História Two Girls and Two Loves - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~Flango_Fofo

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nette, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Castiel, Nathaniel
Exibições 21
Palavras 1.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


dessa vez foi rapido né ? kkkk espero que vocês gostem ^^

Capítulo 10 - Punishment


Fanfic / Fanfiction Two Girls and Two Loves - Capítulo 10 - Punishment

P. O . V 'S  Marceline 

Bem depois que a detenção acabou minha irmã saiu da sala, e ficaram so eu e o Castiel dentro da sala, a primeira coisa que eu pensei foi em matar a minha irmã por ter feito aquilo, mas eu tinha outros problemas pra me preocupar tipo o meu pai, é serio eu ja tava vendo ele arrancando meu couro fora por eu ter ficado de detenção no meu primeiro dia de aula, eu tenho que preparar minha desculpa se eu n quiser ficar de castigo. 
Quando eu ia sair da sala o Castiel me parou e me fez a seguinte pergunta 

- E ai você ainda não me respondeu como você foi pra detenção.

- Não te interessa! - eu respondi estressada 

- Se não me interessasse eu não estaria te perguntando! - ele respondeu, eu tenho que admitir que fiquei com ódio quando ele disse isso 

- FOI AQUELA DESGRAÇADA, FILHA DUMA ÉGUA, PIRANHA DA AMBRE! 

- Ah sim a Ambre, não suporto aquela garota não sei como o representante de turma aguenta ela.

- Né ? Até o Hiroshi meu irmão é melhor que ela, olha que ele é um mala 

- Ainda bem que eu não tenho irmãos

-Você não gosta muito da companhia dos outro não é 

- Só do meu cachorro, e do amigo Lysandre 

- Você tem um cachorro? Nossa eu AMO cachorros acho eles super fofos

- Meu cachorro não é do estilo "fofinho" ok ? 

- Pra mim qualquer cachorro é fofo
Ele deu aquele sorrisinho irônico dele

- Por que tu tá sorrindo ? - Eu perguntei 

- Por que você tem algum problema em me ver sorrir? 

- Nossa, sempre simpático assim ? 

- Sim principalmente com as novatas

-Meu deus ainda bem, que eu tive o ''privilégio" de você ser tão simpático assim comigo 

- É porque você é um "doce" de pessoa super "delicada" 

- Ta certo para, não quero que pensem que você é meu namorado

- Você acha mesmo que eu ia deixar que achassem que eu sou namorado de uma tabua como você ? - ele falou num tom bem irritante 
Eu fiquei calada pra não ter que voltar pra detenção, de pois disso fomos para o pátio, e la o castiel me convidou pra darmos um passeio com o cachorro dele, eu pensei por que não? além deu adiar meu sofrimento em casa iria passear com um cachorro, porquê vamos combinar existe coisa mais fofa do que cachorros? mas sim quando saímos da escola vi minha irmã em frente a escola esperando sei lá quem, eu sorri e acenei pra ela, e ela me acenou de volta so que ela estava com uma cara de surpresa, tenho quase certeza que foi porque ela me viu com o Castiel
Assim que eu e Castiel chegamos na casa dele (que não era tão longe como imaginava) ele pediu pra eu ficar do lado de fora que ele iria buscar o Dragon (nome do cachorro dele), Eu fiquei um bom tempo esperando ele quando ele abriu a porta e saiu com o cachorro dele.
O cachorro dele erá um pastor - de - beauce, e era enorme, tenho que admitir que era bem fofinho! 

Nós dois demos uma volta no parque, conversamos e tomamos um sorvete (mas é obvio que eu tive que pagar o meu) até que o Castiel teve a ''brilhante'' ideia de soltar o Dragon, na mesma hora que ele soltou, o dragon deu um pulo em cima de mim que terminou arranhando o meu joelho todo e me deixando descabelada.

