História Tudo por Amor - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jessica DiLaurentis, Lucas Gottesman, Noel Kahn, Pam Fields, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Wayne Fields, Wren Kingston
Tags Fanfic Emison
Exibições 286
Palavras 3.665
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi amores...cheguei! Então amorzinhos, eu quero pedir mil perdões a vocês por está meio ausente do site nos últimos dias, mas esse mês está muito corrido para mim. Tive que organizar umas coisas que me levou tempo e ainda tenho mais coisas para agilizar, mas prometo que assim que passar esse dias corridos, voltarei a ser constante aqui, como sempre. Quero comunicar também que ainda hoje vou responder os comentários pendentes e peço desculpas por demorar a responder também, mas realmente meus dias estão corridos, portanto eu conto mais uma vez com a compreensão de vocês. E bora ao capitulo!
Música do capitulo: "I Can't Fix You - Sasha Pieterse"

Capítulo 36 - Renovando Votos


Fanfic / Fanfiction Tudo por Amor - Capítulo 36 - Renovando Votos

POV EMILY:

 

   Estamos seguindo rumo à cabana enquanto o Edward fala sobre o dia na praia, todo empolgado e eu vou revezando minha atenção entre a estrada e o retrovisor interno, trocando olhares de felicidade com a Ali ao ver a alegria do nosso filho.

   Algum tempo depois, já estamos na estrada que leva até a cabana e meu sorriso vai se abrindo automaticamente enquanto escuto a Ali falar com a o Edward.

Alison: Então filho, agora a mamãe vai te mostrar um lugar muito especial pra mim e para a Emily, e que em breve vai ser especial pra você também.

Emily: Edward eu espero que você goste da nossa cabana, pois ela é o nosso lugar preferido.

   Assim que acabei de falar, estacionei o carro na frente do nosso lugar, então sai do carro e fui direto abrir a porta para que a Ali pudesse sair com o nosso filho. Ele olhava atentamente para todos os lugares e eu segui na frente para abrir a porta e assim que a Ali entrou com ele no colo, ele passou a observar cada cantinho da casa enquanto eu me mantinha apreensiva por alguma reação positiva dele, até que a Ali falou.

Alison: Filho eu vou te mostrar o lugar preferido da Emily e da mamãe, um lugar que a gente pode ver perfeitamente a lua e as estrelas todas as noites e onde tem uma surpresa pra você.

   Logo depois seguimos até a varanda e assim que chegamos, a Ali logo lhe mostrou o balanço que o Wren e a Spencer fizeram para ele. Então eu pude ver seus olhos brilhando e um sorriso se formando em seus lábios e nesse momento eu falei.

Emily: Vem comigo campeão, vou te colocar no balanço.

   Em seguida me aproximei da Ali, o peguei no colo, fui até o balanço com ele, o fiz sentar e comecei a balança-lo enquanto ele sorria sem parar, me causando um certo alivio ao ver a felicidade dele. A Ali me olhava sorrindo e seus olhos pareciam me dizer que ele vai gostar de tudo, pois com certeza ela deve ter percebido o meu jeito meio nervoso e ao mesmo tempo a minha ansiedade, mas como ela tem o poder de me acalmar, eu vou conseguindo ficar mais tranquila aos poucos.

   Depois de balançar o Edward por um tempo, eu o pego no colo e a Ali nos chama para sentar um pouco na varanda, dizendo a ele que ela e eu temos uma história para contar pra ele. Então eu sento na varanda com o nosso filho no colo, a Ali senta do nosso lado, olha para mim depois para ele e começa a falar.

Alison: Então filho, esse lugar que estamos sentados agora, foi o lugar onde a mamãe e a Emily vinham sempre quando nós éramos mais novas, pois aqui era um lugar que nos fazia sentir bem e em paz, que a gente podia sonhar acordada, que podíamos planejar e imaginar o nosso futuro.

Emily: Isso mesmo Edward! Então há uns anos atrás, quando você nem tinha nascido ainda, a sua mãe e eu planejamos morar aqui nesse lugar, mas aconteceram algumas coisas ruins nas nossas vidas que fizeram a gente se separar e ficar longe uma da outra por muitos anos.

Alison: E filho, foi muito triste pra mim e para Em, ficar longe uma da outra porque a gente se ama muito.

