História Two equal worlds - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Yoonkook Sugakook Vmin
Visualizações 13
Palavras 2.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Genteeeeeeeeeeeeee HOJE É MEU ANIVERSÁRIO CACETE, SIM EU FAÇO NIVER NO MESMO DIA QUE O TAEMIN.
Falando sobre a fic agr ... Eu irei atualizar a fanfic todo dia 2 e dia 18, Agr são meia noite (Pelo menos aq na minha cidade é) Então é dia 18
O Jungkook na fanfic tem 15 anos, Porq ainda está em agosto e ele faz aniversário em setembro, E eu irei preparar uma especial de Aniversário do jungkook, Mas é só talvez.

Capítulo 2 - Quase beijo


Depois que eu disse as palavras "Eu sou gay" Ele realmente ficou com as bochechas vermelhas e os seus olhos pequenos, Ficaram arregalados.

Para falar verdade, É que poucas pessoas gostam de gays, Eu nunca escondi minha sexualidade, Mas não é como se eu fosse sair ai falando pra todo mundo a minha volta que sou gay, Se a pessoa perguntar é claro que eu vou responder que sim em vez de mentir dizendo que sou heterossexual. Mas como eu não tenho amigos ninguém na minha escola sabe que sou gay, Só o meu pai e agora o JungKook.

A reação dele não foi das piores e nem das melhores.

- Isso...  é sério? - Depois de algum tempo me olhando que ele foi se pronunciar.

- Sim, eu não estou brincando JungKook, Se é isso o que você pensa. - Olhei Nós olhos dele e vi que ele estava mais calmo, então continuei - Mas não pense que só porque sou gay eu vou sair por ai Querendo pegar você e outros garotos, Assim como os heteros eu também tenho minha opção pessoal por cada pessoa, Eu conheço melhor elas e Vejo se a pessoa que eu estou gostando também gosta de mim. Só espero que a nossa amizade não se acabe por conta disso.

Alguns segundos se passaram mas foi esse pequeno tempo que me fez pensar várias coisas negativas que ele poderia me responder.

- Não...  Não se preocupe Yoongi, Eu não vou deixar de ser seu amigo por conta disso, Eu não sou homofóbico. É que foi um choque sabe? Você parece tão hetero, Ninguém duvidaria se você dissesse que era hetero. - ele levantou do gramado e então estendeu a mão para mim, Que eu peguei sem hesitar me levantando também - Eu tenho que ir agora, Amanhã nós nos falamos no colégio, Minha mãe deve estar me esperando, Até amanhã.

E foi assim que eu o vi sumindo aos poucos, De costas para mim, Ele parecia malhar muito já que suas coxas eram bem definidas e os braços eram fortes. Sai daquela praça e fui para casa, Meu pai vai me matar quando eu chegar em casa, Ainda não estou pronto para ouvir Aquelas palavras sujas vindo da boca dele, Mas estou me preparando mentalmente para isso.

E eu nem sei que horas vai ser esse tal encontro de negócios do meu pai.

Eu sei que sou uma decepção para ele, Ele queria um filho hetero, Que lhe desse netinhos, Que Seguisse os seus passos, Eu sempre estou tentando o entender, Mas ele nunca fez isso comigo, Nunca se colocou no meu lugar, Nunca tentou entender o que eu sinto, Nunca parou para pensar que a culpa não é minha, Que eu nasci assim.

Quando eu cheguei na porta daquela casa enorme, Um pingo de suor escorreu da minha testa, Passando para a minha bochecha, Pescoço e até que ela sumiu, Eu estou Com medo, Sempre estive.

Abri a porta e Vi meu pai sentado na poltrona da sala lendo um jornal, Ele olhou de soslaio para mim e então se pronunciou.

- A reunião é Semana que vem, Vários amigos e amigas vão a esse encontro e Decidi apresentar você a eles já que os mesmos nunca o viram. - Disse sem olhar para mim, Seu olhar estava focado no jornal, Eu só assenti e subi as escadas em direção ao meu quarto.

Peguei algumas peças de roupa e Fui em direção ao banheiro, Eu passei mais ou menos uns 20 minutos no banheiro pensando em tudo que tinha acontecido hoje.

Depois que minha mãe faleceu, Meu pai Nunca mais foi o mesmo, Antigamente ele me dava atenção, Hoje ele quase não troca palavras comigo, Minha mãe morreu de câncer quando eu tinha 10 anos, Me lembro muito bem daquele rosto doente e feição triste, Desde então a relação com meu pai só tem ido de mal a pior, Nossa relação já estava mal, Ficou pior quando contei ao meu pai que gostava de garotos e que tinha beijado um, Eu só tinha 13 anos, Não achei que aquilo daria um problema tão grande.

