História Tudo Por Ele (Malec) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Luke Graymark, Magnus Bane, Max Lightwood, Raphael Santiago, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Amor, Malec, Romance, Shadowhunters
Exibições 226
Palavras 732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Finalmente consegui achar net no fundo do poço que se chama G** agora Vi**

Capítulo 13 - Conselho


QUEBRA DE TEMPO

Quase dois já havia se passado e nesses quase dois meses, Magnus e Alec não se falavam mais. Raramente o Magnus respondia as mensagens e Email do Alec e quando respondia era o Alec que não se sentia mais interessado em responder as mensagens e Email do Magnus. 

- O que esta fazendo ? - Perguntou Alec a Izzy ao se jogar na cama da mesma.

- Minha lista de convidados.

- Pra que ?

- Aniversário Alec. - A morena deu uma cotovelada no irmão. 

- Auuu... Eu sei so estava brincando, deixa eu ver. - Alec puxa o tablete das mãos da morena.

Simon Lewis

Carly Fray

Raphael Santiago

Lydia Branwell

- Lydia ? - Perguntou o moreno confuso. 

- Claro.  Depois que vocês estão juntos, nada melhor que convidar minha futura cunhada para meu níver você não acha.

- Opa... Não estavamos juntos.

- Alec,  não nasci ontem ja vou fazer dezenove anos.

- E mesmo assim continua sendo uma garota mimada.  - A morena sorriu.  - Mas so vai ter esses na sua festa ?

- Claro que não bobinho, esse é a lista VIP. Ah faltou uma pessoa. - Izzy pega o tablete novamente. 

- Quem ?

- O Magnus Bane é claro.  - O moreno ficou palido ao ouvir aquele nome.

- Magnus ?

- Sim. Você conhece outro ?

- Pensei que ele tinha ido embora.

- Ele estava fazendo companhia para a mãe dele. Que veio aque especialmente chama lo pra ir ver o lançamento da biografia dela.

- A mãe dele é escritora ?

- Sim e famosa por sinal. Eu e Magnus estamos nos falando a quase um mês por conta dos preparativos para a festa. 

- E quando ele chega ?

- Não sei ao certo, mas acho que daqui dois dias.  E a Lydia você vai leva lá ?

Alec estava dormente ainda com a notícia, qur o rapaz que o fez pensar duas vezes qual seria sua sexualidade estava voltando.

- Alec... ALEC ? - Izzy da um pequeno murro no seu irmão. 

- A-Ah desculpa.  Eu estava longe.

- Eu percebi. - Izzy sorriu. - Então a Lydia esta confirmada ?
- Ta.. Pode ser. - Alec se levantou da cama da irmã e se retirou do quarto. 

Magnus havia se divertindo muito com sua mãe, foram as férias mais divertidas da sua vida e parece que sua mãe também havia gostado. 

- Você realmente tem que voltar ? - Cassandra perguntou parada a porta do quarto do filho.

- Sim. Tudo que é bom dura pouco.  - Magnus estava fazendo as malas. - Tenho trabalho e uma vida em Nova York.

- Filho você sabe que não precisa trabalhar.

- Eu sei mãe.  Faço isso por que gosto. - Ele vai ate ela é da um beijo na testa da mesma.

- Quando você volta ?

- Não sei mãe, bem que a senhora poderia ir pra Nova York não era.

- Você sabe que não posso e... - O telefone do Magnus toca.

Magnus vai ate o aparelho que estava na cama e quando o pega no visor tinha Alexander.  Ele recusou e voltou para a sua mãe.

- Quem era ?

- Ninguém importante.

- Você mente mal Magnus.

- Mãe eu posso te perguntar uma coisa ? - Magnus vai ate a cama e se senta.

- Acabou de perguntar ? - Disse a ruiva toda brincalhona. - Pode perguntar. 

- A senhora gosta da Camille ? - Cassandra vai ate a cama e se senta ao lado do Magnus.

- Gosto. Ela é uma boa pessoa. 

- A senhora mente muito mal. - Cassandra rir ao ouvir aquele comentário. 

- Ate a cobrá mas venenosa do mundo é mais amigável que a Camille. 

- E se eu a deixasse ? - Cassandra faz com que Magnus deitasse a cabeça em seu colo.

- E por que ainda não deixou ?

- Não sei. Quase dois anos de noivado, deve ser por isso.

- Você se sente feliz com ela ao seu lado ?

- Sim.

- Magnus! - O moreno volta o olhar para sua mãe. 

- Não.

- Então a deixe.  Eu prefiro qualquer ao seu lado que te fassa feliz, como você merece.

- Qualquer uma ? - Magnus deu um sorriso.

- Qualquer um menos a Camille. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...