História Two Daddys for me - Taeyoonseok - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Gay, Jikook, Namjin, Sexting, Taeyoonseok, Texting
Exibições 827
Palavras 684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - [7]


Pov's Yoongi

Segunda feira, 21 de novembro de 2016. 02:31 pm.

[02:31 pm] Biscolacha: Hyung, cadê você ?

[02:31 pm] biscolacha: Você sumiu desde a primeira aula, onde você está ?

[02:32 pm] You: Eu estou no banheiro da escola, acabei me atrasando por conta de: eu perdi a hora conversado com meus Daddys

[02:32 pm] You: Mas não se preocupe, na segunda aula eu apareço!

[02:34 pm] biscolacha: okay… Tem certeza de que não quer ajuda ?

[02:34 pm] You: tenho, agora presta atenção na aula!

[02:34 pm] biscolacha: okay okay, omma.

[02:34 pm] You: vai se foder...

E ele sequer visualizou minha mensagem, filho da puta. Bloqueio o celular e guardo em meu bolso. Saio discretamente do banheiro, desviando dos "segurança" que cuidavam os corredores. Indo diretamente para a sala de meu futuro sogro, vulgo, o diretor da escola.

Dou duas leves batidas na porta, recebendo um entre como resposta. Ao adentrar a sala, o sorriso daquele homem não poderia ser maior. As vezes ele me dá medo, serião.

— Min Yoongi — me sentei em sua frente, retribuindo seu sorriso timidamente — ao que me dá a honra de sua ilustre presença?

— Eu meio que… Perdi a noção do tempo, acabei perdendo a aula… — mordi os lábios nervoso assim que seu sorriso desapareceu, mas logo voltou. Maior ainda, se é que isso é possível.

— Estava falando com o meu filho, certo? — afirmei. O pai de Hoseok sabe de minha paixão por ele, o homem até apóia.

No caso, esse ser a minha frente, me adora, culpa da minha mãe. Quando ele soube que eu queria o Seok, foi o primeiro a tentar me ajudar. Já a mãe do mesmo, me odeia e provavelmente me quer morto.

— Sim. Hobie é um cara bastante divertido e tagarela — ambos rimos.

— Sim, ele provavelmente não lembra de você… Eu sinto muito.

— N-não, tudo bem. É melhor assim. — suspiro. Odeio lembra do passado.

Acontece que, antes do Hoseok sequer conhecer o TaeHyung, éramos melhores amigos. Minha mãe era grande amiga do pai dele e nos apresentou. Só que, por um imprevisto, tivemos de nos mudar para longe.

Ficamos dois anos na China. Um mês depois que fomos, eu recebi a notícia que Hoseok, junto de sua família, havia sofrido um acidente de carro. As feridas nos demais foram leves, porém Hobie pagou um alto preço por isso.

Ele protegeu sua irmã mais nova com o próprio corpo, porém ao fazer isso, bateu a cabeça com muita força. Lacunas foram feitas em sua memória, ele sabe que teve um melhor amigo. Sabe que ele foi embora, mas não lembra como ele era. Não lembra de mim.

— Bem, senhor Min Yoongi. Poderá entrar na segunda aula, falarei ao seu professor que você estava me ajudando com algumas fichas de alunos. — suspiro aliviado, recebendo uma risadinha em troca — faltam dez minutos para bater, pode ficar no pátio enquanto isso.

— Obrigado, Sr.Jung — me curvo, fazendo uma referência rápida.

— Não precisa ser tão formal, pode me chamar de Jae ou sogro. — sorriu com a última fala. Ele realmente gosta da ideia de me ter junto do Hobi.

— Sr.Jae, eu e Hope não temos nada... Nem amigos somos, apenas tivemos uma conversa.

— Ainda, Yoongi. Ainda. — rio de sua convicção. Ele realmente acha que Seok teria olhos para mim ?

Agradeço a ele novamente, saindo de sua sala e me dirigindo ao pátio. O resto do dia foi bastante normal. O professor acabou me deixando entrar, não sem antes me dar uma bela bronca.

As aulas seguiram chatas como sempre, então nem prestei muita atenção. Fiquei ocupado apreciando a beleza dos meus Daddys. E falando neles, as conversas foram até bem interessante. Tae me implorou por fotos, então mandei a ele e a Hoseok uma, apenas para provocar.

Depois disso, joguei um pouco com Jungkook, que não parava de falar de Jimin e fui me deitar, amanhã seria um dia agitado, pois alguns novos alunos estariam entrando na escola, e como eu faço parte do comité de boas vindas, terei que guiar alguns pela escola. O melhor disso, é que o Hoseok também faz, então passarei um bom tempo com ele.


Notas Finais


Hello, sentiram minha falta ? Creio que não, mas okay. Estava com um puta bloqueio, então hoje eu meio que me perdi em uma floresta junto de uns amigos e passamos por algumas aventuras muito fodas, que eu não vou contar certinho pq eu vou usar elas na fic :)

Só isso mesmo, beijos e fuix♥

Para capas, banners de capítulo e betagens:

(@SweetDream_fics): https://twitter.com/SweetDream_fics?s=09


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...