História TWD:New World for travelers - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Beth Greene, Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Gareth, Glenn Rhee, Hershel Greene, Jessie Anderson, Lizzie Samuels, Maggie Greene, Michonne, Mika Samuels, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Pete Anderson, Rick Grimes, Ron Anderson, Rosita Espinosa, Sam Anderson, Sasha, Tara Chambler, Tyreese
Visualizações 7
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - °Family?°


Fanfic / Fanfiction TWD:New World for travelers - Capítulo 5 - °Family?°

Maggie: Vem, não precisa ter medo— ela deve ter percebido o quanto estou incomodada com isso.

Ela continuou me arrastando até que parou em uma cozinha onde todos estava sentados conversando ou comendo.

Maggie: Chegamos!Pessoal essa aqui é a Hayden,Hayden esses são Daryl, Carol, Beth, Carl, Hershel, Glenn, Michonne ...— ela foi falando e eu tinha parado de prestar atenção— bom...é só isso eu e o Rick você já conhece não é— enfim ela terminou de me apresentar a eles e todos voltaram a fazer o que estavam fazendo,menos um menino que pelo que prestei atenção se chama Carl, ele me olhava fixamente parecia desconfiado ou algo do tipo.

Ela me guiou ate uma mesa e se sentou e esperou que seu fizesse o mesmo então eu sentei,desconfiada meio incomodada mas sentei.

Daryl: Então...de onde ela veio?— não sei se reclamo ou agradeço por ele ter quebrado esse silêncio perturbador.

Maggie: Nós a achamos do lado de fora de Woodbury...—mal começou e foi interrompida por ele.

Daryl:Não, isso eu sei quero dizer...antes disso de onde ela veio,se tem alguém, onde está sua família— e ele tocou no ponto fraco família.

Hayden: Desculpa,eu não consigo—sussurrei para ela levantando e indo em direção as celas,no momento todos olharam para mim mas não me importei.

Entrei na cela em que acordei e sentei na beliche, eu precisava sair dali e não me importo se o Rick não deixaria,se caso eu fosse mesmo ficar lá precisava pegar as minhas coisas que ficaram na floresta,se é que ainda estão lá.

Hayden: É isso eu preciso sair daqui— tomei um susto enquanto falava sozinha a Maggie entrou na cela.

Maggie: Você não pode sair assim,não pode ir lá fora sozinha— estava tentando me fazer mudar de ideia mas não iria conseguir.

Hayden: Maggie você não entende eu preciso não é porque eu quero, eu realmente preciso ir atrás das minhas coisas prometo que não vou fazer nada estúpido—ela me olhava negando com a cabeça.

Hayden: Maggie eu sei me virar estou desde do início lá fora nunca tive ou precisei de ajuda de ninguém, na verdade eu é quem ajudava— falei lembrando deles.

Maggie: Eu sei o que você sente,está com raiva mas todos nós já perdemos alguém importante para nós, mas ir lá fora sozinha de noite é o mesmo que se matar— explicou se sentando.

Hayden: Tudo bem eu vou amanhã de manhã, não sei porque se importa comigo sou uma completa desconhecida.

Maggie: Verdade, mas talvez eu tenha gostado de você e agora você faz parte da família— me abraçou, eu nem me lembrava mas como era isso.

Uma semana depois...

Hayden: Maggie onde está a Beth?— uma semana,só foi preciso isso para eu me apegar a eles, descubro várias coisas sobre eles todos aqui me tratam bem até o cara da besta , menos o Carl não entendo porquê ele não gosta de mim ele é sempre grosso nem oportunidade de conversar com ele eu tenho.

E as minhas coisas que eu disse que iria pegar estou até agora sem sair pra pegar nada,só ajudo aqui dentro parece que eles tem medo de me deixar sair.

Maggie: Acho que ela está na cozinha com a Judith— nossa a Judith ela é tão fofa o triste é que ela me lembra a Annabeth.

Eu andei até a cozinha e a Beth estava mesmo lá com a Judith mas também estava com o Carl, reviro os olhos por dentro,mas só por dentro porque sou educada.

Hayden: Oi pessoas— por mim só diria oi para a Beth e a Judith, mas como eu disse sou educada.

Beth: Olá Hayden,veio ver a Judith?— perguntou e eu assento,a mesma estendeu os bracinhos para que eu a pegasse no colo e eu fiz.

Carl: Affs eu vou lá fora— revirou os olhos e saiu.

Hayden: Por que ele me odeia tanto? O que eu fiz pra ele?— pergunto um tanto quanto indignada com isso.

Beth: Acredito que ele não te odeie só... sei lá esse é o jeito dele,ele perdeu uma pessoa muito importante— ela olhou para a Judith e eu entendi quem ele perdeu, a mãe.

Hayden: Olha eu sei que depende de cada pessoa mas eu perdi toda a minha família e não sou assim, também não posso ajudar muito nem sei que importância tem uma mãe— dei de ombros.

Beth: Não conheceu sua mãe? Eu sinto muito— abaixou a cabeça.

Hayden: Eu conheci, mas...não sinta tanto ela não era uma pessoa boa. Enfim toma— entreguei Judith para ela— eu preciso sair.

Fui andando e andando até achar quem eu procurava do lado de fora.

Hayden: Rick! Preciso falar com você— avisei e fui correndo até ele.

Rick: Tá tudo bem?.

Hayden: Não...quer dizer sim, mais ou menos eu preciso sair hoje— ele me olhou e quando achei que negaria ou brigaria comigo não fez só concordou.

Rick: Tudo bem,mas tem certeza que vai ir sozinha?.

Hayden: Absoluta, consigo cuidar de mim— ele me guiou até onde tinham armas e me entregou uma e uma faca.

Hayden: Obrigada— fui em direção ao portão.

Rick: Vê se volta antes de anoitecer, se não voltar devo me preocupar?— ri por dentro ao ouvir isso.

Hayden: Não precisa se preocupar e eu vou voltar— avisei e sai depois de abrirem o portão para mim.

O que eu estava fazendo poderia ser suicídio?talvez nem sei se as minhas coisas estão onde deveriam.

Eu andei até não aguentar mais e incrivelmente não me perdi até então, eu achei o que estava procurando a nossa barraca estava lá e todas as minhas coisas também estavam lá, o que eu achei bem estranho ninguém ter pegado nada absolutamente nada.

Hayden: Isso não é normal— falei para mim mesma, escutei um galho quebrar atrás de mim e fiquei em posição de ataque até que...

•••


Notas Finais


Hey Walkers, mais um cap espero que gostem, se quiserem votem e comentem pra eu saber se estão gostando.

Bjs e até o próximo capítulo😘💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...