História Two boys and one feeling the love - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Febatista, Jvnq, Jvtista, Mikethelink, Mitw, Pactw, Tarik, Tasercraft
Exibições 12
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


“Olá meninas, tudo bom? No vídeo de hoje irei ensinar a vocês como desaparecer dum site e depois voltar do além sem ser notada por nenhum ser vivo”
BRIIIIIINKS
OLÁ MINHAS COXINHAS, ISSO É UM CAPITULO MAS PRECISO FALAR COM VOCÊS, ENTÃO NÃO PULEM AQUI TÁ COISINHAS? <3
Bom, vocês dever estar se perguntando “UKE, NOOOOOOSSA, SÁ VIADA DEMOROU QUASE 7 MESES PRA VOLTAR, JÁ ACHAVA QUE ELA TINHA MORRIDO”
OK, OK, abaixem as armas porque estou aqui
Bem, esse ano foi muito conturbado, tanto pra mim, minha família, amigos, enfim, QUE ANINHO COMPLICADO NÉ?
Enfim, eu sei que deveria ter arrumado um tempo para voltar aqui e escrever, mas eu simplesmente não conseguia achar uma forma de continuar a fic, mas calmem, porque isso é um capítulo, sim, isso é uma continuação. Eu tinha entrado em um hiatus eterno causado tanto por falta e criatividade como por eu ter descoberto que minha irmã leu minha fanfic. SIM, ELA LEU, E COMO EU FIQUEI? QUASE ENFIEI MINHA CABEÇA NUM BURACO. Até hoje ela ainda fica falando sobre, e eu realmente me sinto bem desconfortável ao escrever e saber que minha irmã talvez possa vir a ler, porque, afinal, se eu quisesse que ela lesse eu mostrava pra ela e falara “olha, eu to escrevendo uma ficção gay, lê ai”
Mas, depois de 84 anos eu tomei vergonha na cara e escrevi esse cap, ele não ta muito grande mas já é um começo. Vou tentar voltar lentamente a escrever, então perdoem minha falta de att e não desistam de mim.
Ah, e eu troquei meu @ no twitter, então procurem pela @/TattoHamony
Não vai ter nota final, então, fiquem com o cap, boa leitura, e nos vemos no próximo cap. Beijos de coxinha

Capítulo 11 - Buuh


 

P.O.V Pac

 

                Revirei-me na cama durante várias horas, porem não conseguir pegar no sono por causa do pensamento sobre aquele sonho... Por que logo eu teria tido um sonho daqueles? E por que eu fiquei tão afetado por aquele sonho? Okay, okay... Sei que não é uma coisa normal de se sonhar com algo daquele tipo, ainda mais com uma pessoa como Mike, não dizendo que ele é feio, pelo contrario, ele é bem bonito, mas... Por que?  1º-não posso estar gostando  de um cara que eu conheci a poucos dias, isso seria loucura. 2º- EU NÃO POSSO ESTAR GOSTANDO DE UM CARA. Eu não sou homofóbico, longe disso, acho que todas as formas de amor são válidas, porém, isso é totalmente sem lógica, mesmo eu não sendo popular e nem tendo quase nenhuma qualidade física que pode chamar atenção das pessoas, eu tive alguns relacionamentos, mas todos eles com garotas, nenhum garoto nunca me chamou a atenção, por isso, essa ideia de estar criando qualquer tipo de sentimento pelo Mikhael está totalmente fora de cogitação. Deve ser algo da minha cabeça, eu devo estar confundindo carinho de amigo a carinho com outras intenções, só sei que, eu definitivamente devo estar louco.

                Levantei-me de minha cama, pois não adiantaria eu ficar ali deitado, eu não conseguiria dormir e só ficaria pensando bobeira. Peguei uma muda de roupa e me dirigi para meu banheiro, afinal, daqui a pouco Mike estará aqui ara a gente ir assistir filme, e eu definitivamente não estou a fim de ter um garoto me apressando pra sair logo. Despi-me por completo e apressei-me a entrar de baixo do chuveiro. A água morna caia lentamente por toda a extensão do meu corpo, relaxando meus músculos e levando minhas preocupações ralo a baixo, quando me sinto limpo por completo, saio do chuveiro, secando meu corpo com uma das toalhas felpudas disponíveis no banheiro. Visto-me apenas com a camisa e cueca, pois ainda está muito cedo para me vestir por completo, pego meu celular para conferir as horas e  conferir se nenhum nova mensagem havia sido recebida, e tinha sim recebido mensagens, mas foram 6 mensagens da minha mãe, reviro os olhos enquanto solto uma risada baixa, mães... Sempre preocupadas.

 

~Watsapp on~

 

-Mãezinha do <3: Oi Tarik, chegou bem meu filho?

-Mãezinha do <3: Tarik, eu sei muito bem que você já até foi em um dos dias de evento, que tal responder sua mãe?

- Mãezinha do <3: Tarik, eu te vi online, me responda criança

-Mãezinha do <3: Tarik, me responde logo

-Mãezinha do <3: Me responde logo senão eu vou ai em São Paulo te dar uns tapas

-Mãezinha do <3: EU JURO QUE VOU ENFIAR A MINHA MÃO NA SUA CARA SE VOCÊ NÃO ME RESPONDER LOGO SUA CRIANÇA INSOLENTE

-Me: Oi mãe, eu to vivo haha, cheguei bem sim, e estou me divertindo muito aqui, espero que esteja tudo bem por ai, beijos, te amo <3

 

~Whatsapp off~

 

Bloqueio minha tela e jogo meu celular na cama, fecho meus olhos lentamente, sentindo o sono dominar meu corpo, ainda tinha algum tempo antes de ter um Mike puxando meu pé para ir para o cinema, por isso, rendo-me ao sono, conseguindo um tranquilo sono.

 

                X-X-X-X

 

                Sinto minha consciência se retomar lentamente, mesmo assim, continuo me recusando a abrir meus olhos, porém me sinto obrigado a despertar quando sinto um peso em cima da minha barriga, abro meus olhos lentamente, mas travo ao perceber que havia um ser em cima de mim, mais especificadamente, Mikhael se encontrava sentado na minha barriga, com sua inseparável camisa do homem aranha uma caça extremamente justa e preta, e com um sorriso extremamente fofo em seus lábios.

                “Parece que a bela adormecida acordou não é mesmo?” Mikhael comentou com um sorriso divertido em seu rosto.

                “Forçado, mas sim, acordei, agora, você poderia me informar que horas são, e de preferência, sair de cima da minha barriga?” Perguntei durante uma tentativa –sem resultado- tirar o garoto de cima de mim.

                “Bem, são 15:00h,  e sim, eu saio de cima de você” Disse o maior, rolando os olhos com uma expressão divertida no rosto enquanto saia de cima de seu amigo.

                “Eita, err... vou correr ali e terminar de me vestir e a gente já sai” Disse enquanto saia correndo em direção ao seu banheiro procurando por sua calça, já que o mesmo tinha a levado até o banheiro, mas ficou com preguiça de vesti-la.

                Vesti-me rapidamente enquanto tentava ao máximo tirar a cara de sono do meu rosto. Sai do banheiro as pressas, apanhando minha carteira e celular do criado-mudo e deixando o quarto seguido de Mikhael, que acompanhava-me até o elevador em silêncio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...