História Tudo sempre fez sentido, menos você. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Jasper Jordan, Lincoln, Octavia Blake, Raven Reyes
Tags Bellarke, The 100
Exibições 112
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Pronto, como prometido, irei continuar essa fanfic.
Espero que gostem do capítulo. 💜

Capítulo 13 - Esse não era o acordo!


Fanfic / Fanfiction Tudo sempre fez sentido, menos você. - Capítulo 13 - Esse não era o acordo!


POV Clarke 
Quando meu celular na cozinha apitou com o barulho de uma nova mensagem, eu não pensei duas vezes em sair correndo para ver se era da minha mãe, afinal, quando cheguei da escola mandei uma mensagem para ela dizendo que tinha algo que eu queria contar para ela, mas o que realmente me surpreendeu foi ver que a mensagem era de um número desconhecido.
Eu sempre fui uma garota bastante curiosa, então eu decidi abrir a mensagem.
" Você foi avisada, princesa. " 
Estava escrito isso na mensagem e logo em baixo, uma foto da Octavia amarrada em uma cadeira, amordaçada e cheia de hematomas no rosto, aquela não era a Oc que eu conhecia, ela estava muito machucada, quase irreconhecível, não precisei nem de 2 segundos para saber que a maldita mensagem era do Finn.
Com as minhas mãos tremendo, peguei meu celular e digitei 
" O que você quer de mim, para deixá-la ir? " 
E apertei na tecla de enviar, agora só faltava a pior parte, contar sobre a Octavia para o Bellamy.

POV Bellamy.
Quando Clarke me contou que a Octavia tinha sido sequestrada, eu fiquei emocionalmente destruído, eu tinha prometido para a minha mãe que sempre iria proteger a Octavia e eu não consegui isso, toda essa merda por culpa desse imbecil do Finn.
Ele realmente não sabe quem são os Blake? Ele realmente não sabem quem eu sou? 
Ele não pode mexer comigo, eu vou acabar com ele, me vingar pela princesa e agora pela minha irmãzinha também, ninguém mexe com elas, droga! 
Elas são tudo que eu tenho! 

POV Clarke.
Depois de eu contar para o Bellamy sobre o sequestro, ficamos consolando um ao outro e Bellamy acabou pegando no sono antes de irmos para a polícia, ele tinha insistido que era melhor contar tudo para a polícia, eu apenas concordei, que dizer, ele achava que iríamos para a polícia realmente, mas enquanto Bellamy dormia, Finn respondeu minha mensagem.
" Me encontre no chalé velho da estrada Death 385 e venha sozinha, você sabe que eu não vou hesitar em matar sua amiguinha, mas como você sempre soube princesa, eu sou uma pessoa muito generosa, e se vier sozinha, eu deixarei sua amiga ir, mas você ficará no lugar dela. "

Aquilo tudo era minha culpa, eu não poderia deixar Octavia pagar pelos meus erros, eu tinha que ir no lugar dela, então digitei.
" Te encontro aí em 45 minutos, relaxe eu sei o quanto você é um imbecil sem coração, eu irei sozinha. "
E enviei sem pensar duas vezes.

POV Bellamy.
Acabei adormecendo por uns 25 minutos, e quando acordei vi uma Clarke meio apavorada.
- Clarke, o que houve? - Perguntei. 
- Nada, vá para casa se arrumar e me busque aqui depois, temos que ir logo na polícia. - Ela disse.
- Ok. - Digo me levantando e indo em direção à porta.
- Bellamy, espere! - Ela grita.
- Que foi ? - Pergunto.
- Eu sei que talvez eu tenha fugido um pouco do assunto, mas eu também gosto bastante de você. - Ela disse e uma lágrima escorreu de seu rosto.
- Eu não gosto de você, eu amo você, Clarke. - Digo.
Nesse mesmo instante, ela me abraça bem forte e me dá um selinho. 
Estranho? Talvez.
- O que houve ? Até parece que não vamos nos ver daqui a uns 50 minutos. - Eu disse.
Clarke apenas sorriu, acenou e eu fui embora.

