História Tudo Se Repete - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 26
Palavras 2.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo. Não liguem para os erros e boa leitura.

Capítulo 9 - Me beija


  Estava me preparando para tomar banho quando o Jungkook apareceu no quarto, ele estava com a roupa molhada, deixando a camisa branca dele transparente e grudada em seu corpo. Sai o mais rápido do quarto e fui direto para o banheiro do corredor, me despi e tomei um banho rápido, sai já trocado e desci com a toalha em volta do meu pescoço.

  -oi -Jin falou ao me ver entrar na cozinha -seca direito seu cabelo você pode pegar um resfriado -falou me fazendo sentar em uma cadeira.

  Ele tirou a toalha do meu pescoço e começou a secar meu cabelo, quando terminou me deu a toalha e mandou eu pendurar. Estava passando pela sala quando escutei um barulho de carro deve ser os pais do Kook é melhor eu ficar com o Jin se não eles vão estranhar, voltei para a cozinha e me sentei encarando o Jin.

  -eles chegaram -falei e o Jin me encarou com os olhos arregalados -não se preocupe.

  -menino você ainda não pend... -ele parou de falar ao ver Na Yeon passar pela porta.

  -eu ia mas eles chegaram -me levantei e sorri para Na Yeon -Oii!

  -Oi Jimin! -falou me abraçando -quem é seu amigo?

  -Na Yeon esse é o Jin, Jin essa é Na Yeon.

  -prazer senhora -ele estendeu a mão e sorriu tímido.

  -que formalidade, me chame só de Na Yeon -ela sorriu e o abraçou.

  -Noona? -ele perguntou e ela sorriu grande concordando -eu queria lhe agradecer por cuidar do meu Jiminie -ela sorriu gentil -e por continuar a cuidar dele.

  -não é nada, é um prazer cuidar dele e ainda mais o Kook está tendo mais humor do que antes. 

  -o que tem eu? -Kook apareceu na porta com os cabelos pingando e com a toalha em volta do pescoço -Oi omma.

  -menino seca esse cabelo direito você pode pegar um resfriado -eu e o Jin demos um levo riso.

  -que deja vú -falei olhando para o Jin que concordou.

  -Noona eu preparei um jantar para você e sua familia como forma de agradecimento por cuidar do Jimin.

  -não precisava mais obrigada -ela sorriu e pegou a toalha do pescoço do Kook.

  -deixa que eu seco -ele pegou de volta e começou a secar -omma cadê o appa?

  -ele disse que vai ter que ficar até tarde -falou e se sentou na mesa.

  -vamos comer? -todos concordaram e começaram a comer.

  Depois de comermos aquela comida dos deuses -que o Jin hyung faz -fomos para a sala assistir tv, enquanto Na Yeon e o Jin ficaram para lavar a louça.

  -Mi oppa estou com sono -Yumi deitou no meu colo e dormiu instaneamente. 

  -deixa que eu levo -Kook se levantou e eu neguei.

  -não tudo bem. 

  Subi as escadas devagar, por causa das minhas costas, com a Yumi no colo, Jungkook estava atrás para caso acontecer algo ele ajuda. Kook abriu a porta do quarto da Yumi, a coloquei devagar na cama e a cobri.

  -ela parece um anjo dormindo -falei passando a mão no cabelinho dela -ela puxou muito o irmão -falei baixo.

  -o que?

  -nada -sorri e me levantei saindo do quarto junto do Jungkook -não estou com sono vamos fazer algo?

  -tipo?

  -sei lá -pensei por um tempo -que tal maratona de filme?

  -não sei se minha mãe vai deixar. 

  -nem o Jin, falando nisso será que ele já foi? -descemos as escadas e ele estava conversando animado com a mãe do Kook -Hyung -falei manhoso.

  -que foi coisa significativa para mim que vez de em quando apresenta como uma praga?

  -nossa, por que isso? -falei fingindo estar indignado.

  -porque quando você chega assim é porque tem algo que você sabe que eu não gosto.

  -sério? -concordou -nossa e eu achando que isso funcionava quando eu na verdade pareço um retardado?

  -não parece um retardado só é óbvio.