E Foi pensando na minha vida que eu dormi.

    [ 18 de agosto, 06:34 ]

Luz e barulho, Foi tudo o que eu senti quando acordei, A luz do sol adentrando o meu quarto e o barulho irritante do meu despertador.

Levantei e peguei a toalha, Tomei banho e escovei os dentes, Coloquei aquele uniforme escroto da escola, Eles podiam dar um pouco mais de cor a aquele uniforme, Era muito sem vida, Branco Com listras pretas, Minhas cores favoritas, Mas Aquelas cores ficavam feias naquele uniforme.

Desci as escadas e hoje eu lanchei com meu pai, Mas Nós não conversávamos, Ele só ficava lendo seu jornal enquanto eu mexia no celular e comia umas bolachas, Eu nem me importo se eu engordar, Não tenho ninguém pra agradar mesmo.

Quando eu vi o horário percebi que eu já tinha que ir, Enfiei algumas bolachas na boca e sai correndo em direção ao carro que estava estacionado em frente de casa.

- Bom dia! - Hoseok disse com aquele sorriso extravagante de sempre.

- Bom dia - Disse da mesma forma mais sem sorrir.

Enquanto ele dirigia eu ficava olhando pelo lado de fora do carro, As ruas, As pessoas indo comprar lanches, Os pais levando seus filhos ao colégio e Cachorros correndo pela rua.

Eu nem percebi quando o carro parou e o Hoseok começou a passar a mão na frente do meu rosto, Me despertando, Acenei para o mesmo e fui em direção a minha sala, Que ficava no primeiro andar do colégio. Quando entrei dentro da sala, Senti alguns olhares em mim e achei aquilo estranho já que ninguém notava minha presença antigamente, Sentei no mesmo lugar de sempre e o JungKook estava ali, Atrás de mim.

Ele sorriu pra mim e então fiz o mesmo e virei para frente. Depois de alguns minutos o sino bateu e o professor entrou dentro da sala de aula passando matéria e explicando algumas coisas que os alunos não entendiam.

As horas passaram e o recreio chegou, Pude soltar um suspiro e dizer finalmente, Eu sei que estudar e uma coisa para o nosso bem, Mas eu realmente não gosto de estudar, Risos.

Eu estava terminando de guardar meus materiais Quando eu sinto uma mão tocar meu ombro, Me viro para trás e posso ver aquele sorriso de coelho dele.

- Vamos passar o recreio lá naquele lugar abandonado? - Disse e então eu assenti.

Eu realmente estava bem curioso sobre o porque de ele estar chorando ontem, Queria saber se ele passava por algum problema ou se tinha acontecido alguma coisa, e Como eu disse, Eu sou curioso e não me contive em perguntar.

- Aconteceu Alguma coisa com você ontem? É que você...   Estava chorando. - Ele me olhou, Olhou pro chão e depois olhou pra mim denovo - Se não quiser dizer não tem problema.

- Você me contou um pouco sobre você ontem, Então eu te falarei um pouco sobre minha vida. - Ficou de frente para mim e Soltou um suspiro - Eu moro com a minha mãe, Meu pai mora em outro País, Minha mãe fica se esfregando em um monte de homem, Parece que seu fogo Nunca acaba, Ela está sempre me desrespeitando trazendo vários homens para casa, Ela não se importa em Ficar gritando o nome deles enquanto estou em casa, E só eu sei disso, Ela é uma médica muito popular aqui em Busan, Mas ninguém sabe o que ela faz em quatro paredes, Só eu e agora você, E isso tudo aconteceu quando meu Pai foi para outro país, Eles são separados a muitos anos, Mas ela não entende isso.

Jungkook e eu tinhamos alguma coisa em comum, Nossos problemas com os pais.

- Isso deve ser muito ruim JungKook. - Ele concordou e voltou a comer seu lanche normalmente - Vamos falar de outras coisas, Tipo...  as nossas coisas favoritas, Começando por você.

- Ok... Hmm.. Minhas coisas favoritas são, A cor vermelho, Número 1, O homem de ferro, Tenho até meia dele!! - Falou animado e eu não aguentei, Comecei a cair na gargalhada e ele me fuzilou  - Do que você está rindo? Não tem nada engraçado.

- Você tem quantos anos JungKook? - Disse fazendo graça.