   Nesse momento meu coração acelerou descompassado e a Ali logo olhou para mim como se tivesse me encorajando com o olhar e em seguida continuou.

Alison: Sabe Ed, você pode ser criança pra entender todas as coisas que estamos te dizendo, mas eu quero que você sempre lembre de algo muito importante que nós vamos te dizer agora. Eu quero que você saiba que nós podemos amar qualquer pessoa no mundo, independente do que ela seja, pode ser homem, pode ser mulher, pode gostar das mesmas coisas que você ou não, pode ser de qualquer cor, de qualquer religião porque o mais importante de tudo na vida é o amor.

Emily: Sua mãe está certa Edward! Nós queremos que você possa enxergar as pessoas com os olhos da sua alma para que você possa enxergar o coração e alma delas também, pois essa é a parte mais bonita de cada ser humano.

   Em seguida eu olhei para a Ali que estava com os olhos marejados enquanto o nosso filho olhava para mim atentamente, então eu voltei a olhar para ele, coloquei a minha mão sobre o seu peito esquerdo e continuei.

Emily: A parte mais importante de cada um de nós está localizada aqui.

   Ele olhou para a minha mão que repousava sobre o seu peito e eu prossegui com minha fala.

Emily: Aqui é o local onde fica o nosso órgão mais importante, que é o coração, é ele que nos faz sentir vivos, é ele que controla nossas emoções quando amamos alguém e é ele que eu quero que você escute sempre.

Alison: Isso mesmo filho! Não importa o que as pessoas falem pra você, o que importa é o que seu coração vai te dizer e você deve sempre segui-lo.

Emily: Nós vamos te ensinar isso todos os dias das nossas vidas.

Alison: Filho, agora eu quero te falar uma outra coisa muito importante. Esse lugar que estamos hoje vai ser o lugar onde você, a Em e eu iremos morar em breve, por isso nós te trouxemos aqui para você conhecer a sua nova casa e para que você possa nos dizer se você quer morar aqui com a gente.

   Ele olhou para Ali, depois para mim e fez sinal que sim com a cabeça, então eu falei.

Emily: Nós queremos ouvir sua voz, campeão. Você quer mesmo morar aqui com a gente?

Edward: Quero!

   Logo depois a Ali e eu nos olhamos sorrindo e eu ainda podia ver a emoção em seu olhar, como tenho certeza que ela também pode ver a minha, até que ela fala.

Alison: Em, vamos levá-lo para conhecer o quarto dele?

Emily: Boa ideia Ali! Vamos lá campeão, vamos ver se você gosta do seu quarto.

   Caminhamos até o quarto enquanto eu pensava a cada passo que dava, que eu espero que ele goste porque eu fiz questão de decorar o quarto dele e a Ali aprovou tudo que eu fiz, mas o mais importante é saber se ele vai gostar. Em seguida eu paro um pouco diante da porta que está fechada, respiro fundo, abro a porta e assim que entro com ele, passo a observar suas expressões enquanto ele presta atenção em tudo, desde a sua cama em forma de carro, até os inúmeros brinquedos que estão sobre as prateleiras. Logo depois a Ali se aproxima de mim, olha para o Edward e fala.

Alison: Você gostou do seu quarto, filho?

Edward: Gostei!

Emily: Então é aqui que você vai dormir hoje, mas a sua mãe ou eu, vamos ficar aqui com você, até você durma.

Alison: Verdade filho! E nós vamos está bem no quarto ao lado, pertinho de você.

   Logo depois eu o coloquei no chão para que ele pudesse explorar o novo quarto dele e ele foi direto para os brinquedos, que estão em algumas prateleiras adaptadas para o tamanho dele. Em seguida a Ali olhou para mim e falou.

Alison: Am...Em, você pode dá banho nele? E depois do banho vocês brincam porque enquanto isso eu vou preparar algo para o nosso jantar?

   Sorri para ela ao perceber que ela iria me chamar de amor e logo depois eu falei.

Emily: Claro Ali.

   Em seguida ela foi para a cozinha e eu fui com o Edward para o banheiro, então tirei a roupa dele, abri o chuveiro e pedi para ele se molhar enquanto eu ia ensinando para ele como se toma banho, me divertindo com o jeito desajeitado dele. Depois do banho eu o vesti e ficamos brincando por um tempo até que a Ali veio nos chamar para jantar, pois as horas passaram tão rápido que eu nem percebi que já era noite. Então eu falei que iria tomar banho primeiro, mas a Ali me pediu pra tomar depois e apesar de não entender o motivo, eu acabei concordando.

