História Twelve lives, same love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, Jinyoung, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Chanbaek, Chenmin/xiuchen, Hunhan, Kaisoo, Markson, Sulay, Taoris
Visualizações 64
Palavras 1.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oooiii anjinhos ❤❤

Gente, minha Omma leu minha fic!! Eu tô MT feliz ^^

Sentiram saudades? Kkjjj
Bom, nesse capítulo vai ser tipo uma introdução pro nosso HunHan ❤❤

Boa leitura ❤❤❤❤

Capítulo 4 - Sair


Fanfic / Fanfiction Twelve lives, same love - Capítulo 4 - Sair

Luhan on

Era para mim estar muito feliz porque, qual é, é muito difícil achar alguém assim como o Sehun.

Quero dizer, achar alguém bonito, legal, engraçado, ao mesmo tempo fofo e gostoso, Jesus Cristo, muito gostoso.

Conseguir o número dele não foi nada difícil, até porque, quando Xiao LuHan quer alguma coisa, Xiao LuHan consegue essa coisa.- não sou convencido, essa só é a verdade.- olha, eu sou uma boa pessoa, um exemplo a ser seguido... Mas outra hora falo sobre isso.

A questão é... Eu queria sair com SeHun. De verdade. Não só ir em uma balada qualquer beber até desmaiar e acordar no outro dia sozinho na cama, eu queria, sei lá, sair para jantar, ir a um parque, ir no cinema e depois fazer críticas sobre o filme junto com ele... E não me ache um trouxa ou idiota por isso, aposto que iria querer o mesmo.

Voltando... Eu realmente deveria estar feliz com o fato de SeHun ter aceitado vir aqui na minha casa (não para me ver, mas sim para trazer BaekHyun para cá, já que Chanyeol quase me mordeu para que eu ligasse e pedisse.) Mas de qualquer forma... Ainda havia o fato de que eu teria que lidar com um KyungHoo pirado.

- Chanyeol, para de andar feito um maluco.- Falei olhando para ele, que não parava quieto na sala.

- Eu não consigo! Tô nervoso!- Revirei meus olhos e me joguei no sofá. Bendita hora em que eu aceitei cuidar do Chanyeol pro meu irmão viajar com o namorado... Eu que queria estar em New York!!!

- Tá nervoso por que querido? Só vai vir o BaekHyun ficar um pouco com você, não precisa ficar assim.- Suspirei e fechei meus olhos, logo sentindo um peso em cima de mim, me fazendo sorrir.- Você não é assim Chany.- Falei e comecei a acariciar seus cabelos enquanto ele me abraçava.

- O Baek é muito legal... É bem fofo também.

- Verdade, não me admiro que em só uma semana você já tenha percebido isso.- Ri um pouco, sendo acompanhado por Chanyeol.

- Tio Lu...

- Sim querido?- Chanyeol levantou sua cabe e olhou para mim, com uma cara séria.

- Eu vou dormir na casa do meu hyung hoje...

- Sim, eu sei. Mas por que está me falando isso de novo?- Perguntei, realmente não sabendo aonde ele queria chegar.

- E eu não sou mais criança, você sabe...

- Chanyeol eu não sei aonde quer chegar.- Fiz cara feia para ele, que fez uma pior ainda. Mas que porra...

- Você vai ficar com aquele cara de cabelo preto, não vai?- Perguntou, me fazendo arregalar os olhos.

- O que?!

- O que foi buscar o Baek, vai, não vai?- Perguntou e eu não tive como responder.

Como é que alguém de doze anos me faz uma pergunta dessas? Se fosse minha mãe, até ia, mas o meu sobrinho, Chanyeol, de doze anos? Ah, qual é!!

- Chanyeol!! Isso é pergunta que se faça?!- Ele se levantou e me olhou como... Se eu fosse culpado de alguma coisa?!- Me olha assim mais uma vez que tu apanha!- Falei apontando para ele.

- Você não faria isso Lu.- Falou rindo da minha cara.- Mas, você vai ficar com ele, não vai? Ah, eu vou falar pro appa ... Ele vai te zoar muito.- Falou rindo.

- Cala a boca moleque!!- Joguei uma almofada em seu rosto e me levantei, vermelho de raiva.- Olha só, Park Chanyeol!!! Se você falar qualquer coisa pro besta do Minho, eu te enforco, tá legal?!- Falei apontando para ele, que não parava de rir.

Oras, aonde já se viu, meu próprio sobrinho falando sobre a minha vida amorosa com o meu irmão, pfff, não mesmo!!

-  Lulu! Você não é capaz de enforcar a...- Chanyeol foi interrompido pelo som da campainha, que sempre me irrita, mas dessa vez não. Até parecia que o som havia mudado para alguém falando um "SEHUN" bem alto.- BaekHyun!!- Gritou e foi correndo para a porta. Mas que abusado, a casa nem é dele!!

- Hey, a casa é minha querido!! Eu que atendo a porta!!- Falei e corri atrás daquela criatura abusada, o encontrando abrindo a porta, revelando um BaekHyun eufórico e um SeHun tentando segurar uma criança. Não minto, achei a cena adorável.

- Chanyeol hyung!- Baek falou e esperneou, tentando sair do colo de SeHun, que fez uma careta e deixou o garoto no chão.

- Baek...- E também não vou mentir, eu ri muito quando BaekHyun pulou em cima de Chanyeol e quase derrubou ele.