- 15, Vou fazer 16 no dia primeiro de setembro - Disse fazendo biquinho, Fofo.

- Nossa, esta bem perto não é mesmo? - Disse mais para mim do que para ele - Tá agora é minha vez...  Eu gosto do numero 3, Branco e preto e também de tirar fotos.

Nós continuamos conversando sobre várias outras coisas. Mas Estava tudo muito silencioso para ser horário de recreio, Então nós nos levantamos e quando olhamos para o pátio da escola, Não tinham ninguém ali.

Eu me desesperei, Eu não posso perder aula e nem o JungKook, Nós saimos disparados em direção a sala de aula com esperança do professor não ter chegado, Mas infelizmente ele estava ali, Passando tarefa no quadro.

- Jeon JungKook e Min Yoongi, Sala da diretora agora. - Não deu tempo nem de tentar conversar com o professor, Ele só nos expulsou da sala e pronto cabou - E peguem suas mochilas também.

Nós fomos até as carteiras pegar as nossas mochilas, E a sala estava muito silenciosa, Ninguém nos olhava e nem se mexiam direito, Pareciam estátuas.

- Você já foi para a diretoria? - JungKook me perguntou e eu fiz que não com a cabeça - Me desculpe.

- Te desculpar por o que JungKook?  A culpa foi de nós dois por não prestar atenção quando o sino bateu - ele concordou.

 "Diretoria" O nome estava grifado na parede de uma das portas do corredor do primeiro andar. Nós entramos e então a diretora pediu para que nós sentássemos.

- Pelo que o professor de vocês me falou, Vocês estão aqui por chegarem atrasados na sala de aula. - nós fizemos que sim com a cabeça - Vocês sabem que o colégio aqui é bem rigoriso, Então a punição de vocês será limpar o banheiro do segundo andar depois dá aula amanhã.

- OQUE!? - Dissemos eu e JungKook em Uníssono.

Ela só nós olhou com uma cara feia e continuou.

- Por hoje vocês estão dispensados, Podem ir embora.

Mas não foi isso que eu e JungKook fizemos, Nós fomos Para o pátio, Porque nós não queriamos chegar em casa e ter que explicar o porquê de ter chegado mais cedo.

- " a punição de vocês será limpar o banheiro do segundo andar depois dá aula amanhã. " - Jungkook Disse imitando a voz dá professora e eu ri - Mas que mulher mais chata, Credo.

- Concordo plenamente. - Disse rindo - Tudo isso por causa de uma aula perdida? Credospai.

- Yoongi lembra que você disse que não conseguia fazer amigos por que tinham medo de você? - Disse que sim - Você me parece tão gentil, Nunca teria medo de você, Você é muito fofo.

Corei, Pela primeira vez na minha vida.

- O-obrigado.. - Fiquei olhando nós olhos dele e ele no meu, Ele tinha olhos tão bonito, O corpo, E os lábios, Ah.. Seus lábios eram tão bonitos que eu não conseguia parar de olhar para os mesmos, Rosados e pequenos. Ele chegou um pouco mais perto de mim, até que a ponta do seu nariz tocou no meu, Nós estavamos prestes a nos beijar Quando o sino tocou e nós nos separamos rapidamente.

- Tchau.. Nós vemos depois Yoongi. - Acenou para mim e foi indo embora, e eu fiz o mesmo.

[ 18 de agosto, 23:34 ]

Sabe aquelas tais borboletas no estomago Que as pessoas dizem que nós sentimos quando estamos gostando de alguém? Pois então, Eu estou sentindo elas, Desde o acontecimento de hoje mais cedo, Eu não paro de sentir isso, Não consigo esquecer dele chegando mais perto de mim, Seu nariz tocando o meu, Aquele friozinho na barriga, Eu queria muito ter o beijado,Mas e o sino bateu e eu não tenho tanta coragem assim.

Na minha vida toda, Eu só beijei 1 garoto, Que foi aos treze anos, Aquele que eu contei pro meu pai e ele quase teve um piripaque.

JungKook é uma pessoa diferente, Com ele eu consigo ser diferente, Mesmo conhecendo ele ontem, Eu me sinto mais livre com ele, Não quer dizer que eu esteja apaixonado por ele, Eu conheço ele a muito pouco tempo para estar apaixonado, Mais posso dizer que eu estou afim dele.

  

Eu estou afim de Jeon Jungkook 


Notas Finais


Se puderem me ajudar em divulgar eu iria agradecer muito, e eu estou fazendo uma one shot e uma história Jikook, Espero que gostem do cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...