   Quando estávamos o três sentados, eu me dei conta de que essa é a nossa primeira refeição, na nossa casa, com o nosso filho, como eu imaginava nos nossos sonhos e nesse momento foi impossível controlar as lágrimas que desceram dos meus olhos e assim que o Edward percebeu minhas lágrimas, veio até mim enquanto a Ali colocava a comida dele no prato, mas que acabou voltando sua atenção para mim ao ver o Edward vir em minha direção. Então eu o coloquei no colo, ele enxugou meu rosto molhado e falou.

Edward: Não chora Emily.

Emily: Oh meu bem, eu estou chorando porque estou feliz, pois eu sempre sonhei ter você e a sua mãe aqui comigo nessa casa.

   Nesse momento a Ali veio até mim com os olhos marejados, nos abraçou, beijou o rosto do Ed, beijou minha testa e em seguida falou.

Alison: Pode ter certeza que eu também sonhei com esse momento.

   Em seguida o Edward levou sua mão até o rosto da Ali e enxugou suas lágrimas também, então ela falou.

Alison: A mamãe também está chorando de felicidade porque eu sei que vamos ser muito felizes aqui.

Emily: Mas agora vamos deixar de chorar, mesmo que seja de felicidade e vamos comer, antes que a comida esfrie.

   Logo depois começamos a comer, entre sorrisos e conversas que chamavam a atenção do Edward para que ele pudesse interagir com a gente e minha alegria aumentava mais a cada palavra que ele dizia, pois isso me fazia ter certeza de que ele está cada vez mais à vontade comigo.

   Depois do jantar descontraído, levei o Edward para o banheiro para que escovar os dentes dele e mais uma vez o ensinei como fazer, pois ensinar essas coisas para ele me faz sentir mais mãe dele ainda. Em seguida fomos para sala ver um pouco de tv e quando eu falei que iria tomar banho, a Ali mais uma vez me pediu para esperar, pois ela iria tomar banho primeiro e mais uma vez eu concordei. Então ela foi tomar banho e eu fiquei vendo tv com o Edward, percebendo que ele poderia dormir a qualquer momento.

   Alguns minutos depois a Ali volta pra sala e diz que já tomou banho e que vai colocar o nosso filho na cama, pois ele já dormia no sofá com a cabeça apoiada no meu colo. Em seguida ela o pega no colo e eu vou direto para o banheiro. Depois de um bom tempo no banho, volto para o quarto para me arrumar e vejo que a Ali ainda não está no quarto, mas percebo que sobre a nossa cama tem uma rosa vermelha, então meu sorriso se abre no mesmo instante e eu caminho até a cama ainda de toalha e vejo que junto da rosa tem também um bilhete que diz: “Uma vez você me deu uma rosa igual a essa e me disse que ela representava o seu coração, pois agora eu estou fazendo o mesmo, mas saiba que meu coração já é seu desde o dia em que eu te vi pela primeira vez, portanto siga o caminho das pétalas porque elas te levaram até a mulher da sua vida, a dona do seu coração.”

   Minhas lágrimas desciam dos meus olhos sem que eu pudesse ter controle, então eu vesti uma roupa rapidamente e assim que abri a porta do quarto, vi o caminho feito pelas pétalas e segui por ele até chegar na varanda, o nosso lugar especial. Assim que chego, a Ali se aproxima de mim enquanto segura duas taças na mão, me entrega uma e depois pega a champanhe no baldinho de gelo que está sobre a mesinha e me diz.

Alison: A nova vida que vamos iniciar juntas e nossa primeira noite aqui ao lado do nosso filho, merece uma comemoração especial.

   Em seguida ela me pediu para abrir a champanhe e logo depois de abri-la, enchi nossas taças, olhei em seus olhos enquanto erguíamos as taças para brindar e ela logo falou.

Alison: Ao nosso amor!

Emily: Que ele dure até além do para sempre!

   Depois de brindarmos, tomamos um gole do líquido ainda mantendo nossos olhos fixos e em seguida aproximamos nossos lábios e iniciamos um beijo calmo e cheio de amor, até que voltamos a nos olhar de novo e ela falou.

