História Two Different Worlds - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Eldarya, Miiko, Nevra, Personagens Originais
Exibições 147
Palavras 800
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yuri
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Tour


Fanfic / Fanfiction Two Different Worlds - Capítulo 4 - Tour

Pov's Yasmim

A claridade invadia minha visão. Abri lentamente, tentando adivinhar onde eu estava.

Olhei para os lados... Estava em uma cama, em um quarto, em um lugar totalmente diferente da minha casa.

Memórias da noite passada adentraram em minha mente. 

Eu encontrei Nevra?

Me sentei na cama, o quarto estava pouco organizado, uma cama enorme, e o quarto também. Quem havia me trazido para cá? Retirei os cobertores de cima de mim, percebi que eu estava apenas com minha camisa e minha calcinha?

EU FUI ABUSADA?

Escutei a porta se abrir, me cobri e vi quem era. Nevra?

Ele entrou, com uma bandeja nas mãos. Seus olhos encontraram meu corpo, fazendo-o dar um sorriso imperceptível em seus lábios. Ele se aproximou, e sentou na cama.

- Você está bem? Se lembra de mim? Yasmim, sou eu Nevra... Você lembra não é?

Eu fiquei calada encarando o mesmo que não parava de fazer perguntas, ficado mais inquieto do que estava. 

- E-eu acho que estou bem... E-e-eu me lembro de você... Claro que me lembro... - Olhei para minhas mãos, eu estava mais pálida do que o normal, coloquei minha mão no pescoço, tentando achar minha cicatriz, mas ela havia desaparecido. Passei minha língua nos dentes, os dentes caninos estavam pontudos? O que está acontecendo comigo?

- Você tá estranhando sua "transformação"? Você é uma vampira... Mas isso não quer dizer que não vou me alimentar mais do seu sangue. - Ele disse. Processei a informação que acabei de receber. Fiquei de pé na cama, sem acreditar.

EU VAMPIRA?

- DO QUE VOCÊ TÁ FALANDO? - Gritei, ele riu.

Parecia não ter se importado com que eu disse, então retirou a tampa da bandeja que tinha ali, revelando uma grande taça de vinho? Suco de morango ou uva? Tinha alguns pedaços de pão, frutas e outras guloseimas.

- Não é vinho, nem suco. É sangue.

O QUE? Minhas mãos começaram a tremer, meus olhos não direcionavam para nenhum outro local além daquela taça. Eu não conseguia controlar meu próprio corpo, ele só foi direto naquela taça, quando fui beber, hesitei.

-Isso não é certo... - Falei, mas meus movimentos foram rápidos, tomei um pouco. Tinha um gosto extremamente incrível. Arrepios deram em meu corpo, era estranho e bom ao mesmo tempo.

Nevra apenas acompanhavam meus movimentos com o olhar, e continuava com aquele sorriso no rosto.

- Você mudou tanto... Está mais linda.- Ele disse.

-V-v-v-você também mudou muito...- Reparei que suas roupas marcavam seu ABS que estava marcado com curvas e gominhos. Mordi meu lábio inferior, então ele gargalhou.

Ele percebeu o que eu fiz. Senti meu rosto esquentar.

Comi o que ele havia trazido, mas eu dava mais atenção aquela bebida.

-Hoje você vai conhecer o QD e o castelo, palácio, como  quiser chamar. - Ele disse.

Terminei o estranho café da manhã que ele havia trazido. Então mais uma vez a porta foi aberta, era a tal Miiko. Ela estava com roupas nas mãos.

- Uma mulher não deve entrar assim no quarto de um homem comprometido. - Disse Nevra.. Espera, ele já estava comprometido?

- Calado, aqui são as roupas que ela irá usar hoje. - Ela falou como se eu não estivesse ali. Jogou as roupas em minha direção, que vieram ao encontro da minha cara. Ela saiu dali.

Um tempo depois.

Eu já estava vestida. Pronta para conhecer aquele lugar estranho que eu estava. Nevra me deu uma pequena palestra no quarto, sobre as pessoas dali, seus nomes, características e as guardas.

- Entendeu? -Ele disse, eu assenti.

Havia entendido tudo, cada passo, cada observação. Me pus de pé, ele abriu a porta. As cores daquele corredor eram quentes, como o verão. Era gostoso estar ali. Percebi que Nevra me olhava, apenas continuei sentindo aquelas cores.

- Esse é o corredor dos guardas, no caso seria o corredor onde fica os quartos dos guardas. -  Ele disse andando e me mostrando outros corredores que tinham ali.

-Venha - Ele disse me tirando daquele corredor, vi uma porta que emanava uma energia mística muito, muito gostosa. - Ali é a sala do cristal, a que você estava antes, lembra? - Ele disse, assenti. Ele voltou a andar, me levando a um grande salão, era impressionante o tanto de portas que havia ali, acima de cada uma tinha um tipo de placa, mas era mais que isso, as vezes era um objeto muito lindo, e caro.

- Ali é o laboratório, enfermaria, biblioteca, despensa, sala do cristal, portão principal, sala de alquimia, escadaria que leva até o calabouço, salão de festas. Depois o Kero irá arrumar um quarto pra ti.

Ele dizia os lugares e me levava até eles, algumas pessoas estavam ali, presumi ser empregados ou servos. Admito que eles eram.

Foi um dia longo.

 

 


Notas Finais


Tá, demorei até demais.
Mas esse capítulo tava pronto tem uns dias. Eu só me esqueci de postar.
Vou postar imagines longos com os membros da BTS.
Depois que eu lançar, eu deixo o link.
Vlw Flw e desculpa, vou tentar ser mais responsável, mas é que eu fiquei muito triste com a exclusão dos Imagines Eldarya, Me desculpem.
Kissus de HENTAO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...