História Two life - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Revelaçao, Romance, Violencia
Exibições 5
Palavras 1.388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que gostem....beijão...😚

Capítulo 3 - Duas vidas?


Fanfic / Fanfiction Two life - Capítulo 3 - Duas vidas?

*SAM*
Eu estava muito preocupada com meu irmão, ele estava tao interessado na Milly que não enxergava quem ela era de verdade.
Estava no quarto conversando com ele,e ele
 falou que ela tinha falado coisas horriveis.

-Fiquei ainda mais preocupada-

Chegou a noite estava tudo muito chato,um tedio total,Minha Mae havia saido com um as amigas e voltaria tarde,jhone havia saído com uns amigo pra esquecer a Milly,e eu não queria sair,não queria ir sozinha!

Mais decidi que iria dar uma volta,estava bem frio lá fora,Subi ate meu quarto fui ate meu guarda-roupa e peguei uma calça jeans rasgada nos joelhos,e uma blusa de moletom por sinal bem fofa,coloquei um sapato adidas,meu cabelo, deixei solto.

Desci,tomei um pouco de água, peguei meu fone,meu celular e algum dinheiro,e saí pra fora. Quando saí da porta vi alguns garotos lá em frente a minha casa perto do portão,então fiquei sentada em um pequeno banco que tinha do lado da porta da minha casa,ficando ainda pro lado de dentro do portão.

-quem eles pensam que são pra ficar me olhando em,aff!

Depois de um tempo eles saíram de lá, e eu fui.
                  **PASSA O TEMPO***

É lá estava eu,andando pela calçada de uma rua sem ninguém passando,-bem certinha dona sam andando sozinha,de noite, sua mae ensinou a você a não andar sozinha,e nem falar com estranhos- Disse pra mim mesma,com tom de uma doida falando sozinha!
 Eu estava andando,de cabeça baixa ouvindo música,quando derrepente.....

*SAM*
-ai desculpa moço eu não te vi-
 Não olhei  no rosto dele pois estava com muita vergonha, e então eu ia saindo meio rápido,quando ele me puxa pelo braço.

Olho bem rápido pro seu rosto e quando vejo quem e,fico muito nervosa,com medo,e vem toda cena do passado na mente,fico angustiada!

-JHOSHE-Falo um pouco alto,e ele coloca a mao em minha boca fazendo sinal pra eu não falar alto quer dizer gritando.

*JHOSHE*
-oi,estava com saudade,você ta linda!

*SAM*
-jho..jhoshe o que você ta fazendo aqui?

*JHOSHE*
-eu estou só de passagem, vamos alí comigo?

*SAM*
-Não jhoshe eu tenho que ir pra minha casa!
      -Falo muito aflita é gaguejando-

*JHOSHE*
-calma eu só quero que você venha comigo,eu não vou te levar para aquele lugar,por favor confia em mim!

*SAM*
-eu vou confiar em você! Mais por favor não quebre minha confiança!

*JHOSHE*
-calma amor,kkk eu não vou quebrar sua confiança! Kkkk

*SAM*
Nao sabia qual era a dele,e pera...porque ele me chamou de amor,ele por acaso ta bêbado!
-ta doido?

*JHOSHE*
-Não porque? Eu falo meio que confuso sera que eu exagerei em ter chamado ela de "amor"!
-vamos tomar sorvete? Aqui perto!

*SAM*
-vamos! Mais eu não vou deixar você triscar suas maos em mim,pois tenho medo de você me levar a força pra outro lugar!

*JHOSHE*
-hmm Isso quer dizer que eu posso triscar outras coisas em você?

*SAM*
-QUE? n..não foi isso que eu quis dizer! Pera que intimidade e essa em?

*JHOSHE*
-credo sam,eu falei disso!
Eu a beijei não sei se deveria,mais a beijei!

*SAM*
Esse beijo inesperado,porque ele fez isso? Ai meu Deus,eu não posso esta gostando dele!quando chego perto dele meu coração fica disparado, fico louca pra beija-lo.
-Nos separamos por falta de ar!-

*JHOSHE*
Fiquei a olhando fixamente em seus olhos castanhos,como ela era linda,aquele sorriso me encarando,tao meiga,mais ao mesmo tempo tao inocente de tudo isso!

-você esta bem sam?

*SAM*
-Estou ,mais porque a pergunta?
Enquanto conversavamos ele me levava pra outro caminho,que não era o da sorveteria,logo olhei pra ele que o mesmo estava com uma cara de triste mais ao mesmo tempo com cara de medo de dar alguma coisa errada,sei lá!

*JHOSHE*
-Não nada,sei lá talvez você possa ter ficado constrangida por eu ter te beijado!
-Dou de ombros-

*SAM*
-Não que isso,só fiquei um pouco surpresa!
Ele pensava que eu não tinha percebido que ele estava me levando para outro lugar,avisto um carro estranho,acho que era uma van! PERA VAN! AI MEU DEUS,nos meus pensamentos estava gritando e com muito medo.