Alison: Eu tenho outra surpresa para você.

 

 

POV ALISON:

 

   Pedi a Em pra ela tomar banho por último porque eu queria preparar a surpresa que havia pensando em fazer para ela. Depois de arrumar tudo, fui direto para a varanda e esperei por ela, então quando ela chegou, brindamos e em seguida eu disse que tinha outra surpresa e ela logo falou.

Emily: Como assim amor? Tudo isso que você fez, já foi totalmente surpreendente.

Alison: Isso foi apenas começo. Senta comigo!

   Segurei em sua mão e a fiz sentar ao meu lado na varanda, então olhei para ela enquanto ela me demonstrava um olhar ansioso e em seguida falei.

Alison: Lembra que eu disse que iria te ajudar a superar seus traumas e seus medos, que te fazem ter pesadelos horríveis?

Emily: Claro que lembro meu amor.

Alison: Então, eu quero que você saiba que você é uma das minhas maiores inspirações e que você desperta sentimentos em mim que me fazem sentir a necessidade de expressá-los de algum modo e eu achei uma forma de te ajudar e ao mesmo tempo de declarar todo meu amor por você.

   Ela me olhava atentamente enquanto eu pegava meu violão que estava do meu lado, então o posicionei no meu colo, olhei para ela que já demonstrava uma certa emoção no olhar e em seguida falei.

Alison: Eu compus essa música para você e não existe melhor lugar para cantá-la do que aqui, no nosso lugar preferido, tendo mais uma vez, a lua e esse céu estrelado como testemunhas do nosso amor que cresce a cada novo amanhecer e que me faz querer te declara-lo de todas as formas possíveis, por isso eu vou fazer isso agora em forma de canção.

   Logo depois comecei a tocar enquanto revezava minha atenção entre ela e as notas musicais, vendo as lágrimas descerem dos seus olhos a cada frase que eu dizia em forma de canção.
 

“I can't fix you
You've gotta face these demons on your own
And I can't save you
But I promise you, you'll never be alone
Take my hand and take a deep breath
You don't have a lotta (lot of) chances left

When the road is long and it's dark as the night
If you get too scared just hold me tight
You're the only one who can make things right
And I can't fix you
I can't fix you

I still love you
You're everything you need, I hope you know
That I still need you
To get yourself out of this road
Promise me you're better than this
Promise me you won't give in

When the road is long and it's dark as the night
If you get too scared just hold me tight
You're the only one who can make things right
I can't fix you

I can't break you
You can beat this, baby
My faith is strong
When the small gives fearing the battle is won
I'll be waiting, for you
I'll be waiting

When the road is long and it's dark as the night
If you get too scared just hold me tight
You're the only one who can make things right

When the road is long and you think you're gonna fall
There's still a small voice beyond tentation's call
So the choice is yours to carry on or lose it all

I can't fix you
I can't fix you
I can't fix you.”

 

   Quando eu terminei de cantar, ela estava tomada completamente tomada pela emoção, então ainda olhando em meus olhos, ela falou.

Emily: Amor a música é linda e você é a mulher mais maravilhosa e mais incrível que existe. Obrigada pela canção! Eu te amo demais!

Alison: Você não precisa agradecer porque como eu te falei, você é a minha inspiração e tudo que eu quero é poder cuidar de você e te ajudar a se libertar desses medos que te acompanham desde quando você conseguiu fugiu daquele lugar horrível.

Emily: Foi o amor que eu sinto por você que me deu forças para voltar para você porque sem você eu não existo.

Alison: Pode ter certeza que eu deixei de existir desde o momento que eu achei que você estivesse morrido e que a partir do nascimento do nosso filho uma parte de mim ressuscitou, mas eu só pude me sentir viva por completo de novo, no momento que eu te vi na minha frente e que tive a certeza que você estava viva. Meu coração voltou a pulsar com a mesma intensidade de antes e nesse instante eu percebi que você havia me devolvido a vida. Mesmo que eu viva outras vidas ao teu lado, ainda não será o suficiente para te mostrar todo amor que eu sinto por você, por isso eu quero poder viver a eternidade com você, pois o que eu sinto por você não limites, não tem fim e nunca vai acabar. Eu amo você Emily Fields!