  -ok! Hyung e Na Yeon deixa a gente fazer maratona de filme? Não estamos com sono -fiz bico.

  -é claro que não -falaram uníssono.

  -por que?

  -porque? -pensou -ah! podem, vão. Não vão ter aula mesmo, mas juízo em, sem barulho porque está de noite e vão dormir assim que se sentirem cansados e apaga a tv -falou Na Yeon.

  -escutaram né? Juízo -repetiu Jin.

  -obrigado -abracei o Jin e a Na Yeon.

  -e você? -Kook sorriu e abraçou os dois.

  Pegamos um pacote de salgadinho e duas latinhas de refri e subimos correndo.

  -qual? -perguntei.

  -terror.

  -o-o que?

  -por que? Você tem medo Hyung?

  -na-não

  -então vamos assistir -falou colocando o filme.

  Se eu tinha medo? claro que sim. Eu sou um medroso e ainda quero me pagar de fortão quando não sou? Sou medroso pra caramba, não tanto quanto Hobi Hyung mas sou.

Jungkook pois o filme sorrindo e se sentou do meu lado no colchão do chão e ficamos lá. Estava perto de uma parte horrível, quando apareceu a cena não aguentei e fechei os olhos com força, me abaixei escondendo o rosto em algo.

  -Ji-Jimin -Kook gaguejou e eu abri meus olhos devagar dando de cara com o rosto perto do dele -a cena já acabou -sorri envergonhado e me sentei normal.

  -des-desculpe -falei e voltei a assistir o filme -ahhh -gritei ao ver outra cena horrorosa.

  -você quer parar? -perguntou e eu neguei -quer algo para se acalmar -concordei -toma -ele me deu um travesseiro e esticou sua mão para mim -se quiser apertar -sorriu tímido.

  -o-obrigado -sorri e apertei a mão dele.

  Esse filme é horrivel a cada 5 minutos tem uma cena de terror. Tampei meu rosto com o travesseiro e apertei a mão do Kook quando apareceu uma menina zumbi ou um demônio, ou, sei lá o que era aquilo.

  -Jimin -resmunguei um "hum" -já acabou -me soltei dele e o encarei -para quem não tinha medo você apertou demais -falou massageando sua mão com a outra.

  -desculpa. 

  -você só pede desculpa -falou se levantando -vou colocar outro só que sem ser de terror agora ok?

  -obrigado -ri baixo -agora não foi uma desculpa.

  Ele sorriu e colocou um filme de ação, fiquei animado com o filme, ele colocou meu filme preferido e por coincidência era o preferido dele também.

Na metade do filme percebi que o Jungkook estava muito quieto, olhei para ele e ele estava dormindo, cobri ele e me deitei também, estava ficando com sono mas esperaria para acabar o filme. Estava quase no final mas meus olhos insistiam em querer fechar, desliguei a tv vendo que não ia conseguir ficar acordado e dormi.

  Acordei com um ventinho no meu pescoço, estava fazendo cócegas mas ao mesmo tempo era bom, fiquei ali de olhos fechados sentindo aquilo, parei para pensar um pouco e percebi que eu estava um pouco imobilizado. Abri meus olhos e virei meu rosto Jungkook simplesmente estava todo em cima de mim e com o rosto bem perto do meu, sua perna e seu braço estavam me prendendo, tentei sair mas ele começou a reclamar então fiquei ali pois queria que ele descançase bem.

  -Posso entrar -a mãe dele falou.

  Fiquei estático, não queria que ela entrasse para não ver nossa situação e ver que eu não fiz nada, e se eu falasse para ela não entrar ela iria pensar coisas nada boas, então optei por ficar quieto e fingir estar dormindo.

  -vou abrir -fingi estar dormindo e ela abriu a porta -BOm dia -começou a falar alto mas diminuiu -que fofos eu shippo -comecei a sentir minhas bochechas arderem e fiquei torcendo para não estar corado -ele ficou vermelho hm... deve estar sonhando com algo -ela deve estar com um sorriso malicioso na cara -ok vou sair e deixar eles descansarem... por que eu estou falando sozinha? -escutei ela dizer antes de sair.

  -aigoo -falei respirando fundo -a mãe do Kook é uma figura mesmo -falei e senti ele se remexer. 