POV Clarke
Me sinto tão mal por não poder contar a verdade para o Bellamy, mas ele não me deixaria ir, e eu preciso fazer isso, afinal, isso é apenas culpa minha.

********
Me troquei muito rápido, coloquei uma calça jeans.
Uma bota preta que ia até em baixo do joelho por cima da calça.
Uma blusa branca com a foto do Mickey
E um casaco preto.
Fiz uma pequena carta para o Bellamy, e fui embora.

*************
Cheguei na tal rua marcada, com um pouco de dificuldade, ainda não conhecia Arkadia direito, demorei uns 55 minutos para achar o tal lugar, provavelmente esse horário, Bellamy já deveria estar chegando na minha casa e deveria estar preocupado por não me ver lá, eu não o culpo, eu também estaria se fosse ao contrário.
Desci do carro e só então percebi o quanto aquele lugar era sombrio e afastado de qualquer civilização da cidade, mas eu não poderei ficar com medo, pelo menos não enquanto Octavia está lá dentro, decidi entrar no chalé, ele estava todo escuro, a não ser por uma pequena vela iluminando uma espécie de quarto, entrei nesse quarto, e no canto dele, quase não dando para enxergar, vi Octavia toda ensanguentada.
Corri até ela, e percebi que por sorte ela estava acordada.
- Octavia? O que aconteceu ? - Eu pergunto.
- E-e-er.. - Quando ela ia dizer algo, sinto duas mãos na minha cintura e rapidamente uma imensa dor nas costas.
- Olá, princesa, você não é muito pontual. - Finn diz.
- Eu estou aqui, agora deixe a Octavia ir embora. - Digo ríspida.
- Claro, mas antes deixe eu me certificar que você não fará nenhuma gracinha. - Ele diz.
Quando olhei para ele, ele já estava com uma cadeira e cordas na mão, deixei ele me amarrar sem hesitar, afinal, Octavia tinha que sair de lá e eu precisava colaborar.
- Agora vai soltar ela. - Digo quando ele acaba de me amarrar.
- Claro. - Ele diz

Finn me solta, vai até Octavia, desamarra ela, e ajuda ela a levantar, quando ela levanta percebo que apesar de ensanguentada, ela está muito bem, Octavia sempre foi muito forte então nem me surpreendo por ela está " Bem ", mas Finn soca a boca dela assim que ajuda ela a levantar, logo em seguida puxa ela pelo cabelo e a joga na parede, quando ele puxa uma faca, eu me desespero mais.
- LARGA ELA, ESSE NÃO ERA O ACORDO! - Eu grito desesperada.
- Eu disse que deixaria ela ir, e eu vou, mas quero fazer você sofrer um pouco. - Ele diz.

Finn leva a faca até o rosto de Octavia e faz um corte de sua sobrancelha, até seus lábios, logo depois enfia metade da faca na coxa de Octavia, e continua a socar ela, e eu definitivamente não podia fazer nada a não ser gritar para que ele parasse e chorar, droga, Octavia era tão importante para mim, eu podia perder ela.

********
Depois de ter cortado Octavia umas 8 vezes e já ter dado uns 15 socos, ele soltou ela.
- Vai agora, garota! Suma daqui! E se você tentar bancar a heroína, voltando aqui para salvar sua melhor amiga, eu não irei hesitar em te matar. - Finn diz.
- Você é um idiota, Finn - Ela diz e cospe um pouco de sangue na cara dele.
Pensei que nesse instante Finn iria bater nela, mas não, ele apenas riu e deixou ela ir embora, mancando devido aos ferimentos para poder andar, eu só estava torcendo para que Octavia realmente não voltasse, eu sabia que Finn iria matar ela sem pensar duas vezes.


Notas Finais


Espero que gostem, sério. 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...