História ~Two Daddy's//(Incesto)–Imagine - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bts, Família, Imagine, Incesto, Jikook, Jimin, Jungkook, Sexo, Thrssome, Two Daddy's, Você
Visualizações 1.132
Palavras 748
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Josei, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Acidente ou incidente?


Pipocas,algodão doce,refrigerante e cachorro-quentes era tudo o que fazia meu estômago se revirar,sendo que eu comia basicamente sempre que saíamos uma destas guloseimas.

Jimin me fitava cada vez mais ameaçador, como se eu estivesse cometendo um crime diante de seus olhos, ele passeava de mãos dadas com Jungkook e o mesmo segurava meu pulso.

—esta gostando querida?–Jungkook aperta minha mão enquanto a segura,entrelaçando seus dedos aos meus que estavam gelados pelo medo que Jimin impunha.

—sim–aperto mais uma vez a mão de Jungkook,que estranhamente suava sem parar fazendo com que o mesmo se desprenda para as enxugar no tecido de sua calça jeans.

—Vamos pra fila antes que o espetáculo comece–Jungkook indo a diante adentra a fila em minha frente e Jimin atrás,havia uma criança de aparente pouco mais de um ano chorando sobre o colo de sua mãe que estava a acalmar seu bebê mas de nada adiantará,Jungkook se põe a disposição e faz brincadeiras com o pequenino afim de que consegue em poucos segundos arrancar risos.

—Acho que arrumei um amigo–diz ele que segura a pequena mão rosada do bebê que apertava seu dedo,sorrindo docemente para o mesmo.

—obrigada moço eu não sei o que faria–diz a mãe aliviada com o fim do pranto de seu filho.

—essa mocinha aqui apenas parava quando eu a distraía,como dizem ser pai não é fácil, mas é o emprego mais difícil que nos deixa feliz facilmente.

—você apenas tem ela?–diz a mulher interessada.

—sim,S/N é adotada–diz ele sorrindo carregando um tanto de infelicidade em seu olhar.

—mas nada paga o prazer de ver seu filho pela primeira vez,devia ter um!

Jungkook rola os olhos para Jimin e sorri.

A fila acaba chegando em nossa vez,Jungkook entra com os ingressos e pegamos o número e a fileira de assentos indicados.

Ao sentar-nos Jimin se prontifica em se por entre mim e Jungkook.

—se pensa que aquela cena de hoje da fila vai mudar alguma coisa...–Jimin sussurra em meu ouvido.

—eu nem me lembro mais–dou de ombros para o mesmo.

O espetáculo começa e apesar de eu tentar prestar o mínimo de atenção, não podia e nem se eu quisesse eu conseguiria,estava tão claro que Jungkook queria ser pai que cada vez que ele sorria ao ver uma das crianças ao seu lado da plateia se emocionar com o show partia ainda mais meu coração,mas a questão que me deixara ainda mais pertubada era se eu tinha o direito de tomar essa decisão sozinha e sem o consentimento do pai que no caso era o Jungkook e o mesmo nem ao menos desconfiava que aquele "sonho" poderia ter sido real e que tinha gerado frutos.

Assim que se encerra as apresentações, Jungkook pede para que Jimin busque o carro no estacionamento do lugar.Em silêncio ele espera que Jimin se afaste o bastante para falar comigo.

—Você está bem?–Jungkook carinhosamente acaricia minha face.

—eu ainda sinto um pouco de enjôos,mas já estou bem melhor.

—eu fiquei muito preocupado com seu bem-estar durante as apresentações tanto que não tirei os olhos de você um único instante,e vi que estava muito triste e distânte.

—Desculpa ter estragado seu dia.

—eu vim aqui pra que você se divertisse, mas eu fiquei mau ao ver que não estava,aconteceu algo que não me contou?

—não...está tudo bem,apenas de você estar aqui já me sinto melhor!–o abraço forte e ele cheira meu cabelo profundamente envolvendo seus braços sobre mim apenas ele me fazia uma mulher segura independente onde eu estivesse.

Me desprendo de Jungkook, dando algumas passadas para trás,ele me fita de um modo diferente, e abre um sorriso se canto de boca.

—S/N...eu...–ele me olhara ainda mais intenso pegando em minhas mãos.

A beira do meio fio sinto uma pancada de repente me acertar por trás fazendo com que eu caía na calçada de bruços ralando meu rosto no chão.

Minha barriga dói tanto que até parecia que várias agulhas me picavam ao mesmo tempo, com o embalo de uma terrível cólica, apenas conseguia chorar e gemer naquele mesmo chão onde se formava uma pequena roda de pessoas ao meu redor.

—meu bebê, meu bebê... –digo cerrando os olhos e apertando o relevo de meu útero que parecia um tanto inchado.

—como assim bebê? S/N!–Jungkook segura minha mão e é aconselhado a não tocar-me até a ambulância chegar.

Soluçando e gemendo com o dolo que sofri vejo que Jimin invade a roda e vem até mim.

—desculpa eu juro que não te vi–diz ele fingindo preocupação por ter me atropelado,mas sabia que sua intenção era apenas que o filho que esperava fosse abortado instantaneamente.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...