  -Ji... min -ele estava de olhos fechados -por... favor... não... me dei... xe -hã? o que ele está sonhando? -Não -ele abriu os olhos de repente. 

  -você está bem? -falei o encarando confuso -o que foi?

  -na-nada -ele saiu de cima de mim e se levantou depressa -na-nada de mais -entrou no banheiro, fiquei sem entender o que houve.

  Me levantei e separei uma roupa, fiquei sentado na cama olhando o nada e escutei alguém fungando, me levantei e fui até a porta do banheiro, coloquei meu ouvido na porta e escutei um soluço.

  -Kook você está bem? -não escutei nada -Kook? -bati na porta -vou abrir ok?

  Não escutei nada e abri a porta, ele estava deitado do lado do box encolhido chorando.

  -você está bem? -fui em sua direção e me abaixei ficando a sua altura -vai ficar tudo bem Kook.

  O abracei e ele de imediato retribuiu, depois de 5 minutos ele parou de chorar e só ficou ali me abraçando.

  -Kook -me soltei um pouco e o encarei -me diz o que está havendo por favor -falei e ele abaixou o olhar -eu quero te ajudar, vamos me conte por favor, mas se você não quiser tudo bem, não quero te forçar a nada.

  -Hyung -ele falou e me abraçou de volta -vou te contar uma coisa mas... me prometa... me prometa que não vai contar para ninguém? -concordei e ele me soltou -quando eu era pequeno sofri um acidente e fiquei com claustrofobia, agora fico em estado de pânico quando vejo um acidente e desde de pequeno nunca tive amigo algum -ele estava sério falando isso. Acho que ele não gosta de lembrar disso -até que...

  -não precisa -cortei ele o abraçando -não precisa -falei quase chorando -não precisa me contar, eu vejo como isso te incomoda -falei o apertando mais -eu te entendo mesmo não parecendo, eu te entendo, me conte quando você estiver pronto, porque eu sei que não é agora -senti uma lágrima saindo do meu olho. 

  -Jimin -ele falou com a voz fraca -não me deixa por favor -ele me abraçou forte -vo-você... foi meu...

  -shh... não fala -outra lágrima saiu de meus olhos -eu não vou te deixar prometo. 

  -o-obrigado -colocou o rosto na curvatura de meu pescoço.

         ~~~~~~~~~~^¬^~~~~~~~~

  Senti algo sugando meu pescoço, estava tão bom que eu acabei arfando.

  -Kook? O que você está fazendo? -falei e ele começou a dar beijos no meu pescoço subindo até minha bochecha.

  -Hyung -falou no meu ouvido -posso te beijar?

  -o que? -arregalei meus olhos e ele voltou a dar chupões no meu pescoço -a Jimin você é tão gostoso.

  -Kook acho que você não está bem -tentei me afastar mas ele me puxou e colocou sua mão dentro da minha camisa -ahh -arfei -Kook...

  -Fica quieto e me beija -falou se separando -eu to precisando de carinho Hyung, então me beija -me puxou de volta e começou a beijar/lamber/chupar meu pescoço. 

  Ele tirou minha camisa e desceu as mãos até a barra da minha calça, ele adentrou uma mão segurando meu membro meio desperto e começou a apertar me fazendo arfar/gemer baixo.

  -Kook não faz isso -falei gemendo pelos apertos -Kook você ahh não está bem.

  -eu estou bem sim Hyung, mas eu vou ficar melhor se você colaborar -ele enfiou a mão dentro da minha cueca e começou massagear levemente meu membro. 

  Ele começou a fazer movimentos de vai e vem rápidos me fazendo gemer, mordi minha camisa para abafar os gemidos, depois de um tempo não aguentei e gozei na mão dele, ele tirou a mão da minha cueca e começou a lamber os dedos lambuzandos pelo meu líquido, eu estava ofegante e suado.

  -você é gostoso Hyung -falou chupando um dedo -por que agora você não me beija? -ele começou a chegar perto do meu rosto, fechei meus olhos esperando pelo beijo até que...


Notas Finais


Hehe, espero que tenham gostado. A Na Yeon me representa quando eu falo sozinha kk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...