História Tudo pode acontecer! JIKOOK - NAMJIN - TAESEOK - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 122
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ALORA

Capítulo 24 - R: Beijo?


MENSAGEM OFF

 

Desligo o celular, ainda sorrindo meio bobo. Desço para a sala e percebo que a casa estava uma bagunça... O Jimin vai chegar em poucos minutos, e a casa ta desse jeito? -
 Penso comigo mesmo logo correndo pra cozinha e pegando um saquinho pra colocar o lixo. Pego o mesmo e logo saio pegando todo lixo que vejo na casa - que não era pouco - pego um pano passando pelos moveis.
 Escuto a campainha tocar e a casa ainda estava a mesma bagunça, passo a mão pelos meus cabelos em despero e a campainha toca mais algumas vezes. Jogo o pano em um canto do safa e corro pra porta.
 Abro a mesma vendo um ser pequeno mostrando sem medo seu eye smille.

_ Oi Kook - diz Jimin abaixando um pouco a cabeça.
_ Oi Jiminie... Err e-entra - digo dando dos passos pra traz.

 Ele,entra em seguida e para no meio da sala.

_ Jungkook? - ele se vira e coloca as mãos na autura sa cintura - Que bagunça é essa?
_ Bem, eu esqueci de arrumar a casa - falo passando a mão na nuca
_ Tudo bem - ele solta uma risada soprada - Eu te ajudo a arrumar vamos?
_ Não precisa, pode deix...
_ Cala a boca Jungkook, vamo começar logo, pega um pano pra mim. Vou dar um jeito aqui na sala.
_ Ah, ta bom - Eu saio e vou procurar tudo que ele pediu, vou ate a area de serviço e pego tudo, logo voltando e entregando pra ele - Eu vou dar um jeito na cozinha.
_ Ta bom - fala colocando sua bolsa em um canto qualquer da sala.

 Saio deixando ele arrumando tudo contra minha vontade. Entro na cozinha lavando a louça que estava na pia e arrumando a mesa.
 Se passou alguns minutos e ainda estavamos trabalhando, ate que escuto um barulho alto vindo na sala, seguido de...

_ AIII - largo tudo que tava fazendo e corro ate a sala, vendo o Jimin esparramado no chão
_ Jimin? Tudo bem? - eu pergunto colocando sua cabeça em meu colo.
_ To sim, so escorreguei no pano e bati a bunda no chão - ele fala deixando uma risada gostosa escapar.
_Não me assusta mais assim - falo me levantando.
_ Ta... Me ajuda a levantar? - estica os braçinhos, que coisa mais, fofa meu Deus.
_ Ta vem cá - pego meus braços e puxo e se levanta mais logo escorrega e cai de novo mais dessa vez em meus braços.

 Estavamos,com os rostos colados, sentia sua respiração descontralada se misturar com a minha, era perfeito não queria me desfazer desse momento.

POV JIMIN

 Jungkook estava muito proximo, por apenas alguns milimetros seria o encontro de nossos labios, ninguem se movia eu dizia alguma coisa, estavamos apreciando a presença de ambos, sentir seu calor em meu corpo sua respiração, seu olhar penetrante... Senti a vontade de toca-lo subir para minha cabeça que ditava movimentos que não consegui controlar... Selei nossos labios calmamente, sentindo cada milessimo se passando foi a melhor sençasão que vivi ate hoje, me surpriendi com ele que pediu passage com a ligua e eu cedo sem exitar, logo sinto explorar cada canto da minha boca e eu faço o mesmo, nossas linguas formando movimentos em sintronia deixando mais perfeito.
 A falta de ar se fez presente e nos separamos, ele mantinha os olhos fechados mais com um sorriso meu bobo nos labios, me deixando meio envergonhado.


_ Jimin? - pergunta Kook
_ M-me d-desculpa... - ainda estava em,seus braços, então em segundos me,levanto ficando se frente para o maoir que me encarrava.
_ Jimin... Eu preciso falar com você... - ele segura minha mão e fomos o sofá.

 Eu ainda não tinha dito nada, esperava alguma reação, ele deve estar bravo comigo, vai querer se afastar de mim. Penso isso e algumas lagrimas involuntarias escorrem meu rosto.

_ Jimin... Não,chora por favor - fala limpando minhas lagrimas, e colocando minha cabeça contra seu peito - Eu que peço desculpas.
_ Kook eu acho que estou gostando de você... - falo em um sussuro na esperança dele não ouvir as palavras que antes ficavam entaladas em minha gaganta, saia sem mesmo pensar em desistir, agora a "merda" ja esta feita.

 Ele segura meus ombros me deixando de frente para ele que não tirava os olhos dos meus, o que fazia eu sentir minhas bochechas esquentarem

_ O que você disse? - diz ele coma expressão seria e sombranselha meio arqueada.
_ Eu gosto de você Jungkook... Mais do que devia... Mais que amizade...  Desde do primeiro segudo que te vi, sempre foi mais forte que eu.... - eu falei tentando achar na puta que pariu, a voz mais firme e direta que podia.
_ Jimin.... - ele precionava os olhos e mordia o labio.
_ Me desculpa, eu sei que você não deve nem querer mais olhar na minha cara... Eu enten... - sou interrompido por Kook que me abraça fortemente colocando minha cabeça em seu peito, me deixando um pouco assutado, mais logo retribuo.
_ Não fala isso, por favor... Jimin érrr... Seu sentimento é reciproco - ele tenta firmar a voz, mais ela sai um pouco falhada.
_ O QUE? - eu não sei se escutei direito.
_ Eu sinto o mesmo... Sempre to pensando em você, toda vez que te vejo sinto minhas mãos suarem e meu coração acelerar - ele faz uma pausa e suspira - você não sai da minha cabeça - ele se separa e me encarra - Esses dias eu vinha pensando muito em como dizer isso pra ti, mais eu tinha medo... Medo de você se afastar...

 Eu tava tão feliz e confuço  que nem consegui falar mais nada, fiquei olhando pra seu rosto meio preocupado e agora encarra va o chão.
 Depois de alguns segundos de silencio ensurdecedor e aguniante, sinto mãos grandes e quentes segurarem meu queixo e levantar delicadamente, logo sinto meus labios serem selados pela segunda vezes.


Notas Finais


ALORA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...