-jhoshe tenho que ir!
Ele pega em meu braço sinto sua mao bem fria em minha pele quente.

*JHOSHE*
-por favor venha comigo, prometo que não vai acontecer nada com você!

*SAM*
-desculpa jhoshe mais eu não tenho mais aquela confiança em você,já se esqueceu as merdas que fez,e agora que eu voltei pra minha familia....tenho que ir minha mae já deve ter chegado em casa!

-minto um pouco,pois minha mae havia me ligado dizendo que iria sair um homem e nao dormiria em casa!-

*JHOSHE*
-eu só queria que você ficasse um tempo comigo só isso!
-so que você não tem sentimentos e não confia mais em mim não e mesmo?Sam você não sabe quem eu sou e tenho meus lados,tenho duas vidas sam,você precisa me conhecer melhor!
 -Falo um pouco alterado,pois ela não queria confiar em mim e isso estava me matando eu amo aquela garota!-

*SAM*
Depois que ele fala tudo aquilo eu penso que realmente temos duas vidas ele tem as dele e eu tenho as minhas isso faz com que eu queira conhecer as duas vidas dele,mais ainda assim tenho medo de que ele queira me levar para aquele mesmo lugar.
Abaixo minha cabeça e falo:

-jhoshe eu tenho medo,medo de você me levar para aquele inferno de novo,medo de você querer brincar com meus sentimentos,eu não consigo mais....te ver,tchau me desculpa mesmo jhoshe.

Depois que falo tudo aquilo saio correndo,quando chego mais na frente,olho para trás e vejo jhoshe saindo para ir para casa dele talvez, vi que ele estava de cabeça baixa,e...pera analisei bem...ELE TIROU A BLUSA DELE,AI DEUS!
Olho bem para suas costas que tem seus músculos mais não são muitos,vejo que ele tem uma cicatriz não muito grande,do lado de sua espinha,descendo da metade de sua costa ate perto provavelmente de sua cueca,que sim dava de ver sua cueca quando ele tirou a blusa,não sei pra que ele fez aquilo,mas....eu gostei!

                      **PASSA O TEMPO**
* SAM*
chego em casa um pouco cansada de ter andado atoa mesmo,corro ate meu quarto tiro minha roupa toda,pego uma toalha,vou ate meu banheiro...no verão do ano passado pedi a minha mae que colocasse uma banheira para mim em meu banheiro e de tanto eu insistir ela colocou....então entrei dentro de minha banheira liguei a agua -sem expuma- e deixei que encheçe,quando encheu eu a desliguei e dei um "mini mergulho tentando me afogar e afogar meus pensamentos e minhas trouxisses"mais como não queria me suicidar -agora- então levantei e fiquei alí pensando nas merdas que fiz em minha vida

                       **PASSA O TEMPO**
*JHOSHE*
Depois que sam saiu "correndo" dalí só pensei em ligar meu chuveiro quando chegasse em casa e afogar minhas chances de ter a sam ao meu lado,tirei minha blusa e fui apé para casa pois não tinha carro por causa da maudita da minha idade,só tinha 17 anos então corri mais um pouco,chegando em casa eu fui ate meu quarto tirei toda minha roupa ficando apenas de box, fui ate meu banheiro e me olhei no espelho...jhoshe,jhoshe porque você não conta pelo menos só para sam,talvez ela te ame,e queira ficar ao seu lado...-falei ao meu próprio reflexo- ,-cara como eu sou idiota,não posso falar das minhas duas vidas pra ela,praticamente ela já sabe de uma-.
 
-Voltei ao meu quarto-,eu morava em um apartamento pequeno e meus pais? Bom meu pai mora em Orlando, minha mae faleceu quando eu tinha apenas 15 anos,sim só faz quase dois anos que perdi minha querida mãezinha ela sim me entendia,meus "familiares"eles me odeiam por motivos que minha segunda vida trás, meu pai não gosta de mim por motivos da minha segunda vida também,me odeio por isso,me odeio por ter feito minha familia me odiar,me odeio por ter feito,e ainda fazer merdas na minha vida eu juro,eu juro que não queria que fosse assim,meu pai me sustenta ele e dono de três empresas ,duas em Orlando e uma em são Paulo ele ganha muito bem,então...ele todo mês transfere para minha conta 3.000 reais pra mim poder me bancar,mais quando eu preciso de alguma coisa ligo pra ele,eu tenho certeza de que ele só faz isso porque não quer um filho dele morando na rua sem nenhuma condições...

-Coloco um shorts e vou dormir pois amanha tem aula que droga!-

                      -continua-


Notas Finais


Estou querendo postar capítulos maiores pois não quero fazer de muitos capítulos,se isso for do interesse de vocês e claro....um bj a todos,e obrigada a todos que lêem essa fic...😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...