História Tudo pode acontecer! JIKOOK - NAMJIN - TAESEOK - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 202
Palavras 800
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Repostageemm

Capítulo 4 - R: Confuso com os Sentimentos 2 e Rejeição


POV JIMIM

Nossos pedidos chegaram e ficamos conversando ate tarde, sobre varios assuntos. Pego meu celular e são 23:17.

_ Namjoon hyung, sera se vc pode me levar em casa ta bem tarde - sorrio
_ Claro, meninos voces vem?
_ Eu vo ficar mais um tempinho, vc passa aqui depois de levar o Jimim, por favor? - pergunta Jin
_ Claro - prercebo um sorriso bobo - E vc Hoseok?
_ Faço compainha pro Omma - ela fala e rimos juntos.

Saimos do restaurante e fomos pro carro.

...

Estavamos no carro, Namjoon nao falava nada e  nem eu ate agora. Entao resolvo puxar conversa

_ Hyung vc ta gostando do Jin?
Ele me olha assustado, tipo muito.
_ M-mais p-por que a pergunta?
_ É por que vc nao parava de encarar ele no jantar.
_ Eu nao sei exatamente se gosto dele, talvez seja so atraçao sexual ou sei la. - percebo ele corar de leve.
_ Eu acho que se fosse so sexo, tu nao ficaria nervesso do lado dele, ou quando alguem fala dele nao ficava o encarando nos lugares onde estao juntos.
_ Eu to meio confuso, porque nunca me senti assim por ninguem, eu nunca gostei de um homem - falava meio sem jeito
_ Hyung não tem nenhum problema você gostar de um homem. Conversa com o Jin, se declara pra ele, vai que ele tambem goste de ti. E se não, vc nâo vai ficar se iludindo.
_ Jimin não conhecia esse seu lado conselhero ai, pera voce nâo é o Jimin o que fez com meu filho - quasr morri de rir.
_ Que isso quero so ajudar meu Appa - falo ainda rindo muito.
_ Ta bom vou pensar nos seus conselhos.

POV JUNGKOOK (ainda 17:00 hrs.)

Estava vendo uns programas TV quando escuto baterem na porta. Me levanto e vou atender. Quando abro não acredito no que vejo era meu meio irmão Taehyung. Bem meu pai tinha um filho com outra mulher ele era da minha idade, a gente se dava ate que bem, ele sempre  morou aqui em Seul com sua mãe.

_ Taehyung? Ta fazendo que aqui? - pergunto ainda sem acreditar.
_ Oi pra vc tambem, maninho. Posso entrar?
_ Claro entra - do espaço pra ele entrar, e percebo que ele tava um duas malas - E essas malas?
_ Olha sera que a gente pode se sentar, ai eu te conto direitinho pode ser? - ele estava com o olho inchado,parecia,ter chorado muito antes.
_ Ta bom.

Ele coloca suas malas no canto da sala e sentamos no sofá.

_ Ta agora me conta logo.
_ É meio complicado, queria so pedir que me entenda ok? - assinto com a cabeça.

Então ele começou a contar que ele tava gostando de um menino de sua sala, e como ele não sabe guardar sentimentos ele contou pra ele, que no outro dia o humilhou na frente de toda a escola por ser gay. E depois que voltou pra casa, ele tava precisando apenas o carinho e apoio de alguem entao resolvel contar a sua mãe, mais parece que deu tudo errado denovo, ela o expulsou de casa disse que se quicesse morar na casa que ela teria que ser um Homem forte que nao saia por ai dando pra,qualquer um.

_ E foi isso que aconteceu, eu to sem lugar ficar sem dinheiro ou qualquer coisa - ele chorava muito, e o que eu podia fazer era abraçar e consola-lo.
_ Tae, vai ficar tudo bem. Fica aqui em casa ate conseguir um lugar pra ficar ok?
_ Mesmo a gente nem se vendo muito irmão, eu te amo e nâo sei o que seria de mim sem voce - ele sorri de lado me abraçando novamente.
_ Ta bom irmão, agoea sobe e toma um banho, troca essa roupa molhada, pode durmir se quiser. Amanha a gente ver o que fazer ta bom - falo dando um beijo em sua testa e o mesmo se levanta levando suas malas.

Ja se passaram mais de 40min e nada do Tae aparecer. Resolvor subi pra ver o que aconteceu, abro a porta do quanto e vejo ele durmindo profundamente na cama do lado da minha. Me aproximo e vejo seu rosto vermelho e inchado, deve ter chorado mais, coitado ta sofrendo tanto. Resolvo voltar pra sala e deixar ele descançar, ele precisa.
Volto e vou preparar o janta, faço e como, depois levo pro Tae que come mais volta a durmi de denovo. Fico vendo doramas ate 22:00 entao resovo ir durmi.
Não posso esquecer de colocar o despertador, pego meu culular e marco 5:50, tinha que aconrdar cedo pois a escola não era perto. Coloco o celular no criado e me viro logo durmo.


Notas Finais


Ate daqui a pouco


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...