   Em seguida ela tirou o violão das minhas mãos, me abraçou forte enquanto ainda tinha o rosto coberto pelas lágrimas e logo depois me beijou com todo amor. Quando encerramos o beijo ela olhou para mim e falou.

Emily: Eu também tenho uma surpresa para você, eu iria deixar para te dá em outra ocasião, mas mesmo sem saber de nada, você acabou abrilhantando a nossa noite com mais esse momento marcante que com certeza também será mais um inesquecível em nossas vidas.

   Logo depois ela levantou e disse que já voltava, então ela entrou na cabana e eu fiquei esperando por ela ansiosa, até que em poucos minutos ela volta, senta ao meu lado novamente, me olha nos olhos e diz.

Emily: Lembra quando firmamos nosso compromisso aqui diante de um céu quase idêntico a esse?

Alison: Claro que lembro amor, eu jamais poderia esquecer.

Emily: Então amor, quando eu fiquei naquele acampamento, me tiraram algo muito precioso para mim, que era o símbolo da nossa união e eu percebi que você usava sua aliança de casada, junto com a aliança que simbolizou nosso casamento simbólico, mas achei que você usava apenas para ter uma lembrança minha, porém depois de saber toda a verdade sobre o que você passava ao lado do Toby,  sobre tudo que você sofreu enquanto achava que eu estava morta e principalmente depois de saber sobre a existência do nosso filho, eu tive certeza que você sempre usou a nossa aliança porque você nunca deixou de me amar, mas eu não quero que você a use sozinha.

   Enquanto ela terminava de falar, foi tirando uma caixinha de veludo vermelha de dentro do bolso e a abriu para que eu pudesse ver duas alianças e nesse momento, as lágrimas que já estavam formadas em meus olhos, começaram a descer pelo meu rosto. Em seguida ela segurou minha mão, me fez levantar junto com ela, mantendo seus olhos fixos nos meus e continuou falando.

Emily: Eu seria capaz de me casar todos os dias com você se fosse preciso, pois a cada novo dia eu tenho mais certeza de que você e o nosso filho, são tudo que eu preciso pra viver, pois pode me faltar tudo, mas se eu tiver vocês dois na minha vida, eu serei a mulher mais feliz e mais realizada que existe, por isso eu estou aqui refazendo o pedido que você me fez um dia, há anos atrás, por isso eu te pergunto. Alison Dilaurentis você aceita casar comigo? Refazer nossas vidas e retomar nossos planos de onde paramos?

Alison: Você pode me pedir em casamento todos os dias, pela eternidade de nossas vidas que minha resposta será sempre sim. É claro que eu aceito casar com você, meu amor. Eu te amo!

Emily: Eu amo você Alison!

   Logo depois ela tirou a aliança antiga do meu dedo, colocou a nova e em seguida eu fiz o mesmo, colocando a aliança no dedo dela também e então ela falou.

Emily: Eu não quero que você pense que nosso compromisso vai ser apenas algo simbólico, pois eu pretendo me casar com você oficialmente, assim que a papelada da sua separação sair, mas por enquanto vamos viver como casadas, afinal seu primeiro casamento foi comigo, mesmo que não tenha sido oficial, mas eu sempre te sentir como minha mulher.

Alison: Eu morreria sendo sua, pois não conseguia imaginar ninguém tocando o meu corpo, se esse alguém não fosse você. Na verdade eu acho que meu coração sabia que você iria voltar e ele me fez te esperar, pois eu jamais deixei de te amar, nem por um segundo do meu dia e eu tinha certeza que eu iria morrer carregando esse amor comigo.

Emily: Agora nós estamos aqui de novo, onde praticamente tudo começou e aqui vamos poder viver todos os nossos sonhos e eu serei eternamente sua e você será pra sempre minha.

   Em seguida nossos lábios se aproximaram aos poucos enquanto nossos olhares pareciam dizer que o amor é o sentimento que nos envolve completamente e logo depois nossas bocas se uniram em um encaixe perfeito, como se uma pertencesse a outra e iniciamos um beijo cheio de emoção, de sensações e principalmente de amor enquanto mais uma vez a lua e o céu repleto de estrelas cintilantes testemunham a força do nosso amor, que me faz ter cada vez mais certeza de que é verdadeiro, soberano e invencível.


Notas Finais


Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=1xvlZUEoGrQ
Então é isso amores!
Até mais! Desejo um ótimo domingo para vocês!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...