História Two Children - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Papyrus, Sans, Toriel
Tags Chasriel, Frans
Exibições 61
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, hoje trago-lhes um mais um capítulo.
Mas, dessa vez, não fui eu que escrevi, e sim @AmmyLee, autora da fic Just Let Me Love You (link das notas finais).
Então aproveitem hee hee

Capítulo 5 - Conhecendo o Subsolo


Fanfic / Fanfiction Two Children - Capítulo 5 - Conhecendo o Subsolo

Frisk Pov 
Eu ainda não consigo acreditar... Eu não posso acreditar... Eu não quero acreditar que você se foi... Tudo o que eu tinha era você, e agora, não tenho nada. Meus dias perderam a cor, minha vida perdeu o sentido... De que adianta estar viva sem um motivo para viver? 
Antes éramos nós contra o mundo... E agora, o mundo tirou você de mim. 
Minha animação para fazer qualquer coisa sumiu... Eu não tinha você ao meu lado para me ajudar, para conversar ou até mesmo para fazer brincadeiras comigo... Eu estava sozinha, e mesmo que alguém dissesse que se importa comigo e com a minha situação... Seria mentira. 
Talvez um pouco depressivo para uma criança? Claro, mas eu acabei de perder a única pessoa que realmente me entendia e se preocupava comigo... O que serei sem você, Chara? 
Então eu aceitei que agora eu era inútil e que o mundo não precisava mais de mim... 
Eu parei de ir a escola, não haveria necessidade de eu aprender mais nada, a vida estava me ensinando como viver... E viver significa sofrer. 
Parei de falar com todo mundo. As garotas do nosso dormitório, no começo, ficaram preocupadas comigo e tentaram me ajudar, mas não dei ouvidos a elas, eu não precisava da ajuda delas... Tudo o que eu precisava era tudo o que eu não podia mais ter: Você 
As outras pessoas não ligaram muito para a minha ação de isolamento, e eu parei de ligar para elas. Eu era assim agora, a garota triste, depressiva e anti-social... Mas isso não é ruim, eu prefiro isso a fingir que está tudo bem e agir naturalmente... 
Ficar sem você me fez mudar muito... E só agora eu consigo perceber que eu nunca fui nada, era sempre você... Você pensava em tudo, fazia tudo... E eu te perdi 
Hahaha... Que engraçado... Eu nunca imaginei que merecia sofrer... Sempre pensei que se eu fosse boa, as pessoas seriam boas comigo... Mas agora eu vejo como o mundo é injusto... 
Aquele lugar onde você caiu... Ele era um dos meus lugares favoritos... Mas agora, ele se tornou símbolo da minha tristeza, e de uma culpa que carregarei para sempre... Eu podia ter te salvado, não podia? Você caiu, e eu fiquei aqui em cima... Há uma queda separando nossos mundos... E eu quero ficar com você, não importa se for na vida, ou na morte. 
...O Monte Ebott parece um bom lugar para morrer, olhando por esse lado... 
E eu não tenho motivos para ficar aqui em cima. A humanidade realmente não gosta de mim... Se eu me jogar, ficaremos juntas... Para sempre... 
Chara Pov 
Eu dormi, e assim que acordei, vi o Asriel me observando, de novo. Ele sorria e parecia se divertir ao me ver dormindo. 
- Hey, você realmente gosta de me ver dormir, né? – Falei e me sentei na cama. 
- Desculpe, é que eu nunca vi um humano antes... Eu só estou empolgado, quero saber sobre sua raça! – Ele parecia realmente feliz em me ter aqui. 
- Acredite, não quer saber sobre os humanos... 
- Por que diz isso? 
- Por nada, esqueça – Eu abri um sorriso. – É que... – Eu ia continuar falando, quando a porta foi aberta. Era Toriel, novamente. Ela tinha um sorriso gentil no rosto. 
Ela nos chamou para comer torta, e assim fizemos. Era uma torta de canela-caramelo, muito gostosa, por sinal! Conversamos um pouco, eu falei sobre o que havia acontecido comigo e eles me falaram sobre os monstros, e confirmaram tudo o que havia no livro da Frisk. 
Se eu soubesse que os monstros eram tão legais, teria caído antes... E teria trazido a minha irmã comigo... Eu estou muito preocupada, será que a Frisk está bem? Não era pra gente ter se separado... Mas eu sei que ainda vou encontrá-la, eu tenho DETERMINATION! 
Asriel se ofereceu para me mostrar todo o “Underground”. Tem algumas cidades aqui em baixo, e eu fiquei bem surpresa pelo fato dos monstros serem tão civilizados. Segundo o Asriel, estávamos em “New House”. 
[N/A: Quando Chara caiu, o castelo de Asgore já ficava em “New House”, antes, o castelo ficava nas Ruínas (Casa de Toriel quando Frisk cai no Underground no jogo), e as Ruínas chamavam-se “House”. Pra quem não sabia, o nome da cidade onde fica o castelo atual é New House, e Asgore é conhecido por ser péssimo com nomes] 
Fomos explorar o Underground inteiro, e o Asi teve uma ideia estranha... Ele queria me mostrar o Underground “do começo”. Ele me levou para o buraco do Monte Ebott sem passarmos por nenhuma outra cidade e me disse que foi ali que eu caí, e me mostrou as “Ruínas”, lugar do antigo castelo do rei. Ele foi me contando a história dos monstros quando chegaram no Underground depois da guerra... E me mostrou tudo. 
Nas Ruínas não tinha muita coisa, apenas alguns monstros ainda moravam lá. Seguimos para a próxima cidade: “Snowdin”. Quando fomos para lá, senti a neve e o frio tomarem conta do meu corpo. Comecei a tremer, e o Asi me abraçou, dizendo que logo eu me acostumaria com o frio, que fofo... 
Andamos por um longo caminho, com alguns puzzles desativados. Chegamos à uma cidade, era Snowdin. Falamos com alguns monstros e logo encontramos dois esqueletos. Asi disse que aqueles eram Sans e Papyrus. Papyrus me olhava com animação, empolgado por ver uma humana, já Sans... Como posso dizer... Ele parecia realmente me odiar! 
- ENTÃO VOCÊ É UMA HUMANA? NYEH HEH HEH, ISSO É TÃO LEGAL! E EU, O GRANDE PAPYRUS, SEREI SEU AMIGO! – Falou Papyrus, com um sorriso no rosto. 
- Sans, você não vai falar nada? – Asi perguntou ao Sans 
- Não, não falarei. Não com ela... – E depois sumiu, como se tivesse se teleportado. Que estranho, por que ele falou isso? Resolvi não ligar para a ignorância dele e continuei falando com Papyrus, com o Asi e depois, com outros monstros. 
O Underground me deixou diferente... Eu estou mais aliviada, animada, feliz... E não sinto aquela necessidade em ser má com todo mundo... 
Acho que devo tudo isso ao Asi... Ele é tão gentil, e fofo, e... Lindo... Hehehe... Eu gosto mesmo dele... 


Notas Finais


Link da fic da Ammy:https://spiritfanfics.com/historia/just-let-me-love-you-5577317

Tomara q tenham gostado (eu pessoalmente amei o que ela escreveu e.e)

Beijus de Nutella e até o próximo capítulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...