- kkkk você tá bem ? - ele perguntou pra mim rindo 

- Para de rir seu zé ! E me ajuda aqui - eu falei um pouco irritada mas por dentro tava querendo rir

O Dragon terminou fazendo um machucado feio no meu joelho e me arranhou um pouco nos braços. Depois disso tudo o Castiel me levou até uma farmácia e comprou um band-aid, e colocou no meu joelho.
O Castiel se ofereceu pra me levar pra casa, eu aceitei, porque não tava afim de voltar sozinha, e se e fosse assaltada, não ia rola muito eu me defender com o joelho todo ferrado.

Chegando la o Castiel me deixou na porta da minha casa deu tchau e foi embora. E quando eu entrei dentro de casa la estava meu pai sentado de braços cruzados a minha madrasta Naomi e o Palmito esperando eu e minha irmã. 

- Chegou tarde Marceline ... Por que será hein ? - meu pai falou um pouco nervoso 

- A diretora ligou e ela falou que você e sua irmã estavam ameaçando uma aluna, e por isso ficaram de detenção. - meu pai falou um pouco decepcionado 

- QUE ?! MAS NADA A VER ELA VEIO PROVOCANDO A GENTE E.. - meu pai me interrompeu 

- MARCELINE NÃO GRITE! NÓS VAMOS PARA DISCUTIR ISSO QUANDO SUA IRMÃ CHEGAR! AGORA SENTE-SE - meu pai falou e ele parecia mais estressado que o normal 

Passou um bom tempo e a Rose não chegava, a Naomi ja estava querendo ligar pra polícia, mas meu pai achou melhor esperar mais um pouco. Depois de um tempinho finalmente ouvimos a voz da minha irmã atrás da porta da frente, a Naomi lenvantou desesperada indo olha (não sabia ela se importava tanto com a gente. Em seguida ela voltou com a minha irmã  que logo me perguntou oque tinha acontecido comigo 

- O que aconteceu Marcy ?- ela perguntou ignorando totalmente o nosso pai 

- Eu ... - quando eu ia responder meu pai me interrompeu (esse habito dele de me interromper e um saco) 

- Calada. Bom, depois de se meterem em confusão, vocês ficaram depois da aula durante uma hora de detenção, Mas não voltaram pra casa. A pergunta que não quer calar onde vocês estavam? - meu pai perguntou muito sério 

- Eu vi tanto a Rose quanto a Marcy saindo com garotos - O Hiroshi se entrometeu (pra variar) 

- CALA BOCA SEU IDIOTA - eu respondi ele toda vermelha (não sei se era de raiva ou de vergonha) 

- GAROTOS ? QUE GAROTOS ?! 

- Amigos que fizemos na nossa escola hoje. - A Rose respondeu toda calma (ainda não sei como ela consegue ficar calma numa situação dessa) 

- Amigos ou namorados ? - O Hiroshi falou a fim de provocar a gente 

- FICA QUIETO PALMITO ! - eu respondi ja com o olho pegando fogo de tanto ódio 

- Mas isso é ótimo!, Porque quer dizer que vocês conseguiram se adaptar na escola! - A Naomi falou toda feliz 

- OTIMO PORCARIA NENHUMA ! EU NÃO QUERO SABER DE VOCÊS SAINDO COM GAROTOS! - meu pai falou com um tom de raiva e desespero.

- Mas não é otimo elas terem amigos ? 

- CLARO QUE NÃO! ESSES "AMIGOS" PODEM TERMINAR VIRANDO NAMORADOS! 

- Mas pai a gente conheceu eles hoje e ... - quando a Rose ia continuar meu pai a interrompeu 

- SEM MAS! VOCÊS ESTÃO DE CASTIGO POR 3 DIAS, E SE EU SOUBER QUE VOCÊ ESTÃO DE GRACINHA COM MENINOS DE NOVO EU VOU EU AUMENTO O CASTIGO PRA 7 DIAS! AGORA SUBAM PARA SEUS QUARTOS! 

Eu e Rose subimos sem questionar, lega agora to castigo e não vou poder falar mais com o Castiel, que maravilha, não que eu me importe com isso, mas vai dar um pouco de saudades de falar com ele... 
Eu entrei no meu quarto e a Rose no dela, e fui dormir, tomara que o outro dia seje melhor que esse. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...