História Tudo que ele sonha [Malec] - Capítulo 50


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas de Bane, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Catarina Loss, Clary Fairchild (Clary Fray), Hodge Starkweather, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Lady Camille Belcourt, Magnus Bane, Maryse Lightwood, Ragnor Fell, Raphael Santiago, Robert Lightwood, Simon Lewis
Tags Alec, Lemon, Magnus, Malec, Shadowhunters
Visualizações 439
Palavras 1.143
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores!

Cap bem curtinho, fiquei meio sem tempo😟😁

Avril Lavigne - Wish You Were Here
https://www.youtube.com/watch?v=VT1-sitWRtY

Aproveitem😘

Capítulo 50 - Capítulo 48


Fanfic / Fanfiction Tudo que ele sonha [Malec] - Capítulo 50 - Capítulo 48

O relógio marcava quase duas da manhã quando Magnus passou pela cozinha e saiu pela porta no quintal da casa tipicamente australiana. A vista para o mar agora era quase impossível de admirar, a escuridão tomava conta da paisagem e a única evidência do oceano ali perto era o barulho das ondas. 
Magnus sentou na grama inclinada, sentindo o ar frio quase congelar seus pulmões.

And I remember, all those crazy things you said

(Me lembro de todas aquelas coisas malucas que você disse)

You left them running through my head

(Você as deixou passando pela minha cabeça)

You're always there, you're everywhere

(Você sempre estava lá, você estava em toda parte)

But right now I wish you were here

(Mas agora eu queria que você estivesse aqui)

All those crazy things we did

(Todas aquelas coisas malucas que fizemos)

Didn't think about it, just went with it

(Não pensamos a respeito, apenas fomos na onda)

You're always there, you're everywhere

(Você sempre estava lá, você estava em toda parte)

But right now I wish you were here

(Mas agora eu queria que você estivesse aqui)

 

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

Here, here, here

(Aqui, aqui, aqui)

I wish you were here

(Queria que você estivesse aqui)

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

Near, near, near

(Perto, perto, perto)

I wish you were here

(Queria que você estivesse aqui)
 

Pegou o maço de cigarro no bolso do moletom e o isqueiro no bolso da calça. Nunca gostara de cigarros, mas ultimamente havia adquirido esse vício desagradável. Soltou a fumaça no ar, vendo-a sumir rapidamente na escuridão.
Observou o céu conseguindo contar facilmente quantas estrelas conseguia ver. A enorme lua cheia era quase uma visão de filme. Apoiou os braços na grama e esticou as pernas, relaxando lentamente e aproveitando o vento frio e o breu.
 

I love the way you are

(Eu amo o jeito que você é)

It's who I am, don't have to try hard

(Essa é quem eu sou, não tem que se esforçar)

We always say, say like it is

(Nós sempre dizemos "diga como isso é")

And the truth is that I really miss

(E a verdade é que eu realmente sinto sua falta)

 

All those crazy things you said

(E me lembro de todas aquelas coisas malucas que você disse)

You left them running through my head

(Você as deixou passando pela minha cabeça)

You're always there, you're everywhere

(Você sempre estava lá, você estava em toda parte)

But right now I wish you were here

(Mas agora eu queria que você estivesse aqui)

All those crazy things we did

(Todas aquelas coisas malucas que fizemos)

Didn't think about it, just went with it

(Não pensamos a respeito, apenas fomos na onda)

You're always there, you're everywhere

(Você sempre estava lá, você estava em toda parte)

But right now I wish you were here

(Mas agora eu queria que você estivesse aqui)

 

No, I don't wanna let go

(Não, eu não quero deixar pra lá)

I just wanna let you to know

(Eu só quero que você saiba)

That I never wanna let go

(Que nunca vou querer deixar pra lá)

let go let go let go let go

(Deixar pra lá oh oh)

No, I don't wanna let go

(Não, eu não quero deixar pra lá)

I just wanna let you to know

(Eu só quero que você saiba)

That I never wanna let go

(Que nunca vou querer deixar pra lá)

Com os olhos fechados ele podia ver com mais clareza. Com os olhos fechados ele podia ver o que estava tão distante de seus olhos abertos. A imagem que tinha em sua cabeça era quase desbotada. Não fazia jus à realidade. Lembrava do som da risada dele, agora já distante. Seus cabelos pretos que várias vezes caiam pelos olhos. Seu corpo formando o encaixe perfeito junto ao dele. Não importava quantos corpos passassem por sua cama, eles seriam apenas copos. Nenhum conseguiria preencher o vazio que ele havia deixado ao partir.
Magnus abriu os olhos sentindo uma lágrima escorrer por seu rosto e se perguntou como, depois de quase dois anos, ainda estava sofrendo por Alec. Alec estava com outro, tinha novos amigos, uma nova vida. E Magnus não ficava para trás. Estava famoso, tinha quem quisesse aos seus pé o tempo inteiro, mas ainda assim era Alec que atormentava seus sonhos e seus pensamentos.

Quanto tempo essa tortura duraria? Não sabia se era capaz de aguentar por mais tempo. A dor em seu peito constantemente o lembrava que fora ele mesmo quem o deixara partir.

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

Here, here, here

(Aqui, aqui, aqui)

I wish you were here (I wish you were)

(Queria que você estivesse aqui (queria que você estivesse aqui))

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

Near, near, near

(Perto, perto, perto)

I wish you were here

(Queria que você estivesse aqui)
 

 “Acho que é como se você fosse uma parte de mim, como um pedaço faltando. Ou algum tipo de extensão.”
 

“Isso é um pouco surreal, Magnus.”

Magnus riu sozinho ao lembrar de sua antiga teoria. Seria muita estupidez acreditar nisso até hoje? Ele não conseguia deixar de pensar que Alec era seu pedaço faltando. Não era romantismo, ele apenas não conseguia encontrar outra explicação plausível. Nunca gostara de filmes românticos e achava tudo uma baboseira, mas se Alec não fosse sua alma gêmea, o que mais ele seria? Por que outra razão, depois de tanto tempo, ainda estaria ali, sofrendo por ele e desejando-o ter apenas para si? Por que outra razão não conseguiria imaginar sua vida sem a presença de Alec? Por que razão não sentia raiva e nem culpava Alec de ter ficado com outro? Por que outra razão sentiria o vazio dentro de si quanto ele não estava por perto?

Sua vida e a de Alec se cruzavam. Em todos os sentidos, em todos os caminhos. Exatamente como ele dissera na carta; “Não importa qual estrada eu pegue, qual caminho eu decida seguir, eu sei que o final vai ser sempre você.”

Sempre ele.

Sempre ele.

Para sempre ele.

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

 

Here, here, here

(Aqui, aqui, aqui)

I wish you were here

(Queria que você estivesse aqui)

Damn, damn, damn

(Droga, droga, droga)

What I'd do to have you

(O que eu faria para ter você)

Near, near, near

(Perto, perto, perto)

I wish you were here

(Queria que você estivesse aqui)

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do cap.

Até qualquer hora💗💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...