- Ele não faz isso comigo...- SeHun falou olhando para os dois com uma cara emburrada. Adorável.

- Isso tudo é ciúmes SeHun?- Perguntei rindo e indo até ele, que abriu um lindo sorriso.- Vem, entra.

- LuHan, vive cometeu um erro agora...- Falou entrando .

- O que?- Perguntei confuso e olhei para ele, que balançou a cabeça em negação.

- Você não pode fazer isso, sabe, pedir para alguém entrar na sua casa sem conhecer ela direito.- Falou. Okay, agora eu estou perdido.

- Como assim?- Fechei a porta e a tranquei .- Ah não, SeHun é sério?! É isso que eu estou pensando!?

- Pegou a referência?- Ele riu e eu botei minha mão em meu rosto.

- É, eu peguei a referência.*- Falei e olhei ao nosso redor- Ata, e o Baek nem me deu 'oi'.- Falei e caminhei até o sofá.

- Né? Ele quase brigou com o Kyung pra deixar ele ver o "Chany Hyung", e ficou de mal comigo porque, de acordo com aquela criatura eu estava dirigindo " mais devagar que um carro de tartaruga." Me senti ofendido.- Falou e eu ri. Ele se sentou no sofá e eu me jogue ao seu lado, literalmente.

- Cansado?- Perguntou para mim.

- Um pouco, por mais que eu goste, lidar com crianças, te deixa cansado. E ainda tem a faculdade... SeHun me amarra nesse sofá!- Falei e nós rimos.

- Te entendo, na sua idade eu trabalhava de manhã e estudava de noite.- Falou e eu levantei meu tronco, o olhando com a cabeça tombada para o lado.

- Você falou com se tivesse uns sessenta anos, só pra te avisar.- Apontei meu dedo para ele, que sorriu e pegou na minha mão.

Erro 404 o sistema não estava preparado para tal ato.

Auto destruição em 3, 2, 1...

- Luhan, você está bem? Tá muito vermelho.- SeHun falou e riu. Maldito, bugou meu sistema.

- A-Ainda está segurando a minha mão...- Falei e engoli em seco. Merda, merda, merda, merda, merda, merda...

- Estou, por que?- Deixou nossos dedos entrelaçados, e eu pude sentir perfeitamente bem minhas bochechas quentes. É normal quase desmaiar por um simples contato de mãos?!

- E-Eu...- E antes que eu pudesse, SeHun falou antes de mim.

- O que vai fazer hoje a noite?

- Eu tenho faculdade...- Falei o olhando nos olhos.

- Até que horas?- Perguntou rápido de mais, chegando perto de mim. Arregalei meus olhos, mas não consegui me distanciar.

- D-Das sete as dez e meia...

- Que tal eu ir te buscar na faculdade hoje? Aí depois, sei lá, a gente poderia sair pra comer alguma coisa.- Falou e deu um sorrisinho de canto. Acho que essa foi a coisa mais fofa que eu já vi na minha vida... E também, ele me chamou para sair. Ele. Me. Chamou. Para. Sair.

Meu Deus o que eu faço...

- A-Ah... Claro!! Com certeza...- Falei, e me senti envergonhado, e eu acho totalmente normal ficar envergonhado na frente de certas pessoas, tá?!

Olhei para Sehun, que riu. Espera... Ele tá rindo dá minha cara?! Mas que abusado!

- Para de rir dá minha cara!- Dei um chute em sua perna, vendo ele fazer uma careta mas continuando a rir.

- Ai Luhan! Eu não estava "rindo dá sua cara", só achei fofo você estar envergonhado e todo vermelho.- Bufei e botei minhas pernas em cima das suas, porque eu posso, e me deitei no sofá.

- Vou ignorar esse seu último comentário. Aish, eu tinha que estar dormindo agora...- Falei e fechei meus olhos. Mas espera, de manhã eu poderia jurar que havia escrito um lembrete para não dormir a tarde, mas por...- Puta merda!- Gritei levantando do sofá em um pulo, assustando Sehun.

- Santo Deus, Luhan! Que cagasso!! O que aconteceu?!- Me virei para ele, que estava com a mão no peito. Agora me senti um pouco culpado...

- Eu tenho um trabalho hoje para entregar, mas ainda não terminei. Aí meu Deus, eu tô ferrado...- Falei e comecei a andar em círculos. "Andar em círculos não vai deixar seu trabalho pronto Luhan!!"

- Eu posso te ajudar.- Sehun falou se levantando. Olhei para ele com uma expressão confusa.

- O que?

- Eu te ajudo a terminar o seu trabalho, ainda tenho um pouco de tempo antes de ir trabalhar.- Falou e botou suas mãos em meus ombros, me virando para a mesa de centro onde meus materiais estavam. Inclinou sua cabeça para frente e me deu um beijo na bochecha, me fazendo corar.- Vamos trabalhar, então.

- Certo...- Falei e sorri.


Notas Finais


*CAI DA CADEIRA*

MEEEEOOOO DEEEELLLSSS

Oq é esse Baek tão amoroso com o Chany ❤❤❤
AAAHH, esse HunHan um dia me mata ;-;

AVISINHO AQUI: Próximo capítulo... Vai ser o especial MarkSon 🌚🌚
Então se preparem, e não leia esse especial perto dá sua família!! KKKJJJ

Comentários e favoritos são muito bem vindos, e me dão mais motivação para escrever ❤❤

Bye bye meus anjinhos ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...