História Turn up the music - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Becky G, Natalia "Nah" Cardoso, Trio Yeah
Personagens Becky G, Felipe "Fiu" Ryo, João "Johnny" Baroli, Nah Cardoso, Personagens Originais, Wallyson "Waah" Gustavo
Exibições 14
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Isabella Marques é uma personagem original (será interpretada pela Becky G) e terá músicas de diversos cantores, mas aqui ficarão como se as músicas fossem da Isabella.

Capítulo 1 - UM


Fanfic / Fanfiction Turn up the music - Capítulo 1 - UM

Prólogo

 

Meu nome é Isabella Marques, tenho 19 anos e sou cantora desde os 14. Ou seja, desde então tenho uma vida muito corrida e com muita gente querendo adivinhar oque eu sou, com quem eu saio, namoro e até a hora que vou ao banheiro. Estou voltando para o Brasil depois de dois anos rodando o mundo com a minha turnê.  Quando eu tinha 16 anos comecei a ser agenciada pelo Scott Samuel "Scooter" Braun, o mesmo empresário do JB, que acabou me colocando como show de abertura do Justin e foi assim que fiz minha primeira turnê mundial e explodi nos quatro cantos do mundo, depois disso lancei meu terceiro álbum e fiz minha primeira turnê mundial sozinha, mas depois de 2 anos preciso voltar para casa, por que o Scooter acha que preciso me encontrar de novo, sair do holofotes e  me concentrar  e compor meu novo álbum novo.  Aqui estou eu descendo do avião e voltando para São Paulo, para minha casa e para minha família.

- Bella, bella tira uma foto comigo – Várias pessoas gritavam e eu tentava atender a todos, mas nem sempre dava.  Consegui sair do aeroporto com muito esforço e fui para o meu apartamento, quase não lembrava mais dele.

-Lar, doce lar! Falei e observei que tudo estava do mesmo jeito que eu tinha deixado, só que sem poeira, acho que a Zuleica deve continuar limpando toda semana.  Tomei um banho quente, relaxei um pouco e arrumei minhas coisas no armário, então fui até a cozinha e vi que não tinha nada nos armários e na geladeira,  decidi me vestir e ir ao mercado.

 

P.O.V Fiu

- Cara, vamos descer pra comprar comida porque minha mãe viajou e eu não aguento mais comer pizza. Falei para o Waah e o Jhonny que são meus melhores amigos e parceiros de banda.

- Você vai cozinhar, cara? Por que eu não sei nem fritar ovo. Waah falou

-Vou sim, mas só para mim e uma gata que vai colar ai hoje a noite, ou seja, vocês vão vazar.

-Que isso, olha o cara expulsando a gente da nossa quebra. Falou o cabeça.

-Nossa? A casa é minha. Só que vocês querem viver mais aqui do na casa de vocês. Ri e saímos do apartamento para ir ao mercado. Tinha mudado para o prédio faziam um ano e meio mais ou menos, curtia o lugar e conhecia todos os moradores.

- Aewww, segura o elevador, por favor!  Ouvi uma garota gritar. Tive uma das maiores surpresas da minha vida, quando olhei para trás dei de cara com a Isabella Marques : a cantora, atriz, compositora e tudo mais.

- Oww, você é a Isabella Marques? O Jhonny perguntou, claro que tinha que ser o Jhonny a fazer uma pergunta dessas. Então ela nos olhou dos pés a cabeça e respondeu.

- Gato não mexe comigo que eu sou perigo se joga na pista que eu vou te pegar e gargalhou. Eu ouvi nossa música ser cantarolada por uma das maiores e mais conhecidas cantoras do mundo.  – Oi, pode me chamar de Bella. Vocês são o trio yeah, né? Ouvi algumas músicas.

- Mano, não fala isso que eu vou ter um orgasmo de tanta felicidade. Como assim você escuta nossas músicas? Waah só um pouco exagerado falou e Bella olhou meio surpresa.

-Ouvi algumas, são boas! E, você, não fala? Ela me olhou.

-Ah, oi, falo sim. Satisfação em te conhecer. A gente também curte seu som.  Falei e ela sorriu.

-Valeu. O elevador abriu e ela foi saindo.

-Ai,  Isabella, você se importa se tietar um pouco e pedir uma foto? Waah falou.

-Magina, vem ca! Ela voltou e pegou o celular do Waah. – vamos tirar no espelho do elevador. Depois ela falou que precisava ir por que não tinha nada no armário dela e precisava ir ao mercado.

-Ah, eu tô indo para lá. Se não se importar podemos ir juntos. Falei de cabeça baixa.

-Beleza então. Os meninos foram para o lado oposto por que iam para casa e segui o caminha com  a Isabella sem falar uma palavra. Perdi as contas de quantas  vezes ela parou para tirar foto e falar com os fãs.

-Achei que você fosse mais arrogante. Falei

-Achei que você não fosse tão antipático. Respondeu

- Não sou. Só não somos amigos, entende?

 

Isabella P.O.V

Conheci os garotos do Yeah. São bem legais, menos o Fiu, ele é muito antipático. Acompanhou-me até o mercado, mas mal conversamos e ele ainda disse que não somos amigos, ok. Ele é muito estranho.  Cheguei em casa, arrumei a comida e resolvi ligar para as minhas amigas, avisar que estou aqui para elas virem me ver.

Ligação on

-Camila? Oi! É a Bella. Falei animada

-Bella,cê já chegou em sampa?

-Sim, hoje cedo. O que você acha de eu ligar para Natália e vocês virem para cá?

- Hello,hello sua lindaaa! Eu estou aqui com a Camilla e vamos sim! Se arruma por que vamos para balada hoje, voltaremos a nossa tradição.

-Partiu então. Nos vemos mais tarde, amo vocês! Falei e desliguei.

Já eram 22:00 e eu estava pronta. Eu estava com um vestido preto justinho, sandálias de salto e pronta para arrasar!

- Pronta para voltar de oficialmente para o Brasil? A nah falou me abraçando forte.

-Mais que pronta! Falei e ela e a camila gritaram! Chegamos na nossa boate preferida, que estava lotada, então já fomos direto para o camarote. Começamos a beber como de costume e então fomos para pista onde demos de cara os garotos do Yeah que logo foram falar com a gente.  A noite foi passando e eu sentindo que cada vez ficava mais tonta, sabia que estava exagerando na bebida, e eu sei que acabaria dando em alguma merda.

-Ei, tira uma foto comigo. Um cara perguntou

-Ó, não leva a mal, mas não vou tirar foto com ninguém. Tchau!

- Volta aqui, vadia! Sua obrigação é tirar foto com todos, você ganha para isso!

-Vadia é tua mãe! Eu sou cantora, meu trabalho é cantar. Comecei a fazer um escândalo e sai. Como se fosse pouco ainda cai e advinha? Tudo oque não faltava na boate eram paparazzi e gente filmando.

- O scooter vai me matar! Falei desmaiando dentro do carro de um dos meninos.

 

 

 

 


Notas Finais


Pessoal, comentem o que acham e deem suas opiniões porfavor! Grande beijo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...