História Turn up the music - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Becky G, Natalia "Nah" Cardoso, Trio Yeah
Personagens Becky G, Felipe "Fiu" Ryo, João "Johnny" Baroli, Nah Cardoso, Personagens Originais, Wallyson "Waah" Gustavo
Exibições 10
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Comentem oque estão achando, é importante!

Capítulo 2 - DOIS


Waah P.O.V

Eu estava conversando com a Camila, e ela é muito gente boa, e nem preciso dizer que é muito gata, né?!

-Então, você também curte dançar um pouco? Interessante!

-Só um pouco mesmo, ela sorriu e que sorriso. Linda demais, diferente de todas as que já conheci. Até que vi uma confusão no meio  da pista e fui ver. Dei de cara com a Bella xingando um cara e o pobre do Fiu falando pra ela se acalmar.

-Cala a boca,Felipe. Você não manda em mim! gritou

-Se controla,Patricinha, vamo embora!

-É vai embora,vadia! O  cara gritou e o Fiu falou pra se calar. Corri pra ajudar ele o Jhonny também.

-Me solta,Felipe. A bella tava muito louca, acho que ela passou do limite na bebida. Ela empurrou o Fiu e saiu, não deu três passos e sofreu uma puta queda. Todos já estavam filmando e tirando foto a essa hora.

-Vamos levar ela. Já Peguei o Carro e Nah já está lá! O jhonny falou e eu concordei. O Fiu pegou ela no braço e saímos pelos fundos, onde não muito movimento.

- Meu Deus, a Bella exagerou muito,real! Nah tava pirando, mas não adianta muito.

Colocamos ela no carro do Fiu que ficou de levar ela para casa já que moravam no mesmo prédio.  Pegamos o meu carro, deixei primeiro a nah,depois o Jhonny e por ultimo a camila.

-Amei te conhecer,sério! Pena que o rolê não acabou tão bem! Falei

- você é um amor, também adorei te conhecer. Você tem uma energia tão boa.

-Seria muito abuso da minha parte te beijar agora? Porque eu to muito afim de fazer isso. Ela ficou mais vermelha que o cabelo.

-Sim! Não leva a mal, mas é melhor eu subir. Obrigada por me trazer.

-Espera! Deixa eu te conhecer melhor, que tal a gente sair amanha?

-Pode ser, a gente se encontra no Caffé la musique amanha as 15:00,OK?

-Caffé la musique? Eu estava pensando em rolê mais de boa, tipo uma volta no ibira. Sorri sem graça.

-Te vejo no Caffé as  15h. Me deu um beijo na bochecha e saiu do carro. LINDA, LINDA E LINDA!

FIU P.O.V

Era só o que me faltava, agora sou babá da patricinha louca que estava jogada no banco de tras do meu carro, chorando agora.

-Qual foi tá chorando por quê?

-O scooter vai me matar!

- Scooter? Quem é esse? Nem adiantou perguntar a mina capotou no banco de tras e não acordou mais de nenhum jeito. Se eu pudesse deixava ela jogada ai mesmo, mas como não sou um merda, vou levar ela lá pra cima.

-Opa, seu Inácio. Me ajuda a pegar o elevador.

-A menina bella ta doente?

-A doença dela se chama tequila na veia. Falei e ele fez um gesto negativo com a cabeça. Cheguei no meu apartamento e levei ela para o meu quarto, coloquei ela na minha cama, tirei os sapatos dela e a cobri. Fui tomar meu banho e fiquei pensando na Isabella, em todas as vezes que vi manchete negativa sobre ela na internet e por um segundo hoje cedo cheguei a pensar que ela era legal, mas é só uma patricinha metida e louca.

Isabella P.O.V

Acordei com uma puta dor de cabeça, e lembrando de algumas coisas da noite passada, até que fui me dando conta de onde eu estava e não reconhecia aquele lugar. Até que vi o Felipe dormindo do meu lado sem camisa e com uma samba canção com estampa de maconha.

-O que cê fez? Cê me estuprou é isso? Ai meu deus! Eu vou me matar! Eu estava gritando que nem louca.

-Garota, você é maluca ou oque? Para de falar merda! Não sou esse tipo de cara. Você deveria me agradecer de joelhos por eu ter te ajudado noite passada.  Idiota! Ele também me gritou.

-Ah, vai se foder! Mal lembro oque aconteceu. Porque eu to na sua casa, na sua cama e porque você tá vestido assim?

-Vai se foder você! Tu bebeu demais, deu um escândalo na boate e a internet toda ta falando nisso. Só te trouxe para cá por que não achei tua chave.  Peguei meu celular e comecei a ver tudo que estavam falando.

Hugo Gloss: Parece que little princess adora uma mexame ein? Que isso, mona!

Babado dos artistas: Backy ataca novamente e se envolve em mais uma confusão

Papel Pop: Becky G manda fã se ferrar e começa tumulto em boate de São Paulo

TMZ: A nossa princesinha voltou para casa em grande estilo,parece que o justn ensinou bem a sua amiga Becky a se meter em confusão nas festas.

Eu estava muito ferrada, o Scooter ainda não me ligou, mas tenho medo de tudo que vai acontecer quando ele vir isso.

- Eu tô muito ferrada. Desculpa Felipe! Ele ficou me olhando e saiu do quarto.

-Quem é você? Ele perguntou falando alto quando chegou na sala e eu fui ver. Vi meu pior pesadelo. O scooter estava sentado na sala do Felipe junto com dois seguranças.

-Sabe Isabella, você está nos assuntos mais comentados no mundo no twitter e tem vídeos de ontem circulando por tudo a internet, será que eu mereço uma explicação? E quem é esse aí?

-Olha, quem é você? Vou invadiu minha casa. Só tem maluco aqui? Ele estava puto!

-Ele é meu empresário Felipe.

-Vou te explicar tudo Scooter, vamos pra minha casa.

-Você é uma irresponsável, tem noção de como vai ser difícil limpar tua imagem? A gravadora tá me ligando  a cada segundo. Eu deveria te deixar sem contrato para deixar de ser um louca. Gritou ele.

-Segura a onde, velho. Não precisa falar assim com ela. Eu estava tentando evitar uma briga com o Scooter a muito tempo, mas ele está passando dos limites.

-Cala a boca, seu drogado.

-Não fala assim com ele,ok? Os problemas são meus, resolve comigo. Cansei de ouvir sua opnião de merda, você trabalha para mim. Eu pago um salário bem generoso para você. Eu vou parar de me meter em confusão sim. Mas não por você,mas pelos meus fãs agora sai daqui e eu não quero te ver nem tão cedo. SOME!

- Você está caindo, baby. Não deixe para perceber quando já for tarde demais! Ele disse irônico.

-SOMEEEEEEEEE! Gritei pela ultima vez.  Esperei ele sair e o Fiu não falou nada,fui até o quarto dele e peguei minha bolsa e o sapato.

-Obrigada por me ajudar e desculpe por tudo isso.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...