts jeans, uma blusa preta e uma tenis, tava sol la fora então na peguei blusa de frio.
 Desço as escadas e lembro que Tae havia saido, então fecho toda a casa mais lembro que não sei qual o numero da casa do Jimin então mando uma mensagem pro Jin, pois não tinha o numero dele.

MENSAGEM ON ( Jin )

You: Jin, aqui é o Jungkook. Qual o numero da casa do Jimin?

Jin: XXX por que?

You: Quero ir la ver ele posso? Kkk

Jin: Claro kkk
 
You: Tenho que ir, ate amanha Jin.

Jin: Ate!

MENSAGEM OFF

Desligo o celular e saio indo ate a casa onde o Jin me indicou, não era muito longe, depois de 5min eu cheguei.
 A casa era bem grande e bonita, estou de frente pra porta e toco a campainha, depois de alguns segundos ela abre mostrando um Jimin de cabelos molhados e sem camisa.. Jesus me ajuda.

_ Oi Kook - disse um pouco envergonhado - Vem entra - diz dando dois possos pra tras.
_ Oi Jiminie, eu vim te ver - disse entrando - tu não foi na escola hoje.
_ É eu fui pegar uns exames no hospital - disse fechando a porta - Kook eu vou la em cima rapidinho, pode ficar a vontade - disse ja subindo as escadas.

 Ele foi la pra cima enquanto eu fiquei na sala , tava vendo algumas fotos na estante onde tinha uma lareira, todas com uma menina ruiva bem bonita, acho que é a namorado dele.
 Ouço passos descendo as escadas e olho pra tras.

_ O que você ta fazendo? - pergunta chegando pra perto.
_ Essas fotos - digo apontando para as molduras - É sua namorada?
_ EX - diz em enface - ele me traiu com um qualquer... - disse um pouco triste.
_ Você gostava muito dela?
_ Sim, eu amava ela mais agora so pena.
_ E porque ainda tem fotos dela aqui?
_ Minha mãe é muito amiga dela, e não acreditou em mim, disse que eu a humilhei e não deixou eu tirar as fotos - ele dizia com a voz triste mais tambem com raiva - Mais por que você quer saber? Nem se importa comigo.
_ Claro que me importo Jiminie - digo o abraçando e ele retribui.
_ Ta bom - ele sorri - E o que você quer fazer ? Eu não tenho nada pra fazer agora - diz se separando e me encarando.
_ Vamo sair, ir naquela pracinha ali na frente?
_ Ta bom, deixa eu pegar neu celular - ele subio as escadas.

.....

POV JIMIN

_ Jimin? Você quer de que sabor? - Kook perguntava enquanto iamos para o carinho de sorvete.
_ De Baunilha e você?
_ De menta, meu preferido - fala mostrando seu sorriso de coelhinho.

 Kook foi andando na frente enquanto eu esperava ele comprar, ja tava bem escuro com a luz apenas dos postes da praça, ainda tinha muitas pessoas na rua, muitas crianças se divertindo e casais que dava ate inveja.

_ Jiminie? - Kook chega interrompendo meus pensamentos - onde que você ta? Olhando assim pro nada - diz rindo.
_ Tava so pensando alto - digo tambem rindo
_ Aqui sua casquinha - diz me entregando um casquinha com muito sorvete. Amei.
_ Obrigado.

 Nos saimos da pracinha e fomos andando ate em casa conversando sobre coisas aleatorias, ate que chego em casa.

_ Tchal Kook, ate amanha - digo.
_ Tchal Minie ate amanha - ele fala e me abraça. Me deixando envergonhado.

 Nos separamos e eu entro pra casa. Era quase 21. Eu subo pro meu quarto e tomo um banho rapido e quente. Saio e vou preparar o jantar

 


Notas Finais


Ate o Próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...