História Turma Contra a Homofobia - Welluba - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "Luba" Feuerschütte
Personagens Lucas "LubaTV", Personagens Originais
Tags Luba, Lubellinton, Romance, Slash, Wellinton, Welluba, Yaoi, Youtubers
Visualizações 68
Palavras 1.048
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Slash
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee <3

Bem-viados ao último capítulo :')

Espero que gostem, boa leitura <3

Capítulo 30 - Final - he said "yes"


Fanfic / Fanfiction Turma Contra a Homofobia - Welluba - Capítulo 30 - Final - he said "yes"


Luba

É incrível como minha vida mudou nesses últimos anos apenas por causa de uma pessoa. Há coisas que pensei exclusivamente por ele, eu não teria tomado certas atitudes sem pensar em nós dois primeiro.

Eu apenas optei por certas coisas por ter pensando nele, e eu não me arrependo.

Não me arrependo de ter cancelado uma coisa ou outra porque nós dois iríamos sair, ou ficar em casa assistindo um filme.

Não me arrependo de ter exposto um pouco mais da minha vida pessoal na internet, eu pensei nisso e decidi pensando nele também.

Eu não me arrependo de ter construindo uma família junto a ele.

Se algumas dessas minhas escolhas trouxeram pequenas consequências não teve importância.

Foi por amor, e eu não me arrependo.

Olha aonde chegamos, nossa jornada… nada foi em vão.

Hoje iriamos nos casar, e eu não poderia estar mais ansioso e contente com isso.

Como será que ele estava? Será que com esse mesmo sentimento? Como eu queria poder enxergar através dessa divisória e ver como ela está vestido.

Well

-"…Você veio para mudar tudo, dar e receber amor. Você me trouxe felicidade, paz e surpresas.

Você veio para melhorar, não foi em vão.

Todo tempo que fiquei ao seu lado foram bons, mesmo com irrelevantes brigas. E hoje digo não, não ao ódio que a sociedade têm. E sim, sim a você, ao amor.

E agradeço a ti, por me fazer bem, feliz e amado. Por formar comigo uma linda família e espero que nunca se esqueça desse dia, nosso dia. Pois isso é muito importante para nós e é gratificante receber a todos aqui e claro, receber seu 'aceito'". - Os meus votos de casamento estavam prontos, não ficou tão perfeito mas é muito especial para mim.

Eu estou extremamente ansioso e contente, gostaria de ve-lo agora e perguntar o que acha da minha roupa e ajudar ele com sua gravata, como eu faria se estivesse com Lucas.

Como será que ele está? Sera que está sentindo o mesmo que eu?

Como eu queria que o momento chegasse logo.

Estou muito ansioso, vou tentar guardar na memória o máximo que conseguir deste momento.

...

As primeiras a entrar foram Isa e Duda, elas estavam tão lindas, jogaram as pétalas e depois Lucas entrou mas não pude ver como ele esta ainda.

Logo depois, eu entro.

Não foi igual aos casamentos tradicionais em que a noiva tinha uma entrada mais especial. Afinal na nossa relação não tinha "uma noiva", então optamos por fazer entradas iguais para os dois.

Enfim, quando entro vejo Lucas, ele estava tão maravilhoso. Seu terno era azul marinho e o meu cinza claro, ambos com uma rosa vermelha em mãos.

Sorrio ao ver ele todo formal e chique e não de chinelo e bermuda como sempre estávamos.

Sem perceber, deixo uma lágrima escorrer no momento em que ele pega minha mão, secou a lágrima e me deu um beijo na testa.

-Tu está tão lindo, amor.

-Eu sei e você também.

E assim a cerimônia começou, como não era um padre e não foi numa igreja, foi um pouco diferente.

É um dia ensolarado, e a música clássica deixou tudo mais perfeito, os convidados que chamamos estavam todos ali presentes e isso é muito bom.

As cadeiras tinham capas de cetim branco e detalhes azul claro. Escolhemos com carinho cada detalhe, foi muito tempo decidindo o lugar perfeito e acabamos escolhendo o "Sandrini Park Hotel".

(N/A: Esse lugar citado existe de verdade, ele é um espaço muito bonito para casamentos em Tubarão. Recomendo vocês verem o lugar para imaginar as cenas com mais clareza :) )

Depois de um tempo, Júlia entra com as alianças, ela também estava linda, com um vestido quase igual a de Isa e Duda.

- Lucas, com essa aliança te declaro meu amor por ti e tu se tornas meu noivo.

-Wellinton, com essa aliança te declaro meu noivo e demonstro todo meu amor por ti. - Depois de ambos colocarem as alianças, sorrimos.

-Agora os noivos podem celar o matrimônio com um beijo.

E assim fizemos, depois do beijo todos aplaudiram e quando passamos novamente pelo tapete todos jogaram arroz, como de costume, e nossas filhas nos jogavam as pétalas que sobrará no cesto.

Esse é com certeza o melhor dia da minha vida.

"...Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A consequência do destino é o amor
Pra sempre vou te amar
Mas talvez você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro até o mundo acabar..."

-De janeiro a janeiro, Robeta Campos e Nando Reis

Luba

Estava tudo tão perfeito naquela noite.

Estávamos já na festa, a parte preferida de todos, e eu como o dançarino ótimo que sou estava arrasando, pelo menos eu acho.

Outra pessoa que estava arrasando, e por mim, era o melhor é Wellinton.

Estava tão lindo, estava o tempo todo sorrindo. Eu amo o observar enquanto conversava com os convidados, cantarolava a música e o quão fofo estava tentando conter a emoção ao ver nossas filhas.

Confesso que chorei nos votos, vou me lembrar para sempre daquelas palavras.

Como eu o amo…

Ele também chorou nos meus votos, fiz de coração e parece que ele adorou.

(Logo abaixo, em itálico)

Isso me deixou feliz.

Nos encontramos no meio da pista, as luzes nos iluminava, nossas mãos se encontravam e a minha outra levei a sua cintura. A música tocada em versão clássica nos levou a valsa.

Olhei em seus olhos e o guiei, naquele movimento de 1-2 pra lá, 1-2 pra cá.

Ele sorriu e eu o beijei na testa.

"Sinto que em seus braços os problemas desaparecem, se estou triste ou irritado sei que em seu abraço melhorará.

Sinto que posso contar sempre contigo, você está sempre aqui ao meu lado.

Sinto que foi destino, sinto que foi amor, sinto que fomos entrelaçados e nada pode destruir isso."

Não importava quantas vezes tu tenhas sorrido, sempre irei me apaixonar por seu sorriso, sempre e sempre.

Ele deitou a cabeça no meu ombro, fechou os olhos, e sorriu como se estivesse tendo um sonho feliz.

"...I'm thinkin' bout how
People fall in love in mysterious ways
Maybe just the touch of a hand
Me, I fall in love with you every single day
I just wanna tell you I am

So honey now
Take me into your lovin' arms
Kiss me under the light of a thousand stars
Place your head on my beating heart
I'm thinking out loud
Maybe we found love right where we are..."

--Thinking out loud, Ed Sheeran


Fim


Notas Finais


E esse foi o final da Fanfic, espero que tenham gostado =)
O que acharam? Comentem e favoritem <3

Não vou clicar em "história terminada" pois ainda vou decidir se posto o bônus e ainda falta os agradecimentos. ;)

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...